WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I web play radio fm capacitacao e cia




junho 2021
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

:: 17/jun/2021 . 12:22

Clientes da Caixa Econômica Federal denuncia “vendas de lugares em filas” na cidade de Poções

Foto: Jeovane Campos // Reportagem: Van Nascimento [Blog Panorama Geral]

As agências da Caixa voltaram a registrar aglomerações e filas nesses últimos dias em todo o Brasil tanto na Capital Baiana, quanto em cidades da região do Sudoeste da Bahia. Na agência de Poções, interior do estado, um cliente da Caixa Econômica Federal que precisou dos serviços da Agência de Poções, concedido denunciou a venda de vagas na fila. A denuncia foi feita via telefone ao jornalismo de uma rádio FM local, onde o cliente afirma que quando chegou à fila, repentinamente foi abordado por uma pessoa que lhe ofereceu o lugar em troca no valor de R$ 50, 000 (Cinqüenta Reais), prontamente o cliente disse que iria denunciar o fato acorrido junto à Agência, o que foi feito em seguida, mais até o momento providencia alguma foi tomada por parte do Banco.

“São várias pessoas vendendo no início da fila. Vendem por R$ 30, R$ 50 e até R$ 60, na frente de todo mundo”, contou o denunciante.  O Blog Panorama Geral entrou em contato com a Caixa para saber qual estratégia de fiscalização tem sido aplicada nas filas para que este tipo de caso não aconteça, mas não recebemos retorno até o fechamento desta matéria. Nossa reportagem também tentou entrar em contato com a Polícia para saber se há registros oficiais de denúncias sobre o caso, mas não obtivemos êxodo.

O Blog Panorama Geral, na pessoa de seu editor chefe, jornalista Noerivan [Van Nascimento] alerta a todos os usuários do serviço da Caixa Econômica Federal (Agência de Poções) que fiquem atentos. Presenciou o fato, denúncia imediatamente aos órgãos de segurança, ou seja, à unidade de Polícia mais próxima. Segundo a Lei 10.048, quem tem privilégios na fila são idosos, gestantes, mulheres com criança de colo e portadores de necessidades especiais. Essas pessoas têm prioridade e preferência em todas as filas e também possuem direito ao caixa especial em bancos, supermercados e serviços públicos. Ainda constitui crime contra a economia popular o ato de vender posições em filas. Prescreve o inciso IX, do artigo 2º , da Lei 1.521/51: – “obter ou tentar obter ganhos ilícitos em detrimento do povo ou de número indeterminado de pessoas mediante especulações ou processos fraudulentos (“bola de neve”, “cadeias”, “pichardismo” e quaisquer outros equivalentes)”, punido com pena de detenção. 

A fila dando voltas no centro da cidade para agência da Caixa em Poções virou rotina desde o início do calendário do auxílio emergencial. Pessoas que têm dúvidas sobre o benefício esperam durante horas na fila até serem atendidas. O Procon recomendou que os bancos tenham funcionários para organização das filas formadas nas partes interna e externa do estabelecimento, realização de triagem para verificar se a demanda pode ser solucionada sem precisar entrar na agência, disponibilização de produtos para higienização e atendimento preferencial para idosos e pessoas consideradas do grupo de risco.

Bolsonaro prevê novas parcelas de auxílio emergencial e aumento no Bolsa Família

*Jornal da Manhã / Reprodução: Blog Panorama Geral

O presidente Jair Bolsonaro confirmou na noite da última terça-feira, 15, que o Ministério da Economia está estudando o pagamento de “mais duas ou três parcelas” do auxílio emergencial após o fim da rodada atual, que termina em julho.

Em entrevista à SIC TV, afiliada da RecordTV em Rondônia, o presidente afirmou que o pagamento terá um valor médio de R$250 e que baterá o martelo após reunião com os ministérios da Saúde e da Cidadania, que gere o programa. Segundo a equipe econômica do Planalto, o custo estimado para a renovação do programa por 3 meses é de R$ 27 bilhões.

Ainda de acordo com Bolsonaro, a medida antecipará uma repaginação do Bolsa Família, que poderá ter um aumento de 50% em dezembro e passará de R$190 mensais para R$300, contemplando cerca de 18 milhões de famílias.

“No tocante ao Bolsa Família, tivemos uma inflação durante a pandemia no tocante aos produtos da cesta básica em torno de 14%, você teve item que subiu até 50%, sabemos disso daí. A a ideia é dar um aumento de 50% para ele em dezembro. Passaria de, em média, R$ 190 para R$ 300. É isso que está praticamente acertado aqui”, afirmou.

Senado aprova PL que inclui lactantes em grupos prioritários de vacinação contra a Covid

*Agência Brasil / Reprodução: Blog Panorama Geral

O Senado Federal aprovou nesta terça-feira, 15, por unanimidade, o projeto de lei 2.112/2021, que determina a inclusão de lactantes, com ou sem comorbidades e independente da idade dos bebês, no quadro de grupos prioritários dentro da campanha de vacinação contra a Covid-19. O PL agora segue para a Câmara para revisão.  

O resultado é fruto também da mobilização do grupo Lactantes pela Vacina, que pressionou os senadores para que a proposta fosse aprovada. Foi por meio do movimento, iniciado na Bahia, que municípios de pelo menos cinco estados passaram a incluir lactantes, com e sem comorbidades, entre os grupos prioritários de vacinação.

Autor da proposta aprovada nesta terça, o senador Jean Paul Prates (PT-RN) endossa o argumento das mães lactantes, embasado por pesquisas científicas: a vacinação de mulheres que estão amamentando termina por proteger também os bebês.

Exemplo disso foi uma pesquisa realizada pelo Hospital das Clínicas da USP (Universidade de São Paulo) com lactantes que tomaram a Coronavac. O estudo indicou a presença de anticorpos para Covid-19 no leite materno até quatro meses depois da vacinação.

A proposta, que teve relatoria da senadora Zenaide Maia (Pros-RN), altera a Lei 14.124, de 2021, que trata do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação.

“Essa é uma vitória para todas as mães lactantes. Nosso movimento surgiu com o intuito de garantir a vacinação indistintamente para mulheres que estão amamentando seus bebês. A vacinação é ferramenta de garantia da sobrevivência das mulheres para criação de seus filhos com a interrupção desse ciclo de morte materno-infantil gerado pela pandemia”, reforça Charlene Borges, representante do movimento Lactantes pela Vacina.

PF cumpre operação contra fraudes em benefícios emergenciais na Bahia

*A tarde / Reprodução: Blog Panorama Geral

A Polícia Federal cumpriu na manhã desta quinta-feira, 17, dois mandados de prisão temporária e outros quatro de busca e apreensão da operação ‘Sexta Parcela’, que investiga fraudes em benefícios emergenciais na Bahia. Não foram divulgados os municípios em que os mandados foram cumpridos.

Conforme a Polícia Federal, os mandados estão vinculados a três inquéritos que investigam indícios de fraude em ao menos 98 contas, com um prejuízo de de R$ 60.600 aos cofres públicos. Este é um valor inicial e o montante pode ser maior, já que a análise foi realizada apenas em oito dias.

Além dos mandados cumpridos na Bahia, outros 31 mandados de busca, um de prisão preventiva e 12 de sequestro de bens são cumpridos no Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Rondônia, Roraima e São Paulo.

A Operação Sexta Parcela já bloqueou R$ 410 mil em todo o páis. Uma operação anterior com a mesma finaliddade, mas que investigava uma organização criminosa, recuperou R$ 580 mil aos cofres públicos.

Participam da operação a Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, CAIXA, Receita Federal, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas da União.

Após recomendação do MP, Coaraci, Almadina e Itapitanga proíbem fogueiras e fogos de artificio

*BNews / Reprodução: Blog Panorama Geral

Os municípios de Coaraci, Almadina e Itapitanga decidiram acatar recomendações expedidas pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) para que coibissem a realização de festejos juninos e proibissem a população de acender fogueiras e soltar fogos de artifício.  De acordo com informações do parquet, o documento sugeria que municípios adotassem medidas para conscientização da população a respeito das medidas para evitar a propagação da Covid-19.

“Os fogos de artifício podem agravar ainda mais a necessidade do uso das emergências hospitalares com a intensificação da demanda na unidade de queimados. Já a fumaça das fogueiras pode agravar a situação causada pelo vírus Sars-Cov-2 causador da Covid-19”, argumenta o promotor Inocêncio de Carvalho, autor das recomendações. Os municípios também deverão suspender a concessão de alvará para barracas de venda de fogos, bem como de sua comercialização, e aumentar a fiscalização com o objetivo de evitar aglomerações. As recomendações também foram expedidas para a Guarda Municipal e para a Polícia Militar das cidades.

Em comentário um dos leitores da matéria expressou o seguinte; “É uma vergonha para poderes públicos em Salvador, região metropolitana, em toda a Bahia. Não sei se outros estados são assim, mas vende-se cada vez mais artefatos que parece mais granadas, ensurdecedor! Perigosos!!! Podem causar surdez, perda de membros e até a morte. Em Salvador parece que certos grupos de criminosos tem um arsenal como passou na TV Vimos alguns bairros fazendo disputa de bombas na TV e parece que eram grupos crimosos rivais. A mesma coisa dos bares clandestinos acontece com as vendas de fogos de artifício. Falta de vergonha na cara. As autoridades não fazem nada. Acham normal ver o povo soltando bombas em tudo que é lugar.”

Mais de 200 policiais continuam busca pelo serial killer baiano pelo 9º dia

*Foto: Reprodução / Blog Panorama Geral

Mais de 200 policiais continuam na caça contra o baiano Lázaro Barbosa, 32 anos, pelo 9º dia. O serial killer do DF, como ficou conhecido, é acusado de matar quatro pessoas de uma mesma família e espalhar terror na zona rural do DF e Goiás, onde se concentra a busca por ele.  Nesta quinta-feira (17), um morador teria visto alguém andando na mata e acionou a força-tarefa, que deixou a base de operações.  Na tarde da terça-feira (15), Lázaro atirou contra policiais e baleou um agente de raspão no rosto, depois de fazer três pessoas da mesma família reféns. 

Rendidas, pai, mãe e filha, foram cobertas por folhas para que não fossem vistas pelas buscas aéreas da polícia. A família foi encontrada com vida. Natural de Barra do Mendes, o serial killer matou dois homens no município em 2007. A cidade, de pouco mais de 15 mil habitantes, está assustada com a repercussão do caso e teme que ele volte para o estado. A esposa de Lázaro teme receber a qualquer momento a notícia da morte dele. Em entrevista ao Correio Braziliense, nesta quarta, a jovem de 19 anos que preferiu não se identificar disse que espera que ele se entregue. 

Conforme apurado pela reportagem, o casal está juntos há quatro anos e tem uma filha de 2 anos, fruto do relacionamento. Segundo a jovem, Lázaro, ao contrário das atitudes violentas demonstradas durante os dias de perseguição, é um pai dedicado.  “Quase todos os dias o bebê chama por ele, isso me corta tanto, ela é muito apegada. É a vida dele. Está todo mundo arrasado”, lamentou a mulher. Lázaro possui mais um filho de 4 anos com uma ex-companheira. 









WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia