WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I












março 2021
D S T Q Q S S
« fev    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

:: ‘Política’

Região: Prefeito do município de Boa Nova tem contas referente ao exercício 2019 aprovadas pelo TCM

Foto / Reprodução internet

Em sessão acorrida nesta quarta-feira, 11 de Novembro, os Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCM), aprovaram contas de diversos municípios do estado referente ao exercício 2019, dentre eles, o município de Boa Nova no Sudoeste Baiano.

No executivo municipal, está o prefeito Adonias Rocha (PSD) que na avaliação dos munícipes, vem fazendo um trabalho administrativo que tem levado o município a trilhar o caminha do desenvolvimento econômico, social e turismo, como também  credibilidade diante dos órgãos estaduais e federais.

Por unanimidade dos Conselheiros, aprovaram as contas do prefeito Adonias Rocha referente ao exercício 2019. Ressaltamos que com as contas 2019 aprovadas pelo TCM, o prefeito chega ao numero de 14 contas aprovas pelo Tribunal de Contas, tornando ele uma referencia no cenário político regional.

Confira no link a seguir;

https://www.tcm.ba.gov.br/contas-de-medeiros-neto-e-outros-dez-municipios-sao-aprovadas/

  • Reportagem / Panorama Geral

Eleições 2020: TRE-BA volta atrás, permite carreatas de campanha na Bahia, mas define restrições

Bahia Notícia

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) voltou atrás na decisão de proibir todos os atos presenciais de campanha (leia mais aqui), e decidiu nesta quarta-feira (11) por autorizar a realização de carreatas com até três pessoas por veículo e com a participação máxima de 60 carros. A decisão foi tomada em sessão da Corte eleitoral baiana nesta quarta, pelos juízes eleitorais, após alguns partidos políticos contestarem a resolução assinada pelo presidente do tribunal, desembargador Jatahy Júnior. “Os partidos políticos se juntaram e eles vinham reclamando. Os advogados se reuniram e fizeram um pleito. Liberou a distribuição de material gráfico nas residências. Não pode fazer nas carreatas, por exemplo”, explicou o advogo Ademir Ismerim, especialista em direito eleitoral, que participou da sessão.

As demais proibições seguem valendo, inclusive a realização de passeatas.

Caetanos: Candidato a prefeito estava recebendo auxílio emergencial; Diz lista da TCU

Foto / Reprodução

Por meio de despacho assinado na última sexta-feira, 06 de novembro, o ministro Bruno Dantas tornou pública lista produzida pelo TCU que contém os candidatos que declararam patrimônio igual ou superior a R$ 300mil e que receberam alguma parcela do auxílio emergencial até julho de 2020. É possível verificar também casos em que o patrimônio declarado do candidato supera 1 milhão de reais. Tais casos demonstram potenciais integrantes do rol de inclusões indevidas do benefício, uma vez que os indícios apontam renda incompatível com as regras do programa. Essa lista foi divulgada mediante parcial supressão dos CPFs dos candidatos.

Uma notícia caiu como uma bomba no cenário político do município de Caetanos, no Sudoeste Baiano. O fato foi a lista divulgada pelo TCU ( Tribunal de Contas da União). Onde aparece o nome do atual candidato no município de Caetanos como um dos beneficiados pelo programa do governo federal, em meio a pandemia da COVID-19, auxílio emergencial. A notícia abalou os moradores do município que tanto tentou e não foram contemplados.

CARLOS ALBERTO ALVES, ou Roberto da Padaria, como assim é conhecido, é candidato a prefeito do município nas eleições municipais 2020 pelo PROGRESSISTA (11), confira no link a baixo.

https://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2020/2030402020/34029/50001170863

Na lista mostra o nome do atual candidato Roberto da Padaria

Segue a baixo link da lista onde está registrado o nome do candidato a prefeito Roberto da Padaria. Até o momento o atual candidato não se manifestou sobre o fato.

Lista de candidatos com patrimônio superior a R$ 300 mil que receberam o auxílio emergencial da Covid-19

 

Politica Poçoense: Coligação “Para Poções Continuar Avançando” divulga agenda de campanha da semana

Reprodução

Política: PF deflagra duas operações para apurar desvio de dinheiro no Sul e Sudoeste da Bahia

A tarde

A Polícia Federal (PF) deflagrou duas operações na manhã desta quarta-feira, 4, para apurar desvio de benefícios nas cidades de Ilhéus e Vitória da Conquista. Ao todo, são cumpridos seis mandados de prisão temporária e 17 de busca e apreensão. As operações são deflagradas de forma simultânea, sendo que a Demisso se refere a casos investigados em Vitória da Conquista e a Persona Ficta, em Ilhéus. As ações da PF têm como foco o combate a fraudes na obtenção do benefício de seguro-desemprego e em empréstimo com a Caixa Econômica Federal. Na Operação Demisso, uma associação criminosa especializada em fraudes de seguro-desemprego é investigada.

De acordo com a PF, o grupo simulava vínculos empregatícios fictícios mediante inserção de dados falsos nos sistemas públicos, além de inserir anotações falsas nas Carteiras de Trabalho e Previdência Social, com o objetivo de simular o preenchimento dos requisitos para requerimento e saque do benefício de seguro-desemprego.

Esta organização funcionava a partir de três núcleos: a) mentores: pessoas responsáveis pela idealização, planejamento e coordenação das fraudes; b) apoio técnico: pessoas com conhecimento especializado que munia os investigados com informações necessárias para realização das fraudes; e c) sacadores: pessoas que figuram como sócios das empresas fictícias ou como empregados dos vínculos empregatícios falsos, e que realizam os saques.

Já a Operação Persona Ficta, em Ilhéus, apura um possível grupo criminoso dedicado à prática de estelionatos por meio de uso de documentos falsos para contratação de empréstimos perante a Caixa Econômica Federal.

Os empréstimos eram realizados em diversas agências, sobretudo nas cidades de Itabuna e Ilhéus.Os investigados usavam documentos de identidade falsos criados com a própria fotografia, ludibriando a empresa pública federal, prática similar à de um “dublê”.

Segundo a PF, os empréstimos fraudulentos alcançam mais de R$ 200 mil.

Amélia Rodrigues: Candidato a vice-prefeito é preso por tentativa de suborno a PMs

Um candidato a vice-prefeito, na cidade de Amélia Rodrigues, foi preso, na noite de terça-feira, 3, após tentativa de suborno contra policiais militares no município a 87 km de Salvador.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o político ofereceu dinheiro para liberar um carro apreendido fazendo propaganda eleitoral abusiva.

Ainda conforme a SSP, a tentativa de suborno foi gravada por um oficial do 2° Pelotão da 20a Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Santo Amaro). O áudio e o autor do suborno, que confessou ser dele a voz gravada, foram apresentados na 3ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), na cidade de Santo Amaro.

Na unidade da Polícia Civil, o candidato foi autuado em flagrante por corrupção ativa e segue custodiado à disposição da Justiça.

Brasília: Cabo de guerra na Câmara trava reformas e pautas prioritárias

Câmara dos deputados

Na reta final para o recesso parlamentar de fim de ano, líderes partidários na Câmara dos Deputados  apontam dificuldade em aprovar até dezembro pautas consideradas prioritárias, como a proposta de emenda à Constituição que cria gatilhos para o controle de despesas públicas, a chamada PEC Emergencial. Faltam menos de oito semanas para o início oficial das férias dos congressistas, a partir de 23 de dezembro. Além do tempo curto, a eleição municipal esvazia o Congresso Nacional nesse período porque os parlamentares se dedicam à campanha nos estados de origem.

Associada a isso, há ainda a obstrução da base aliada do governo Bolsonaro, que tem derrubado por falta de quórum as votações na Câmara nas últimas semanas e impedido o avanço de matérias. O motivo é a disputa pelo comando da Comissão Mista de Orçamento (CMO), responsável por definir as prioridades do Orçamento da União e a distribuição de recursos para o ano que vem. Há um embate acirrado entre o grupo do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o chamado Centrão, base aliada do governo Bolsonaro controlada pelo deputado Arthur Lira (AL), que lidera a bancada do Progressistas.

Cada grupo defende um nome para presidir a CMO e nenhum dos dois dá sinais de que irá ceder. O cabo de guerra serve para medir forças para a sucessão à presidência da Câmara em fevereiro. Lira está de olho na cadeira de Maia. “Não acredito que a gente consiga votar nenhuma dessas pautas, como a [PEC] Emergencial ou a reforma tributária”, avalia o deputado Joaquim Passarinho (PSD-PA), um dos vice-líderes do bloco liderado por Lira. Para o líder do PT, Ênio Verri (PR), o foco da maioria agora está nas eleições e, depois, não haverá tempo até o fim do ano para debater assuntos polêmicos e chegar a consensos.

Ele considera certa apenas a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que orienta a elaboração do Orçamento. O impasse na CMO já se arrasta há várias semanas, e a avaliação é a de que só deve se resolver após o primeiro turno das eleições, em 15 de novembro. “Quando há tempo, há briga. Quando o tempo vai apertando, as coisas vão se acertando. Mas definição na CMO só depois do primeiro turno”, afirma Joaquim Passarinho. Apesar da obstrução, integrantes do bloco reconhecem a necessidade de avançar em assuntos como a LDO. Se a lei não for aprovada até o fim deste ano, o governo pode ser obrigado a suspender todos os gastos no ano que vem, inclusive o pagamento de aposentadorias e benefícios sociais. É a primeira vez em que há esse risco.

Na avaliação do deputado Fausto Pinato (PP-SP), outro vice-líder do bloco, o atraso na instalação da CMO atrapalha a discussão sobre a previsão de despesas e alocação de receitas para o ano que vem. “Isso prejudica o planejamento do futuro”, pondera. O líder do Solidariedade, Zé Silva (MG), também defende a votação da LDO. “Temos que votá-la, estou trabalhando para isso”, diz. Como forma de pressão pelo controle da CMO, partidos do Centrão não têm registrado presença no plenário, o que fez com que três sessões consecutivas fossem encerradas porque o número mínimo para votações (257 deputados) não foi atingido. Nesta semana, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reclamou da obstrução e culpou os governistas pelo atraso nas reformas.

Manoel Vitorino: Jocinha Lima desiste de candidatura a prefeita e declara apoio ao professor Robson Villar

Foto / Tela da Live

O anúncio foi feito através de uma live promovida pelo Jornalista Levy Barros, editor chefe do Portal Catingal. De acordo com a ex candidata, a decisão foi tomada após reunião com familiares, amigos, colegionarios do Partido dos Trabalhadores (PT), presidida por ela [Jocinha ] no município.

A live foi na noite da última quinta-feira (29) no estúdio de Levy, onde contou com a presença do candidato a prefeito Robson Villar, a ex candidata Jocinha Lima, candidatos a vereadores e apoiadores.

Robson agradeceu o ato de humildade (segundo ele) da então candidata a prefeita que abriu mão de sua candidatura para declarar apoio a Robinho. Para Jocinha, de acordo com sua fala, “abrimos mão porque eu acredito no professor e juntos declaramos que somos mais fortes”, declarou ela.

*Panorama Geral

Imprensa: Equipe de afiliada da Globo é agredida em Florianópolis durante reportagem

Exame

Uma equipe da NSC TV, afiliada da Rede Globo em Santa Catarina, foi agredida por populares na manhã desta segunda-feira (2), em uma praia em Florianópolis. As informações são do portal G1. A equipe fazia uma reportagem sobre fiscalizações na praia durante o feriado de Finados, quando um grupo avançou sobre a repórter Bárbara Barbosa e o repórter cinematográfico Renato Solder, tentando impedi-los de realizar a matéria. Os dois foram cercados pelas pessoas que estavam na faixa de areia em frente a um posto salva-vidas na Praia do Campeche, descumprindo um decreto municipal que proíbe a permanência nessa área, por conta da propagação do coronavírus.

Algumas pessoas ameaçaram quebrar a câmera, outras tentararam tirar das mãos da repórter o celular que ela usava para gravar a agressão. Após a confusão, Bárbara conseguiu recuperar o aparelho, mas acabou sofrendo arranhões e marcas de agressão no braço. Segundo a reportagem, a Polícia Militar e a Guarda Municipal foram acionadas e um boletim de ocorrência será registrado pela emissora.

Em nota, a Associação Nacional de Jornais (ANJ) repudiou as agressões sofridas pelos profissionais:

“Foi uma atitude covarde, autoritária, intolerante e que demonstra falta de compreensão do papel dos jornalistas na sociedade. “Além das agressões verbais e físicas, condenáveis em qualquer situação, o que houve foi também uma tentativa de impedir que a verdade chegue ao conhecimento dos cidadãos. Portanto, se trata de um ataque ao direito das pessoas de serem livremente informadas. A ANJ espera que os agressores sejam identificados e encaminhados à Justiça, para que sejam punidos nos termos da lei”, diz a nota.

A Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão (Acaert) também se manifestou sobre o fato.

“Qualquer tipo de intimidação ou constrangimento ao trabalho de equipes de reportagem em sua missão de informar a população configura um atentado contra a liberdade de imprensa, principalmente neste momento de pandemia. Desta forma, pedimos que as autoridades identifiquem e punam exemplarmente os responsáveis pela agressão, destacando que qualquer tentativa de cercear os meios de comunicação são, também, um crime contra a democracia”.

COVID-19: Com alta na transmissão do coronavírus, recorde de casos diários no mundo já foi batido neste mês; OMS teme devastação

*EXTRA

mundo passou dos 44 milhões de casos confirmados do novo coronavírus nesta quarta-feira, 28, apontou o monitoramento da universidade americana Johns Hopkins, referência nas estatísticas globais da pandemia. O número de mortos em todo o planeta já passa de 1,17 milhão. Outubro ainda nem terminou, mas já é o mais alarmante momento da pandemia no que diz respeito à transmissão do vírus. Ao longo do mês, o mundo bateu nove vezes o recorde de infecções diárias, segundo a Organização Mundial Saúde (OMS). De acordo com um balanço feito pela agência de notícias AFP a partir de dados divulgados por autoridades de saúde, foram registrados no planeta mais de 510 mil casos somente na última terça-feira, 27, o pior número diário desde o início da pandemia. Mais da metade deles foram contabilizados em apenas dez países: EUA, Índia, Brasil, Rússia, França, Espanha, Argentina, Colômbia, Reino Unido e México. No total, foram 516.898 infectados e 7.723 óbitos em apenas 24 horas, entre segunda, 26, e terça-feira, 27.

Foram quatro milhões de diagnósticos em todo o mundo em apenas dez dias, uma alta impulsionada pelos Estados Unidos, que, pela primeira vez, teve mais de 502 mil infectados em apenas uma semana, segundo a Johns Hopkins — nos sete dias anteriores, foram 370 mil. Os EUA são responsáveis por quase 20% de todas as infecções mundiais, com cerca de 8,8 milhões de confirmações da Covid-19 até ontem, mantendo-se no topo do ranking. Em seguida, vem a Índia, com 7,9 milhões, de acordo com a universidade americana. O Brasil aparece em terceiro lugar: nesta quarta-feira, 28, segundo o último levantamento do consórcio de veículos de imprensa, o país chegou a 5,46 milhões de infectados e 158.468 mortes pela Covid-19. Os dados se referem ao total de registros confirmados pelas autoridades sanitárias de cada nação. Os casos subnotificados de Covid-19 não entram na conta, o que significa que os números são ainda maiores.

Mas é na Europa, no entanto, que a pandemia avança mais rapidamente, com uma média diária maior que 220 mil casos nos últimos sete dias, aumento de 44% em relação à semana anterior, segundo a AFP. O continente se aproxima dos dois mil mortos por dia — no pior momento da pandemia na região, em abril, eram registrados cerca de quatro mil óbitos por dia. Nesta quarta-feira, 28, em meio a uma forte alta dos casos na Europa — com ainda mais casos diários do que se registrava no primeiro semestre —, os governos da Alemanha e da França anunciaram um lockdown parcial para conter a segunda onda do novo coronavírus e evitar o colapso dos hospitais. Em comum, as novas diretrizes anunciadas incluem o fechamento de bares e restaurantes. Apenas escolas podem abrir.

O governo alemão determinou o fechamento de bares, restaurantes e outros estabelecimentos a partir da próxima segunda-feira, dia 2. Comércios e escolas abrirão, mas as autoridades reforçaram as recomendações para que as pessoas permaneçam em casa. Além disso, os encontros sociais ficarão limitados a até dez pessoas de famílias diferentes. Numa reunião com autoridades locais, a chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou que os números da Covid-19 aumentaram rápido demais no país e que o nível dos contágios fugiu de controle. A decisão foi tomada depois que autoridades de saúde alemãs registraram quase 15 mil novos casos em apenas 24 horas — o maior número de diagnósticos diários no país desde o início da pandemia. Ao todo, a Alemanha chega a quase 480 mil infectados, segundo a universidade Johns Hopkins.

O presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou a retomada de medidas como o fechamento de bares, restaurantes e lojas e a volta da exigência de atestados para que as pessoas possam circular nas ruas. As escolas até o ensino médio ficarão abertas, mas deverão seguir protocolos que ainda não foram divulgados. O governo francês também determinou que o país foque totalmente em obras públicas e na produção industrial para evitar um tombo ainda maior na economia do país. As autoridades, no entanto, pedem que as empresas deem preferência ao trabalho remoto, mantendo seus funcionários em casa. O comércio, segundo o presidente, poderá reabrir em 15 dias caso as autoridades avaliem que as primeiras semanas do lockdown deram bons resultados. Em pronunciamento na televisão, Macron avaliou que o impacto da segunda onda da Covid-19 será pior do que o primeiro pico da doença no país, entre março e abril.

A segunda onda será sem dúvida mais dura e mortal do que a primeira — afirmou Macron. De acordo com as autoridades de saúde francesas, entre 40 mil e 50 mil novas infecções têm sido identificadas todos os dias. Ao todo, o país registrou 1,2 milhão de casos.







WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia