WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I












fevereiro 2021
D S T Q Q S S
« jan    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  

:: ‘Política’

Eleições 2020: Cloves Andrade visita as feiras-livres de Planalto e Lucaia

Plantão Planalto

No sábado dia (17), o candidato a Prefeito pelo PT, Cloves Andrade, ao lado da sua família, amigos e companheiros políticos estiveram fazendo visitas na Feira-Livre de Planalto. No domingo (18), foi a vez do distrito de Lucaia, que fica cerca de 16 km da Sede de Planalto.

Durante o percurso pela feira de Planalto, o candidato a prefeito ouviu e se comprometeu a cuidar do município, da mata à caatinga. Em Lucaia, a recepção não foi diferente, ao chegar na residência do vereador Hernildo Bandeira, onde era o ponto de concentração, os eleitores e apoiadores que estavam aguardando a chegada do candidato Cloves Andrade, gritaram e cantaram músicas do partido.

“Foi surpreende a forma que fomos recebidos pelo povo, tanto em Planalto como em Lucaia, ouvimos as demandas e necessidades da população planaltense que vêm sofrendo ao longo dos 04 anos. Tanto eu, como nossa vice Wanessa Rocha e nossos candidatos a vereadores estamos empenhados à atender as necessidades do povo e reconstruirmos nossa Planalto”. Disse Cloves Andrade ao Blog Plantão Planalto.

A Polícia Militar, GCM e Vigilância Sanitária estiveram presentes durante a caminhada, fazendo a segurança.

Confira mais fotos clicando aqui.

*Panorama Geral

 

Política: Irmão de candidato a prefeito é preso em flagrante com muito dinheiro e santinhos

Reprodução

A Justiça acatou parecer do Ministério Público eleitoral, emitido pelo promotor de Justiça Thiago Cerqueira, e proibiu Gilberto dos Santos Rocha Filho, irmão de candidato a prefeito em Mutuípe, de participar de atos de propaganda eleitoral em bares, festas e comitês de campanha, além de se ausentar do município sem autorização do juízo eleitoral. A decisão foi proferida sexta-feira, 16, pelo juiz Fabiano Soares que, seguindo entendimento do MP, homologou o auto de prisão em flagrante delito contra Gilberto Filho. Segundo a decisão e o parecer, Gilberto dos Santos foi flagrado no último dia 9 com R$ 50 mil em dinheiro trocado com notas de R$ 50, guardado em um saco preto, dentro de um veículo que ele conduzia na BR-101, no município de Laje. Com o montante, havia material publicitário de dois candidatos a prefeito.

O promotor de Justiça Thiago Cerqueira e o juiz entenderam que ele foi flagrado cometendo crime antecedente de lavagem de dinheiro com fins eleitorais. “O valor apreendido é mais de 46 vezes superior ao permitido para doações em espécie (R$ 1.064), o que revela a sua origem ilícita. Ademais, o flagranteado foi apreendido com valores que aparentavam ter sido recentemente sacados, com material publicitário de dois candidatos, apresentava-se nervoso, sem querer declinar a origem do numerário, além de ter tentado fugir ao visualizar a polícia na estrada”, afirmou o promotor no parecer.

Na decisão, o juiz pontuou que a prisão preventiva pode ser decretada, caso Gilberto Filho descumpra as medidas cautelares. Ele se encontra em liberdade, depois de pagar fiança estabelecida pela polícia.

Fake News na Política: Morte de ativista vira motivo de politicagem no município de Boa Nova

ilustração

Relembre o caso ; “Edvan José Ribeiro foi morto a tiros enquanto encerrava mais um dia de trabalho voluntário na construção de uma casa de idosos, na tarde dessa terça-feira, 19 de novembro 1019, na região do Campo da Volta, zona rural da cidade de Mirante-BA.  A principal linha de investigação da Delegacia de Homicídios é execução. Os criminosos fugiram de moto sem levar nada da vítima” diz o trecho noticiado na imprensa baiana.

http://www.williandavi.com.br/v1/2019/11/19/violencia-homem-e-morto-enquanto-trabalhava-em-obra-na-regiao-do-penachinho/

Quase um ano depois, o acontecimento fatal vem a tona. Na época, a Polícia Civil do município de Boa Nova, no Sudoeste baiano, abriu  investigação  que segue em andamento com o compromisso de encontrar os homicidas. Após nossa reportagem ter lindo em um perfil de Facebook e alguns grupos de Whatsapp, o post onde mostravam supostos culpados pelo acontecido “encontrou os culpados”, dizia a escrita.

Seguindo o caminho legal do jornalismo serio e coerente, começamos a fazer uma analise da postagem com o seguinte questionamento; Se os suspeitos são as pessoas que saíram no post, porque a polícia não os deteve? Com este questionamento chegamos à seguinte conclusão, tudo não passa de uma politicagem baixa, vadia, sem escrúpulos  contra famílias de pessoas do bem.

post falso divulgado na internet

Fazemos um jornalismo limpo e  com profissionalismo. Baseado nesta seriedade, é que combatemos mais  essa FAKE NEWS, amparado pela Lei 2.630/2020, que busca combater a disseminação de informações falsas na internet, as chamadas fakes news, foi aprovado pelo Senado dia 30 de Junho do corrente ano (2020), sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro.  No  Art. 287-A –  da Constituição Brasileira diz; “Divulgar notícia que sabe ser falsa e que possa distorcer, alterar ou corromper a verdade sobre informações relacionadas à saúde, à segurança pública, à economia nacional, ao processo eleitoral ou que afetem interesse público relevante. Considera crime com; Pena – detenção, de seis meses (06) há dois anos (02), e multa, se o fato não constitui crime mais grave”.

Identificamos que o post citado a cima,  tudo não passou de uma manobra política por simpatizantes dos grupos ligados a oposição, que em sua postagem não teve respeito em acusar por meio de perfil falso na internet, pais de famílias que mantém o tradicionalismo da boa índole na localidade onde residem, mantendo um histórico de credibilidade e respeito ao próximo. Lamentamos esse tipo de politicagem baixa, suja, nefasta, praticados por políticos do submundo das idéias que são capazes de provocar todo tipo de atrocidades para subir ao poder.

Na oportunidade, queremos expressar nossos sentimentos a família de Edvan Ribeiro (Im memória), grande homem, que deixou um legado para sua geração. Lamentamos que familiares estejam vivendo esse momento de dor, em ver o ente tão querido tendo seu nome exposto em redes sociais, por políticos desprovidos de compaixão e sentimento humanitário, nem respeito à memória tão aplausível que Edvan deixou, o de ajudar ao próximo.

O caso segue em investigação, inclusive anexado a postagem do fake news. Imagem foram preservadas por não termos autorização dos familiares, trechos foram preservados por está com investigação em rumo. Ressaltamos que o ato criminoso de criar FAKE NEWS tato os criadores e compartilhadores e até mesmo quem curte, podem ser enquadrados criminalmente pela justiça.

*Por Noerivan Nascimento ( Jornalista em formação)

Eleições: Sesab envia nota técnica ao TRE e pede proibição de comícios e passeatas na Bahia

Reprodução

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), através do Centro de Operações de Emergência em Saúde da Bahia (Coes), enviou nota técnica ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) onde pediu pela proibição da realização de comícios, passeatas, caminhadas e acompanhamento a pé durante carreatas em todo o estado da Bahia.

“O objetivo é evitar o crescimento acelerado de casos e redobrar atenção em diversas localidades, a exemplo das regiões Sudoeste, Sul, Norte e Nordeste que tem permanecido com um platô elevado de infectados e taxas de ocupação de leitos em percentuais de atenção”, explicou o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Villas Boas.

Na nota técnica, a recomendação pela proibição de Comícios e passeatas justifica que “tais eventos promovem grandes aglomerações de pessoas, colocando seus participantes em risco de infecção pela Covid-19″. A decisão por acatar a recomendação transita na esfera municipal, devendo ser acatada pelo Juiz Eleitoral de cada município.

A Nota Técnica 81 está disponível no site e detalha as recomendações, sempre ratificando o uso de máscara, higienização frequente das mãos e manutenção do distanciamento social.

Caetanos: Candidato da oposição foge de debate por não ter plano de gestão para apresentar

Foto / Reprodução

Um debate pode servir para esclarecer questões, como em oitivas em comissões parlamentares de inquérito, refutar teorias, verificar a validade de idéias, convencerem, buscar a veracidade de um argumento, treinar etc. É um método de apresentar formalmente argumentos de uma forma disciplinada. Mas, para o candidato a prefeito da oposição, o Sr.Roberto, debates não faz parte de sua agenda, haja vista, o candidato citado não tem plano de gestão caso adentre a prefeitura.

De acordo com fontes, tanto os candidatos Paulo de Reis e Bene aceitaram participar do debate que já tem data marcada, será dia 30 de outubro. Na política de Caetanos nunca se viu uma transmissão de debate político, pois não havia essa necessidade, eram permitidos comícios, grandes reuniões e os candidatos falavam diretamente para seu público. A pandemia mudou essa realidade, os artistas também não faziam shows via internet eles se apresentavam direto para seu público, mas hoje isso não é mais permitido, e a única forma de interagir com seu público é através de lives, é uma ótima opção para o político mostrar seu preparo, seu plano de governo para o eleitor e conterrâneos que moram em outras cidades e estão atentos a política Municipal. Hoje foi proibido todo e qualquer tipo de aglomerações políticas, logo o debate torna-se imprescindível.

Reprodução

O que leva um candidato e seu grupo político a recusarem e criticarem o debate democrático? Estão com medo do que? Não confiam no preparo, no “taco” do seu candidato? Tem medo de dar a cara a tapa? Vamos para o debate, se você tem medo de encarar um debate será que está preparado para os desafios que vem pela frente? Só nos restam a dúvida, melhor não pagar pra ver!

 

Eleições: Conheça as medidas de segurança contra covid-19 para o dia da votação

*TSE

Por causa da pandemia do novo coronavírus, uma série de protocolos de segurança serão adotados pela Justiça Eleitoral no primeiro e no segundo turno das eleições municipais nos dias 15 e 29 de novembro, respectivamente. Elaborado por uma equipe de especialistas dos hospitais Albert Einstein, Sírio-Libanês e por técnicos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), consultados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o plano de segurança sanitária para as eleições municipais de 2020 é focado em duas frentes: mesários e eleitor. Cartazes ilustrativos com o passo a passo da votação serão fixados nas seções eleitorais.

Eleitores

Horário de votação ampliado: 7h da manhã até as 17h. Até as 10h será preferencial para maiores de 60 anos. Máscaras: uso obrigatório, sem ela o eleitor não poderá votar. Caso seja necessário, o mesário pode pedir que o eleitor se afaste e abaixe a máscara para conferir a foto na identidade. Distanciamento: será exigido mínimo de 1 metro. Comida: não será permitido comer ou beber nada na fila de espera. A medida é para evitar que as pessoas tirem a máscara.

Álcool em gel: será distribuído em todas seções para que os eleitores limpem as mãos antes e depois da votação.

Caneta: o TSE recomenda que os eleitores levem sua própria caneta para assinar presença no caderno de votação.

Mesários receberão máscaras e terão que trocá-las a cada quatro horas, usar álcool e uma proteção facial de acetato (face shield), que terá de ser usada o tempo todo.

Covid-19

Tanto mesários quanto eleitores que estiverem com sintomas da covid-19 no dia do pleito não devem comparecer ao local de votação. Posteriormente, a ausência poderá ser justificada na Justiça Eleitoral.

Eleições: TSE quer trocar urna eletrônica por voto no celular

Agência Brasil

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) está estudando a possibilidade de o eleitor brasileiro usar o computador ou o celular para escolher seus candidatos de forma online. São 31 empresas que manifestaram interesse em desenvolver uma tecnologia para tirar a ideia do papel, em edital lançado pelo tribunal em 28 de setembro. As empresas inscritas vão desde startups a gigantes como Amazon e IBM. Um dos objetivos do TSE é demonstrar a novidade já nestas eleições. Para o juiz auxiliar da presidência do TSE e coordenador do projeto Eleições do Futuro, Sandro Vieira, três cidades brasileiras terão votação online, mas com candidatos fictícios, no primeiro turno destas eleições, que deve ocorrer em 15 de novembro. Os colégios eleitorais que vão testar a tecnologia ficam nas cidades de São Paulo, Curitiba (PR) e Valparaíso de Goiás (GO).

“No dia da eleição, três empresas montarão estandes em cada local de votação. O eleitor que quiser participar da simulação receberá as orientações para votar”, explicou o juiz. “O TSE acompanhará os resultados”, completou. Sandro Vieira afirmou que o TSE não impôs limitações: “A empresa pode oferecer uma opção de voto só pelo computador, ou só por tablet, por celular ou isso tudo. Queremos conhecer as opções do mercado”. O tribunal exigiu que as tecnologias apresentadas preencham os requisitos de identificação do eleitor por biometria digital ou facial, sigilo de voto e mecanismos de auditoria. Para o juiz, este é o maior desafio. “Sigilo e auditoria são coisas aparentemente incompatíveis, mas já é possível diante do desenvolvimento tecnológico que temos”, explicou.

Uma das empresas inscritas no projeto do TSE será a responsável pelos testes com votos reais nas eleições do México, marcadas para 2021. Hoje, somente a Estônia oferece votação online segura, desde 2004.

O TSE espera gastar R$ 699 milhões com a compra de novas urnas eletrônicas somente neste ano. A vida útil de cada equipamento é estimada em dez anos. Portanto, são utilizados em até quatro campanhas eleitorais. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) está estudando a possibilidade de o eleitor brasileiro usar o computador ou o celular para escolher seus candidatos de forma online. São 31 empresas que manifestaram interesse em desenvolver uma tecnologia para tirar a ideia do papel, em edital lançado pelo tribunal em 28 de setembro. As empresas inscritas vão desde startups a gigantes como Amazon e IBM. Um dos objetivos do TSE é demonstrar a novidade já nestas eleições. Para o juiz auxiliar da presidência do TSE e coordenador do projeto Eleições do Futuro, Sandro Vieira, três cidades brasileiras terão votação online, mas com candidatos fictícios, no primeiro turno destas eleições, que deve ocorrer em 15 de novembro.Os colégios eleitorais que vão testar a tecnologia ficam nas cidades de São Paulo, Curitiba (PR) e Valparaíso de Goiás (GO).

“No dia da eleição, três empresas montarão estandes em cada local de votação. O eleitor que quiser participar da simulação receberá as orientações para votar”, explicou o juiz. “O TSE acompanhará os resultados”, completou.Sandro Vieira afirmou que o TSE não impôs limitações: “A empresa pode oferecer uma opção de voto só pelo computador, ou só por tablet, por celular ou isso tudo. Queremos conhecer as opções do mercado”. O tribunal exigiu que as tecnologias apresentadas preencham os requisitos de identificação do eleitor por biometria digital ou facial,

sigilo de voto e mecanismos de auditoria.Para o juiz, este é o maior desafio. “Sigilo e auditoria são coisas aparentemente incompatíveis, mas já é possível diante do desenvolvimento tecnológico que temos”, explicou.Uma das empresas inscritas no projeto do TSE será a responsável pelos testes com votos reais nas eleições do México, marcadas para 2021. Hoje, somente a Estônia oferece votação online segura, desde 2004.Urnas eletrônicasO TSE espera gastar R$ 699 milhões com a compra de novas urnas eletrônicas somente neste ano. A vida útil de cada equipamento é estimada em dez anos. Portanto, são utilizados em até quatro campanhas eleitorais.“O voto online seria cômodo neste ano de pandemia”, ponderou o juiz. “Será muito útil ao eleitor que estiver em trânsito. Hoje ele está preso a uma seção eleitoral, mas no futuro poderá votar de qualquer lugar do mundo”, finalizou.

Manoel Vitorino: Candidato Silvany escapa da impugnação e tem candidatura registrada pela Justiça Eleitoral

Foto / Reprodução

O prefeito do município de Manoel Vitorino, Silvany Barros (PSD), candidato a reeleição, na semana passada teve seu pedido de registro de candidatura impugnada devido problemas com a Justiça. Na tarde desta sexta-feira 09 de outubro, a Justiça Eleitoral negou o pedido da oposição, onde pedia a impugnação da candidatura de Silvany.

Até o momento dois candidatos estão na corrida rumo a cadeira do executivo nas eleições 2020. Jocinha Lima pelo PT e Silvany pelo PSD, vale ressaltar que o atual prefeito foi notícia nos principais meios de comunicação, sobre uma possível fraude envolvendo uma cooperativa.

*Panorama Geral

Veja no link a seguir;

http://itirucuonline.com/contrato-milionario-da-prefeitura-de-manoel-vitorino-e-alvo-de-investigacao/

Manoel Vitorino: Jocinha Lima é a única candidata (o) prefeita (o) que não sofreu impugnação da Justiça Eleitoral

Foto / Reprodução

Na tarde desta quinta-feira, dia 08 de Outubro, o Ministério Público Eleitoral expediu parecer favorável a candidatura pelo Partido dos Trabalhadores (PT) de Jocilene Lima de Souza, conhecida por todos como Jocinha Lima, que tem como companheira de chapa a agricultora Joelma Meira Lago como candidata a vice.

Ficha limpa, contas em dias e um histórico limpo, mostra o compromisso de Jocinha com o município de Manoel Vitorino. Ela que já foi vereadora, presidente da Câmara de Vereadores com todas as contas aprovadas, Jocinha geriu também a pasta da Secretaria de Saúde do Município, onde desenvolveu um trabalho voltado totalmente no assistencialismo a saúde de cada munícipe, tanto da Sede como dos Distritos e Povoados.

Parecer do MPE

Dois candidatos a prefeito do município seguem com candidaturas impugnadas. São eles, Robson Villar (PDT) e o atual prefeito Silvany Barros que vai para reeleição com contas rejeitada e cheio de processos na justiça.

*Panorama Geral

Política: Começa nesta sexta (09) a propaganda eleitoral no rádio e na TV

Reprodução

Começa nesta sexta-feira e prossegue até 12 de novembro a etapa final e decisiva da campanha eleitoral. Se perdeu um pouco do peso estratégico para a internet em 2018, agora o programa eleitoral no rádio e na TV ganhou uma importância a mais – junto com as ferramentas virtuais – em virtude da pandemia de Covid-19. Críticas, denúncias, programas de governo, jingles, apoiadores e o embate entre propostas vão ser apresentados pelas equipes de marketing na tentativa de convencer o eleitor, sobretudo os indecisos.

A disputa entre os jurídicos de candidatos e coligações ocorre em paralelo. Em blocos de 10 minutos, os programas vão exibir, de segunda a sábado, material dos candidatos a prefeito. As peças de rádio vão ao ar a partir de 7h e 12h; enquanto na TV a campanha acontece a partir das 13hs e das 20h30. Nas duas plataformas haverá ainda as inserções comerciais, espalhadas durante a programação normal dos veículos. Toda a campanha dos candidatos a vereador acontecerão nas inserções, que se utilizarão de 70 minutos diários







WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia