WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I










setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

:: ‘Tecnologia’

Mundo: TikTok recorre à justiça contra seu bloqueio nos EUA

Jovem Pam

A TikTok, subsidiária da empresa chinesa ByteDance, pediu à justiça americana que revogue a decisão de proibir o download de seu aplicativo nos Estados Unidos a partir deste domingo, 20. O governo do presidente Donald Trump atribuiu sua decisão a razões de segurança nacional, mas o TikTok alega que “as razões são políticas”, de acordo com a ação apresentada na sexta-feira à noite a um tribunal de Washington. O TikTok também alega que a proibição viola os direitos constitucionais à liberdade de expressão e a um julgamento justo. Se mantida, a proibição vai encerrar “irreversivelmente” a atividade do aplicativo no país com 100 milhões de usuários, de acordo com o processo.

Os Estados Unidos decidiram na sexta-feira proibir o download do TikTok e também do WeChat, plataforma que permite transmitir mensagens, fazer compras e pagamentos, entre outros serviços. O WeChat é usado por 19 milhões de pessoas no país. A medida foi tomada enquanto a ByteDance negocia a transferência de parte de suas atividades para uma empresa americana. A China denunciou a “intimidação” dos Estados Unidos e em retaliação adotou neste sábado um mecanismo que restringe as atividades de empresas estrangeiras. O bloqueio americano aos aplicativos chineses desafia a liberdade de expressão digital e reflete no ecossistema global da Internet, dizem analistas e especialistas.

Para o governo Trump, esses aplicativos estão sujeitos à “cooperação obrigatória com os serviços de inteligência” em Pequim. Mas, para alguns críticos, esses riscos não são claros, alegando que a proibição generalizada de plataformas levanta preocupações sobre a capacidade do governo de regulamentar a liberdade de expressão garantida na Primeira Emenda da constituição dos Estados Unidos. “É um erro pensar que esta é (apenas) uma sanção ao TikTok e ao WeChat. É uma restrição séria aos direitos da Primeira Emenda consagrados para os cidadãos e residentes americanos”, disse Jameel Jaffer, diretor do instituto Knight First Amendment no Universidade Columbia. Hina Shamsi, da American Civil Liberties Union, admite que a decisão levanta questões constitucionais e a chamou de “abuso de poderes de emergência” por Trump, que cria mais problemas de segurança do que realmente resolve.

A ordem de proibição de download dos aplicativos foi determinada para entrar em vigor a partir de domingo. As funções do WeChat devem ser afetadas imediatamente assim que forem bloqueadas, embora alguns dos serviços possam continuar a funcionar, disseram autoridades americanas. O TikTok deixará de funcionar em 12 de novembro, mas até lá os usuários dos Estados Unidos não poderão baixar suas atualizações. A medida aumenta a pressão sobre a ByteDance, empresa controladora da TikTok, para chegar a um acordo com um parceiro dos EUA para aliviar as preocupações de Washington sobre a segurança dos dados. A Oracle, uma gigante do Vale do Silício, está em negociações para operar o TikTok nos Estados Unidos.

As proibições dos EUA criariam mais fragmentações no sistema global de internet ao permitir que os governos bloqueiem serviços à vontade, de acordo com especialistas. “A decisão de Trump provavelmente fragmentará ainda mais a Internet”, disse Darrell West, diretor do centro de inovação tecnológica da Brookings Institution. “Isso vai encorajar outros países a retaliar as empresas americanas e levantar suas próprias preocupações de segurança contra as empresas estrangeiras. O resultado pode ser muitas ‘internets’ diferentes com base no país de origem”, acrescentou. Adam Mosseri, um executivo do Instagram, de propriedade do Facebook, expressou as mesmas preocupações. “A proibição do TikTok nos Estados Unidos seria muito ruim para o Instagram, Facebook e, de forma mais ampla, para toda a Internet”, disse ele no Twitter.

Mosseri acrescentou que “a maioria das pessoas que usam o Instagram está fora dos Estados Unidos, assim como a maior parte do nosso potencial de crescimento. Os riscos a longo prazo, se países com alta demanda nos banirem na próxima década, serão maiores dos que os que motivam a frear um concorrente atualmente”. Em relação, às ações judiciais apresentadas pelo Tik Tok e Wechat, o professor de direito constitucional da Universidade do Texas Robert Chesney prevê uma batalha difícil, já que os tribunais normalmente permitem que os presidentes exerçam poderes de emergência para impor garantias. Chesney disse que há elementos da Primeira Emenda nas ações judiciais, mas proibições de transações comerciais por empresas de tecnologia ainda estão sujeitas a análises de segurança nacional. “Eles têm direito à liberdade de expressão, mas isso não lhes dá o direito de começar um negócio usando a infraestrutura dos Estados Unidos”, disse ele à AFP.

Comunicação: Na era do podcast, as rádios ganham força e o futuro está garantido

Brumado Urgente

No próximo dia 25 de setembro será celebrado o Dia Nacional do Rádio. A data lembra o nascimento de Roquete Pinto, considerado o “Pai do Rádio Brasileiro”. Passados 98 anos da primeira transmissão radiofônica no Brasil, e diante do avanço tecnológico expressivo no século XXI, uma certeza: O rádio está mais vivo do que nunca. A primeira transmissão radiofônica no Brasil aconteceu no dia 7 de setembro de 1922, em comemoração ao centenário da independência. De lá para cá, muitas formas de mídia surgiram, como a televisão e a internet. No entanto, mesmo com o avanço da tecnologia que trouxeram profundas mudanças na forma de se comunicar no século XXI, o rádio está se reinventando e está em plena forma.

Até poucos anos atrás, as mudanças no entretenimento devido ao crescimento de novas formas de se comunicar, muitos pensaram que os rádios estavam com seus dias contados. Aquele hábito de pegar um aparelho e sintonizar uma estação certamente pode acabar, mas isso não quer dizer o fim do rádio. Segundo o CEO da Tubelab, Fred Furtado, isso mostra o novo caminho do rádio: “As emissoras estão se reinventando como grandes centralizadoras de entretenimento, com música, diversão, notícia e outros conteúdos. Elas estão encontrando agora os caminhos digitais, por isso com a Internet os donos das rádios estão partindo cada vez nesta rota de difundirem seus conteúdos nos meios digitais”, ele conta.

:: LEIA MAIS »

Curiosidade: Agricultor dos EUA planta sementes misteriosas da China

Brumado Noticia

Alguns meses atrás, misteriosos pacotes contendo sementes da China começaram a chegar à casa de pessoas comuns nos Estados Unidos. Preocupadas, as autoridades sanitárias e agrícolas dos EUA começaram a emitir alertas pedindo para que as pessoas não plantassem as sementes. No entanto, a curiosidade do fazendeiro Doyle Crenshaw, do Arkansas, falou mais alto. Ao receber um dos pacotes, ele não resistiu e plantou as sementes em uma horta em sua propriedade. Após fertilizá-las por algumas semanas, as sementes se transformaram em uma planta que “cresce loucamente”, segundo disse Crenshaw, informa o jornal Correio Braziliense. Em meio à folhagem verde, nasceram também flores alaranjadas e um fruto comprido e claro que parece com uma abóbora.

Vitoria da Conquista: Aeroporto volta a receber voos que foram suspensos a partir desta segunda (03)

Metro1

O Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, vai voltar a receber voos que foram suspensos desde março, a partir de amanhã (03). Com isso, a cidade vai contar também com voos diretos de Campinas (SP) da Azul Linhas Aéreas. Atualmente, apenas dois voos estão em operação, um para Salvador e outro para São Paulo, ambos pela Gol.

Os voos da Azul serão às segundas, quartas, sextas e domingos e serão com aeronaves modelo Embraer E1, com capacidade para até 118 passageiros. As passagens para os destinos já estão disponíveis para compra. Ainda de acordo com a empresa aérea, além de Vitória da Conquista e Ilhéus, outras seis bases serão reabertas neste mês em Dourados (MS), Presidente Prudente (SP), Campina Grande (PB), Governador Valadares (MG), Juiz de Fora (MG) e Joinville (SC).

Com isso, a empresa deve operar 303 voos diários em agosto, um crescimento de 290% no comparativo com a malha operada em abril.

Bahia: Lei promulgada coloca fim na validade dos créditos de celulares pré-pagos

Informações / BNEWS

As operadoras de telefonia móvel com cobertura na Bahia não podem fixar validade nos créditos de celulares pré-pagos. Isso é o que determina o projeto de autoria do líder do PSD na Assembleia Legislativa, deputado Alex da Piatã (PSD), aprovado no Plenário da Casa, e promulgado pelo presidente da ALBA, deputado Nelson Leal (PP).  A lei 14.228/2020 foi publicada no Diário Oficial do Legislativo da sexta-feira, dia 8 de fevereiro, com vigência imediata. As informações são do BNews.

A norma, segundo Alex da Piatã, visa beneficiar um número significativo de consumidores do ramo de telefonia. “O público que usa pré-pago é formado principalmente por pessoas de baixa renda. Tendo em vista que são milhões de pré-pagos na Bahia, estão, com certeza, arrecadando milhões de reais que esse público perde para as companhias telefônicas. Não faz sentido ter vencimento: não é algo perecível. É injusto!”, argumentou.

O deputado ressalta o texto da lei. De acordo com o pessedista, a matéria leva em consideração o atendimento da necessidade do consumidor na proteção dos interesses econômicos e melhorias na qualidade de vida. Também alega uma harmonia das relações de consumo como premissa do Código de Defesa do Consumidor. “Os mais pobres serão beneficiados”, garantiu.

Apesar de entendimentos sobre matérias de telecomunicações serem prerrogativas do Congresso Nacional, Alex ressalta que existe entendimento no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o caso. “A premissa maior da lei não é regular a telefonia ou telecomunicações, mas garantir de maneira primordial o direito do Consumidor que não pode ser lesado. Temos entendimentos no STF que matérias dessa natureza podem vigorar”, justificou.

Tecnologia: Whatsapp deixará de funcionar em alguns aparelhos em 2020

Imagem Ilustrativa

Se você é usuário de um smartphone antigo, é melhor começar a pensar em um novo aparelho para o ano que vem. Isso porque alguns smartphones não poderão mais rodar o WhatsApp a partir de fevereiro de 2020.

O motivo se deve a incapacidade de sistemas operacionais desatualizados – e que já não recebem novos updates – rodarem as versões mais novas do aplicativo de mensagens.

Segundo o próprio WhatsApp, nos smartphones que utilizam o Android é preciso estar pelo menos com a versão 4.0.3 do sistema operacional instalada – disponibilizada ainda em outubro de 2011. Usuários de iPhone precisam realizar o update do iOS para a versão 9.0.

Como saber qual é a versão do seu Android:

-Acesse as Configurações do dispositivo, depois SISTEMA
-Clique em Sobre o telefone (ou Sobre o dispositivo ou Sobre o tablet)
-Clique em Informação do Software.
-Várias informações serão exibidas, incluindo a versão do Android que roda no seu celular.

Tecnologia: Whatsapp é principal fonte de informação do brasileiro, diz pesquisa

Imagem Ilustrativa

Uma pesquisa realizada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado mostrou o Whatsapp como principal fonte de informação dos entrevistados: 79% disseram receber notícias sempre pela rede social. O ambiente possui mais de 136 milhões de usuários no Brasil, sendo a plataforma mais popular juntamente com o Facebook. Depois do Whatsapp, outras fontes foram citadas, misturando redes sociais e veículos tradicionais na lista dos locais onde os brasileiros buscam se atualizar. Apareceram canais de televisão (50%), a plataforma de vídeos Youtube (49%), o Facebook (44%), sites de notícias (38%), a rede social Instagram (30%) e emissoras de rádio (22%). O jornal impresso também foi citado por 8% dos participantes da sondagem e o Twitter, por 7%.

No caso da televisão, o percentual foi maior entre os mais velhos: 67% dos consultados com mais de 60 anos disseram se informar sempre por esse meio, contra 40% na faixa entre 16 a 29 anos. Já o Youtube apareceu como mais popular entre os mais jovens. Os que afirmaram ver vídeos sempre na plataforma chegaram a 55% na faixa de 16 a 29 anos, contra 31% entre os com 60 anos ou mais. No caso do Instagram, a diferença é ainda maior. Entre os jovens, 41% relataram buscar informações sempre na rede social. Já na faixa dos 60 anos ou mais, o índice caiu para apenas 9%.

A pesquisa também avaliou os hábitos dos entrevistados nas redes sociais. O tipo de ação mais comum foi a curtida de publicações, ato realizado sempre por 41% dos participantes da sondagem. Em seguida, vieram compartilhamento de posts (20%), publicar conteúdos (19%) e comentar mensagens de outros (15%).

Método
A pesquisa ouviu 2.400 pessoas com acesso à internet em todos os estados e no Distrito Federal. As entrevistas foram realizadas por telefone no mês de outubro. A amostra foi composta de modo a buscar reproduzir as proporções da população, como as de gênero, raça, região, renda e escolaridade. Segundo os autores, o nível de confiança é de 95%, com margem de erro de dois para mais ou para menos.

Política: WhatsApp baniu 400 mil contas no Brasil durante eleição de 2018

*O Antagonista

Em resposta a CPMI das Fake News, o WhatsApp disse que baniu 400 mil contas no Brasil durante as eleições de 2018. Os usuários foram punidos por violarem os termos de uso do aplicativo, que inclui disparo de mensagens em massa e atividades automatizadas.

“Como o WhatsApp é uma plataforma criptografada, nossas decisões contra atividades automatizadas e de envio de mensagens em massa são baseadas no comportamento das contas ao invés do conteúdo de mensagens.”

Ainda de acordo com as investigações, outras contas estão sendo monitorada e poderá cair nas eleições municipais 2020 que acontecerá em todo o país.

Atenção: Bahia tem 9,6 milhões de linhas de celular pré pagas que podem ser canceladas dia 18

*Correio

A Bahia tem, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), 9.653.290 celulares pré-pagos habilitados. O número engloba linhas de cinco códigos diferentes (71, 73, 74, 75 e 77), que participam da terceira fase do Projeto Cadastro Pré-Pago, que visa atualizar as informações cadastrais dos usuários desse tipo de serviço.

O prazo para que os dados sejam enviados pelos clientes às operadoras acaba na segunda-feira que vem, dia 18 de novembro. No projeto, as operadoras realizam contato com os titulares de linhas móveis pré-pagas e alertam sobre a necessidade de atualização dos dados cadastrais. Esta comunicação pode ser feita por mensagem de texto (SMS), voicer (chamada de voz gravada), ligações, pop-ups nas telas dos celulares, entre outros.

O consumidor que receber o contato da prestadora precisará fornecer o nome completo e endereço. Além disso, no caso de pessoa física, deve informar o número do CPF/carteira de Identidade e, de pessoa jurídica, o CNPJ.  Caso o consumidor receba a notificação e não realize a atualização cadastral, terá sua linha móvel pré-paga bloqueada.

Concluído o prazo de cadastramento, a Anatel disponibilizará em seu site informações relativas ao quantitativo de cadastros irregulares de usuários pré-pagos existentes no estado do Bahia, quantas linhas foram bloqueadas, o número de cadastros atualizados e o percentual de atualização cadastral alcançado com o projeto.

As duas primeiras fases do projeto, que já foram encerradas, englobaram linhas dos seguintes estados: Goiás, Mato Grosso do Sul, Acre, Tocantins, Rondônia, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina. Nesses locais, o projeto identificou menos de 0,5% de cadastro irregulares, ao final das etapas de recadastramento

Tecnologia: Facebook começa teste para ocultar número de curtidas

A atualização do Instagram que escondeu o número de likes deu o que falar e o mesmo deverá acontecer com o Facebook. A empresa confirmou que, na última sexta (27), começou a ocultar a quantidade de curtidas e reações em publicações da rede social como um teste para melhorar o bem-estar dos usuários.

O teste será parecido com o do Instagram, que começou no Canadá e depois foi expandido para outros seis países, incluindo o Brasil. No caso do Facebook, os primeiros a experimentarem a mudança serão os australianos. Os autores das publicações ainda poderão visualizar o número de curtidas, mas a informação será ocultada para todo o resto.

O Facebook explica que está fazendo um “teste limitado em que os contadores de curtidas, reações e visualizações de vídeos são tornados privados no Facebook”. Durante o experimento, o objetivo é “coletar feedback para entender se essa mudança melhorará as experiências das pessoas”.

A importante modificação tem por objetivo aliviar em certa medida a pressão social derivada da necessidade de obter a aprovação dos demais e concentrar a atenção mais na própria publicação do que em sua popularidade. Mais de um bilhão de pessoas utilizam o Facebook em todo o mundo. A rede social é acusada de ter um impacto na saúde mental, especialmente entre os jovens.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia