WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I














março 2021
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

:: mar/2021

Município: Manoel Vitorino terá prova presencial mesmo com aumento de casos de covid-19

MV Notícias

O prefeito de Manoel Vitorino permitiu a reabertura de uma escola no município nesta quarta-feira (31), mesmo com o aumento de casos de covid-19 no município e em todo o Estado. A informação foi confirmada pela direção da escola nesta terça-feira (30) por meio de redes sociais. Mesmo sendo autorizado apenas o funcionamento de serviços essenciais. Aula será apenas para os 9° Ano.

*Blog Panorama Geral

Boa Nova: Mais 03 (três) casos positivos de covid-19 foram registrados nas últimas 24h

Prefeitura Municipal de Boa Nova

A Prefeitura de Boa Nova através da Secretaria de Saúde de Boa Nova e Vigilância Epidemiológica, informa a população que mais 03 (três) casos positivos foram registrados nas últimas 24h.

10 pessoas estão curadas.

CASOS POSITIVOS:

02 na sede
01 no Entroncamento

06 casos suspeitos foram descartados.

Hoje mais 03 pessoas foram para o isolamento social suspeitos de estarem com o vírus. No momento, temos 32 suspeitos, 32 casos ativos e 05 pessoas internadas.

Os leitos de UTI destinados para pacientes com covid-19 em Jequié continua em 97% a lotação.

Pedimos a todos para continuar seguindo as orientações das autoridades de saúde.

Fazer o uso da máscara, lavar as mãos com água e sabão e manter o distanciamento social.

*Blog Panorama Geral 

Jacobina: Município registra quarto tremor de terra somente este ano

Foto // Reprodução

Localizada a 340 km de Salvador, a cidade de Jacobina, centro-norte da Bahia, registrou um tremor de terra na noite desta segunda-feira, 29. O abalo sísmico foi quarto registrado no município neste ano.

De acordo com o Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis), o tremor foi de 1.2mR, considerado de baixa intensidade pelos estudiosos.

No dia 3 de fevereiro deste ano, um abalo de 2.7 mR foi registrado na região. Já no dia 18 de março, outros dois tremores de de 2.2 mR e 1.7 mR foram anotados pelo LabSis. Não houve registro de feridos durante os eventos.

*Blog Panorama Geral 

Bahia: Mortes entre jovens com Covid-19 crescem 447% no estado

A tarde

O número de óbitos mensais entre jovens na faixa etária entre 20 e 39 anos obteve um aumento de 447% no comparativo de março deste ano com novembro de 2020, de acordo com dados da Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab-BA). Além disso, mais de 331 mil jovens com essas idades contraíram a Covid-19.

“Em apenas quatro meses, o número de óbitos nesse grupo cresceu vertiginosamente. Por serem a base da pirâmide da força de trabalho, naturalmente estão mais expostos a infecção, porém ao não utilizarem a máscara, se recusarem a manter o distanciamento social e não higienizarem as mãos com frequência, agravam a situação”, afirmou o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, por meio de nota de assessoria.

“A Covid-19 é uma doença traiçoeira, pois não há um perfil definido de quem terá sintomas leves ou graves, ainda que as comorbidades como obesidade, diabetes e hipertensão sejam elementos para agravar a situação. Ainda sim, há jovens que não sentem nada e outros que são intubados e morrem, o mesmo ocorrendo com idosos”, destacou o titular da pasta estadual da Saúde, através de nota enviada por assessoria.

Em um recorte, a faixa de etária entre 30 a 39 anos obteve um crescimento de 553% no comparativo das mortes ocorridas em novembro de 2020 e março de 2021. Já os jovens entre 20 e 29 anos tiveram um aumento de 250% no mesmo período.

Desde o início da pandemia do coronavírus, já morreram mais de 15 mil baianos e o mês de março de 2021 é o mais letal para todas as faixas etárias, exceto para quem tem 80 anos ou mais. “A inflexão do número de óbitos nas faixas etárias mais altas é resultado, ainda que incipiente, da vacinação. É preciso que o Ministério da Saúde acelere o envio de doses, garantindo a imunização da população o mais rápido possível”, ressaltou Vilas-Boas, em nota.

Vilas-Boas também pontuou que “o governador Rui Costa adquiriu 9,7 milhões de doses da Sputnik V para vacinar todos acima de 60 anos e profissionais da educação e segurança, o que contribuirá significativamente para acelerar o calendário de imunização na Bahia”, completou, através de nota.

*Blog Panorama Geral 

Oportunidade: Instituto Capacitação e Cia trás pacote de cursos estético com grande promoção; Confira

Divulgação // Blog Panorama Geral

Coronavírus: Brasil registra novo recorde diário e tem 3.668 mortes pela covid em 24h

G1

O Brasil registrou 3.668 novas mortes pela covid-19 nesta terça-feira, 30. A média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, bateu recorde pelo quinto dia consecutivo e ficou em 2.728. Os dois números são recordes e os mais altos registrados no País durante a pandemia de coronavírus.

Só para se ter uma ideia, na semana passada o Brasil registrou 3.600 mortes em um único dia, número superado nesta terça-feira. Já a média móvel mais alta havia sido registrada na segunda-feira, com 2.655 óbitos. A situação do País é tão crítica que as mortes registradas quase superaram a soma dos óbitos de outros nove países também nesta terça: Estados Unidos (815), Itália (529), Polônia (461), Rússia (409), Índia (355), França (348), Ucrânia (286), Hungria (274) e Alemanha (234). Esse é o top 10 de mortes no mundo por covid nesta terça, até as 20h, com o Brasil na primeira posição. Todos os nove países somaram 3.711 mortes (segundo dados do Worldometers) enquanto o Brasil sozinho registrou uma marca próxima a isso.

Com transmissão descontrolada do vírus, o País tem visto o colapso de várias redes hospitalares, com morte de pacientes na fila por leito e falta de remédios para intubação. Governadores e prefeitos têm recorrido a restrições ao comércio e até ao lockdown para frear o vírus. Já o presidente Jair Bolsonaro continua como forte crítico das medidas de isolamento social, recomendadas por especialistas, e afirma temer efeitos negativos na economia.

O número de mortes vem batendo recorde no Brasil e o número de casos também vem aumentando. Nesta terça-feira, o número de novas infecções notificadas foi de 86.704. No total, o Brasil tem 317.936 mortos e 12.664.058 casos da doença, a segunda nação com mais registros, atrás apenas dos Estados Unidos. Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O GloboExtraFolha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo os números do governo, 11.074.483 pessoas estão recuperadas.

O Estado de São Paulo registrou mais um número muito alto nesta terça-feira, seu novo recorde de mortes por coronavírus, com 1.209. Outros oito Estados também superaram a barreira de 100 óbitos no dia: Rio Grande do Sul (412), Rio de Janeiro (283), Paraná (231), Goiás (177), Santa Catarina (158), Ceará (143), Minas Gerais (127) e Bahia (120).

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

Nesta terça-feira, o Ministério da Saúde informou que foram registrados 84.494 novos casos e mais 3.780 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas. No total, segundo a pasta, são 12.658.109 pessoas infectadas e 317.646 óbitos. Os números são diferentes do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

*Blog Panorama Geral 

COVID-19: Todos Estados e DF estão com ‘estoque crítico’ de ‘kit intubação’, aponta Ministério da Saúde

O Estadão

Um levantamento do Ministério da Saúde aponta que todos os Estados brasileiros e o Distrito Federal estão em “estoque crítico” de abastecimento de medicamentos para intubação de pacientes em meio ao agravamento da pandemia da covid-19. Em audiência pública nesta terça-feira, 30, o secretário de Atenção Especializada à Saúde da pasta, coronel Luiz Otávio Franco Duarte, admitiu que houve um “desequilíbrio nacional muito rápido”.

Ele anunciou que o governo federal irá receber a importação de produtos por meio da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e está em tratativas para receber uma doações da Espanha e de uma multinacional com sede no Brasil, além de haver uma “tentativa de doação” com a União Europeia. “Para essa semana, dependo de atitudes diretas com a indústria nacional”, destacou ao frisar que importações não são estimadas para os próximos dias.

Segundo o levantamento, todas as unidades federativas estão com “estoque crítico” de bloqueadores musculares, enquanto nove estão também com abastecimento insuficiente de analgésicos (Acre, Amapá, Alagoas, Distrito Federal, Ceará, Maranhão, Roraima, Rio de Janeiro e Tocantins) e 18 de sedativos (AC, AL, AP, BA, CE, DF, GO, MA, MS, MT, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, SE e TO).

O secretário destacou que as requisições feitas aos fabricantes foram exclusivamente de unidades que não estavam comprometidas em contratos com os setores público e privado. Além disso, voltou a dizer que, neste momento, os estoques indicados são para até sete dias, como “nível se segurança”, e, caso seja superior, a indicação é haver empréstimos para outros municípios e instituições

Na audiência, um dos diretores da Federação Brasileira de Hospitais, que representa o setor privado, afirmou na mesma audiência pública que hospitais de pequeno e médio porte do interior já enfrentam falta de medicamentos. “Desde a semana passada, hospitais fecham leitos porque não tem como atender os pacientes“, afirmou.

Como noticiou o Estadão, UTIs de ao menos dois municípios paulistas estão operando abaixo da capacidade por falta de medicamentos para intubação.

*Blog Panorama Geral 

Saúde: Vereadora Tati da Saúde apresenta indicação para pagamento de insalubridade aos profissionais

Foto // Wilham Devid

Na sessão da Câmara Municipal de Vereadores do município de Boa Nova, realizada na manhã desta segunda-feira (29), a vereadora Taty da saúde, apresentou indicação cobrando ao poder executivo o pagamento da insalubridade para todos profissionais da saúde, tanto concursados como contratados.

A indicação foi apresentada em plenário para apreciação e discussão onde posteriormente  será encaminhado ao poder executivo para promulgação. Vale ressaltar que o pagamento da insolubilidade foi suspenso pelo governo federal enquanto durar a pandemia COVID-19.

 Porém, de acordo com explanação na fala do vereador Paulo Botelho, “o assunto referido já está sendo analisado pelo Poder  jurídico do município”.  “Ainda esta semana”, de acordo com a fala do vereador Jardel Quaresma, “o jurídico vai apresentar um parecer”.

Jardel ressaltou que antes da indicação ter sido apresentada pela nobre edil Tati, a Câmara de Vereadores já tinha formulado esse pedido onde está sendo avaliado pelo jurídico. Por fim, ele [Jardel] que alguns funcionários que apresentaram laudo já recebem insolubilidade. A indicação da vereadora é de suma importância, porque veio reforçar o pedido e cobrar um direito conquistado pelos profissionais da saúde, educação e segurança pública.

Na referida sessão, o vereador Paulo Botelho, residente no povoado do Penachinho, ressaltou que está aguardando a realização de licitação para compras de materiais elétricos para reposição de lâmpadas no povoado. Na oportunidade, o vereador Paulo falou sobre a recuperação da estrada vicinal que liga a BR-116 ao povoado do Penachinho, uma reivindicação que foi apresentada pelo vereador junto ao DENIT  (órgão do estado responsável pela recuperação de estradas e rodagens).  As indicações e projetos foram aprovados por unanimidade dos vereadores presente.

*Reportagem // Blog Panorama Geral

Tristeza: Morre jovem intubada por Covid-19, após parto de emergência da primeira bebê

TV Tribuna

A jovem de 24 anos, apresentou os primeiros sintomas há um mês, e estava internada há cerca de 20 dias.

Giulia Mara Santos de Oliveira, de 24 anos, que foi intubada com Covid-19 após fazer um parto de emergência, morreu um dia depois de a filha ter alta, em Santos, no litoral paulista. Ela apresentou os primeiros sintomas há um mês, e estava internada há cerca de 20 dias. Familiares confirmaram a morte da jovem ao G1 e explicaram que o sepultamento aconteceu nesta sexta-feira (26).

O namorado de Giulia, Alessandro da Conceição Ferreira, de 27 anos, postou uma foto nas redes sociais anunciando a alta da menina prematura, um dia antes da morte da companheira. “Estamos lhe esperando mamãe”, dizia na legenda. O caso da jovem ganhou repercussão após Ferreira postar um relato em formato de diário para pedir orações nas redes sociais, emocionando internautas. Segundo o namorado, a causa da morte foi insuficiência respiratória. Ao G1, ele disse que tem encontrado forças na filha do casal, a pequena Helena. “Eu vou ficar bem e forte para cuidar muito bem da nossa filha, e vou fazer tudo que a Giulia queria”, diz.

Ela estava grávida de oito meses quando começou a sentir os sintomas da doença, no dia 25 de fevereiro. Por trabalhar em uma farmácia, a jovem, que morava em Bertioga, logo buscou um diagnóstico, ao sentir dores fortes no corpo, na garganta, falta de ar e tosse. Após a suspeita de doenças gestacionais, ela fez um teste e recebeu o resultado positivo para o coronavírus sete dias depois. Mesmo medicada, ela apresentou piora no quadro e foi internada no hospital Casa de Saúde de Santos, no dia 7 de março. A jovem já estava com 50% dos pulmões comprometidos, quando os médicos avaliaram que seria necessária a intubação.

Para a segurança do bebê, foi feito um parto de emergência, mesmo com oito meses de gestação. Giulia conseguiu ver a filha antes de ser levada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Pouco antes de ser intubada, os médicos permitiram que ela conversasse com o namorado por chamada de vídeo, quando ele falou que a menina estava bem e cuidaria dela. Desde então, Ferreira pedia orações nas redes sociais para a jovem. A postagem em formato de diário chegou a milhares de pessoas e centenas de compartilhamentos. Apesar do tratamento e da intubação, a jovem morreu após 19 dias no hospital. “Ela era uma pessoa mais que especial na minha vida, e ela sempre será. Eu nunca irei esquecer daquele sorriso que tanto me cativava, ela era uma pessoa incrível, e continuará sendo”, declara. Ferreira ainda agradece às pessoas que oraram pela jovem, e faz um alerta. “Eu quero agradecer a todas as pessoas, todas as mensagem que eu recebi de força. Tudo o que eu quero é que todos fiquem bem. Todos estão sendo a maior força depois da minha filha. Obrigado, e tomem cuidado, a doença pode atingir o amor de outra pessoa”, finaliza.

*Blog Panorama Geral

Bahia: Transporte intermunicipal será suspenso durante a Semana Santa em todo estado a partir de quarta às 00h

Foto // Reprodução

Não vai ter viagem na Semana Santa baiana. Governador do Estado, Rui Costa afirmou na sua live semanal, o Papo Correria, que todo o transporte intermunicipal estará suspenso a partir da Quinta-Feira Santa, dia 1 de abril até as 5h da terça-feira, 6 de abril. A decisão é para conter e tentar frear a disseminação do coronavírus no estado. O decreto prevê que ficam suspensas, a partir da primeira hora do dia 01 de abril, a circulação e a saída, e, a partir das 9h do dia 01 de abril de 2021, a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal rodoviário, público e privado, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans, em todo estado, até as 05h do dia 06 de abril.

Com isso, todos os modais de transporte está suspenso: rodoviários e também o Ferry Boat, que fecha a partir de 20h do dia 31 de março de 2021, a circulação, a saída e a chegada de ferry boats e catamarãs, em todo estado, até as 05h do dia 06 de abril.

“Queremos, com isso, interromper e dificultar que as pessoas se aglomerem e viagem para o interior. Estamos fazendo regiões intensas, temos municípios com uma taxa alta de contaminação, como a região Sudoeste, a Região de Guanambi. E há outros municípios com números bem mais casos do ponto de vista absoluto e relativo”, afirmou Rui.

O Governador falou que ainda não foi tomada uma decisão sobre antecipar feriados, como foi realizado no ano passado. Segundo Rui, o Estado segue conversando com os municípios. A decisão vai depender dos índices de ocupação de leitos e fator de transmissão. Os feriados antecipados seriam o de Corpus Christi, São João, 2 de julho (Independência da Bahia) e 8 de dezembro (Conceição da Praia).

A Bahia manteve a alta no número de mortes por covid-19, que vem ocorrendo desde o final de fevereiro, e registrou 133 óbitos nesta terça (23). Nos últimos dias, o estado tem constantemente registrado números que ficam entre os maiores em óbitos durante a pandemia.

O número de mortes desta terça é agora o quarto maior registrado na Bahia desde o começo da pandemia. O recorde foi registrado na quinta-feira (18), quando 153 mortes foram registradas. De acordo com Rui, os esforços feitos pelo Governo e Prefeitura está se refletindo na redução no número de casos ativos na Bahia, que atualmente é de 15.402. A expectativa, agora, é manter o isolamento e as medidas até reduzir o número de óbitos e da taxa de ocupação dos leitos de UTI, que atualmente está em 84%.

*Blog Panorama Geral 











WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia