WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I web play radio fm capacitacao e cia




agosto 2021
D S T Q Q S S
« jul   set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: 5/ago/2021 . 15:31

Moradores da zona rural de Bom Jesus da Serra pedem socorro sem água potável para beber e afazeres domésticos

Foto / Reprodução // Reportagem Blog Panorama Geral

Moradores do município de Bom Jesus da Serra têm enfrentado, com freqüência, problemas ligados ao abastecimento de água por parte da prefeitura. Em contato com a reportagem do Blog Panorama Geral, eles contam que o abastecimento de água, que é feito por meio de caminhão-pipa, não ocorre há vários dias por mais que eles [moradores] deixam o nome no setor da prefeitura responsável pela operação de abastecimento de água. Quem acompanha o noticiário já sabe: higienizar bem as mãos, por 20 segundos e várias vezes ao dia, é uma medida essencial no combate ao Covid-19. Mas para os moradores da região do Mocó (próximo a Água Bela) e Lagoa Dantas, ambos no meio rural do município de Bom Jesus da Serra, o hábito de lavar as mãos não é simples, já que falta água em casa.

“Há vários dias estamos sem água, falam pra lavar a mão, mas como que a gente vai lavar a mão e se prevenir se não tem água? Não tem assistência nenhuma da prefeitura de Bom Jesus. Eu to com muito medo desse coronavírus, estou com muito medo do que pode acontecer aqui”, diz um dos moradores, que mora há 32 anos na comunidade rural.“Ta sem água até para fazer a higiene pessoal”, relata uma moradora da região citada. “A gente precisa trabalhar, plantar as coisas. Eu plantei feijão, mas não deu porque não choveu e não tem água para a gente molhar [as plantas]”, diz um lavrador afetado pelo problema.

Foto / Reprodução // Reportagem Blog Panorama Geral

Diante dos acontecimentos, a reportagem do Blog entrou em contato com a vereadora Romilda Oliveira (PC do B), que outrora ocupava a cadeira da Secretaria Municipal de Saúde, onde em reposta ao nosso contato disse: “A falta de água é grave não só para a transmissão do Covid-19 como para todas as outras doenças infectocontagiosas. Não ter água é o pior dos cenários que a gente pode ter nesse momento e fica impossível fazer a prevenção sem água. Nem dá pra estimar o aumento das chances de contágio, fica infinitamente mais difícil. Água é necessária para toda a higienização, além da limpeza dos ambientes e consumo humano”, pontua ela.

Romilda ainda acrescentou “Sugeri recentemente uma reunião com todos os vereadores na Câmara Municipal para que possamos juntos encaminhar um documento ao Executivo Municipal já que as tentativas individuais não vêm surgindo muito efeito. Tenho recebido também diversas reclamações sobre a demora no atendimento dos pedidos junto a Secretaria responsável, reclamações vindas de pessoas dos diversos cantos do município. Conheço de perto a luta do morador rural”, conclui a vereadora Romilda Oliveira.

 

Veja o Vídeo; 

 

*Jornalista Noerivan

Presidente da Câmara fala sobre taxa de lixo: ‘Não se pode mexer no bolso da população agora’

(Foto: Reprodução)

Após um período de recesso de meio do ano, a Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista voltou as sessões na manhã desta última quarta-feira (04) e com uma novidade: o retorno da população ao plenário. Para isso, todas as medidas sanitárias estão sendo tomadas, como redução da presença da comunidade, aferição de pressão, uso obrigatório de máscara, álcool em gel, dentre outras iniciativas.

Em entrevista concedida a imprensa, o presidente do legislativo, Luís Carlos Dudé, enumerou os importantes projetos que serão colocados em pauta em prol da população.

Além disso, comentou sobre a polêmica do projeto da taxa de lixo. “Vamos fazer um levante junto ao Governo Federal para que seja protelado os prazos, não se pode mexer no bolso da população nesse momento de pandemia, de tantas dificuldades financeiras”.

Bolsonaro cogita em pagar Bolsa Família com parcelas de até R$ 400

Foto: Reprodução

Na terça-feira (03), o presidente Jair Bolsonaro, mencionou a possibilidade de o valor do Bolsa Família ser elevado para R$ 400. A quantia mencionada pelo chefe do Executivo Federal seria o dobro da oferta atual, que é de R$ 192. Esta não é a primeira vez que Bolsonaro sugere um valor significativo para o Bolsa Família, em comparação à quantia atual. Em determinado momento, o presidente cogitou pagar parcelas de R$ 300, sugestão que foi rapidamente recusada pela equipe técnica do Ministério da Economia. Os servidores alegaram que não há espaço no Orçamento da União para custear as parcelas de R$ 300 sugeridas por Bolsonaro.

Portanto, entende-se que as expectativas quanto ao Bolsa Família no valor de R$ 400 não devem ser altas. A declaração sobre o aumento do Bolsa Família para R$ 400 surgiu após diversas pressões políticas para mais uma ampliação diante da reformulação do programa de transferência de renda. A equipe econômica recusa a nova oferta mesmo diante da possibilidade de aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, que dispõe sobre o parcelamento de dívidas judiciais perdidas. Caso a PEC não seja aprovada, o Governo Federal entende que será ainda mais difícil aumentar o valor mensal pago pelo Bolsa Família. “A medida visa reequilibrar as contas em virtude do forte crescimento de precatórios previstos, via decisão judicial, entre o exercício de 2021 e 2022”, informou o Governo Federal em nota.

“Uma faculdade em Poções muda o cenário econômico do nosso município, é mais prosperidade” diz o vereador Diogo Chulu entrevista na Rádio Povo FM

Foto / Assessoria

O vereador Diogo Chulu (PSD) esteve na manhã desta quinta-feira 05 de Agosto 2021, no programa jornalístico Primeira Página da Rádio Povo FM em Poções. Diogo deu início em sua fala expressando sentimentos de pesar à família do empresário Mauro Souza, que faleceu nesta última quarta-feira. O vereador falou sobre poços artesianos que através de seu deputado tem beneficiado o homem do sertão, que é tão carente da água potável. Ainda de acordo com o vereador, “a prefeitura municipal de Poções tem gasto cerca de 100.000 (Cem Mil ) através de aluguel de caminhão pipa, para poder atender a demanda da população. De acordo com Diogo, esse valor daria para abrir cerca de dois poços artesianos. Mas que no momento é necessário que tenha os caminhões pipas, desde que seja transparente á população os valores dos alugueis e a lista das pessoas que fizeram pedidos”.

Ainda na mesma programação, o vereador Diogo chulu falou sobre a necessidade de instalações de faculdades na cidade de poções. “Faculdade em uma cidade muda o cenário econômico do município”. “ Porque atrai pessoas de outras cidades, atrai mais empresas, fabricas de pequeno e até médio porte e quem sabe uma indústria”, pontua o vereador que ainda acrescentou “ enquanto eu não conseguir uma faculdade para Poções, eu não vou desistir” Uma faculdade em Poções vai gerar mais empregos no município, fazendo com que nossos filhos e amigos não precisam sair para estudar ou trabalhar fora”, salientou o vereador, que finalizou falando sobre os valores exorbitantes das licitações do município.

OUÇA AQUI

O programa jornalístico Primeira Página, vai ao ar de segunda a sexta-feira das 06 às 08 horas na Rádio Povo FM 99,5

*Jornalista Noerivan









WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia