Jequié Repórter

Nesta quinta-feira (22), a Polícia Federal deflagrou nova fase da Operação Lava Jato. De acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo, a 48ª fase mira um esquema em área de concessão de rodovia. Na 30ª fase deflagrada em maio de 2016, a PF teve como alvo os donos da Credencial Construtora Empreendimentos e Representações, e identificou pagamentos suspeitos da ViaBahia Concessionária de Rodovia S.A.

De acordo com a investigação, a Credencial recebeu R$ 6,2 milhões da Via Bahia, um aglomerado formado pelas empresas Engevix, Encalso e pela Isolux Corsán Concesiones. A concessão em questão foi feita no governo Lula em 2009 para administrar por 25 anos 680 quilômetros de rodovias, entre elas trecho da BR-116 (rodovia Santos Dumont) entre Feira de Santana até a divisa com o Minas Gerais, e a BR-324 (rodovia Engenheiro Vasco Filho) entre Salvador e Feira de Santana.