WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I














outubro 2018
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

:: 28/out/2018 . 13:07

Poções: Homicídio é registrado na zona rural do município

Fonte: Polícia Militar/79ª CIPM

Mais um homicídio foi registrado no Sudoeste Baiano. Desta vez, o fato foi registrado na região do Mulungu 2 zona rural do município de Poções. Segundo informações passadas a nossa reportagem, a vítima conhecida pelo nome de Pabro Silva de Souza, 19 anos, morador da localidade.

Ainda segundo informações, a vítima foi morta a pauladas, o crime ocorreu na madrugada deste domingo (28) por volta de 1:00h. A Polícia esteve no local fazendo o levantamento cadavérico onde foi acionado o rabecão para remoção do corpo para o (I.M.L) Instituto Médico Legal de Vitoria da Conquista. Até o momento não há informações sobre a motivação do crime, a Polícia investiga o caso.

Brasil: Com bandeira amarela, conta de luz ficará mais barata em novembro

Foto: Ilustração

Após manter a bandeira tarifária no patamar mais alto por 5 meses, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) informou nesta 6ª feira (26.out.2018) que acionará bandeira amarela em novembro. Os consumidores vão pagar R$ 1 a cada 100 kWh consumidos.

A decisão representa uma redução em relação aos meses anteriores, quando a taxa adicional era de R$ 5 a cada 100 kWh. Por conta da estiagem e do baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas, a agência manteve a bandeira vermelha 2 acionada de junho a outubro.

Segundo a agência reguladora, apesar dos reservatórios ainda estarem em níveis baixos, com início da temporada de chuvas houve uma redução do preço da energia no mercado de curto prazo, conhecido como PLD e as expectativas em relação a produção das usinas hidrelétricas aumentaram.

ENTENDA AS BANDEIRAS TARIFÁRIAS

De acordo com dados da agência reguladora, os consumidores pagaram R$ 3,5 bilhões a mais nas contas de luz referente à cobrança das bandeiras tarifárias até agosto. Desde 2015, quando o sistema de bandeiras tarifárias foi instituído, os consumidores já pagaram R$ 27,9 bilhões.

As cores das modalidades –verde, amarela ou vermelha– indicam se haverá ou não acréscimo a ser repassado ao consumidor final. O objetivo das bandeiras tarifárias é sinalizar o custo real da geração de energia elétrica.

Por conta da estiagem e baixa nos reservatórios, as hidrelétricas não geram a quantidade de energia estabelecida nos contratos. Para suprir a demanda do país, é necessário despachar usinas termelétricas, que custam mais caro.

Para o acionamento das bandeiras, são considerados o custo de geração térmica mais cara, a expectativa de chuvas e o nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas.











WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia