WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I










outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘Política’

Eleições municipais: Os impactos da esperada abstenção recorde devido à pandemia

TSE

A pandemia de coronavírus tem afastado mais eleitores das urnas em todo mundo, um cenário que tende se repetir nas eleições municipais brasileiras, marcadas para 15 de novembro, segundo cientistas políticos consultados pela BBC News Brasil. Monitoramento do Instituto Internacional pela Democracia e Assistência Eleitoral (Idea, na sigla em inglês), mostra que, de 41 eleições realizadas neste ano em diferentes países, 26 (63% do total) registraram aumento na abstenção na comparação com pleitos anteriores. Na França, onde o voto não é obrigatório, apenas quatro em cada dez eleitores compareceram às urnas para votar nas eleições municipais de junho, levando ao recorde de 60% de abstenção (12 pontos percentuais a mais do que o observado no pleito municipal anterior, em 2014).

Como o voto é obrigatório no Brasil, cientistas políticos não preveem um patamar tão alto de abstenção por aqui. Acreditam, porém, que deve haver aumento na comparação com a disputa eleitoral de 2016, quando mais de 25 milhões de eleitores não compareceram às urnas no primeiro turno (17,6% do total de brasileiros aptos a votar) — o que pode impactar resultados nas disputas mais apertadas.

“Neste ano, teremos pessoas com medo de contrair covid-19 e fazendo aquele cálculo de se vale a pena sair de casa considerando o efeito pequeno do seu voto individual no resultado da eleição. Somando isso com um processo em que as pessoas já estão desalentadas com a política, a minha expectativa é que aumente muito o não comparecimento. Acredito que teremos abstenção recorde neste ano”, afirma o professor, autor de estudos sobre abstenção eleitoral. Para Fernandes, o aumento da abstenção pode impactar o desfecho de eleições que estiverem mais acirradas, como o caso de São Paulo. “Já em Belo Horizonte, onde as pesquisas apontam que o atual prefeito (Alexandre Kalil, do PSD) tem grande vantagem e deve ser eleito em primeiro turno, uma abstenção maior não deve afetar o resultado”, ressalta.

“Este ano, vamos ver aqui algo parecido com a eleição dos Estados Unidos (onde o voto não é obrigatório). Não basta o candidato pedir voto, tem que convencer o eleitor a sair pra votar”, nota Lavareda. “O cuidado com a saúde é muito importante. E o direito de votar e ajudar a escolher o rumo da sua cidade pelos próximos quatro anos vem logo em seguida. Convocamos os eleitores a participar desse momento relevante para a democracia com muita responsabilidade, tomando todos os cuidados sanitários indicados”, afirmou o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, ao anunciar as medidas em setembro.

Saúde: Frente parlamentar vai defender aumento de repasses para o SUS

Agência Câmara de Notícias

Mais de 200 parlamentares, entre deputados federais e senadores, decidiram criar a Frente Parlamentar Mista pelo Fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), que pretende ampliar os recursos orçamentários para a estruturação da saúde pública. O objetivo é garantir a qualidade do atendimento aos pacientes, especialmente no período pós-pandemia.

A frente parlamentar foi proposta pelo deputado Márcio Jerry (PCdoB-MA), vice-líder do PCdoB na Câmara; e pelo senador Weverton Rocha (MA), líder do PDT no Congresso. O colegiado reúne o apoio de outros 190 deputados e mais 20 senadores, de 23 partidos diferentes.

Márcio Jerry, que presidirá a frente, afirma que é preciso garantir a organização de uma política pública de saúde universal e de qualidade para o País. “O primeiro esforço concentrado da Frente SUS é a ação, na Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional, em defesa de mais recursos para a saúde. Não podemos aceitar, como quer o governo Bolsonaro, redução de recursos”, diz o deputado.

Jerry e Weverton ressaltam que o SUS recebeu “o merecido reconhecimento mundial durante a pandemia, mas sempre foi um modelo de excelência com pouco apoio, o que reacende a necessidade de afiançar verbas de forma permanente”. “Precisamos defender o SUS e garantir financiamento para que toda a população possa ser atendida”, reforçou Weverton, que assumirá a vice-presidência do colegiado.

Politica Poçoense: Val Cunha e comitiva visita a região da Lagoa do Espinho

Reprodução

Na tarde e noite desse último sábado 17 de Outubro, a comitiva do candidato a prefeito da coligação RUMO NOVO COM A FORÇA DO POVO, Val Cunha pelo PL, estiveram visitando algumas localidades próximas a sede e na Lagoa dos Espinhos, zona rural do município de Poções.

No encontro, o candidato Val Cunha ouviu com atenção as principais reivindicações da comunidade, e “afirmou que a partir de 2021 as coisas serão melhores para todos de Poções, com sua administração por conhecer os mais angustiantes problemas de nossa gente”, declarou ele.

Val Cunha esteve acompanhado do seu candidato a vice, Amorim da Farmácia, o ex prefeito Dr. Almino Viana, candidatos a vereadores na coligação, dentre outras lideranças política.

*Panorama Geral / Colaboração / Jornalista Macos Morette

Política Poçõense: Léo de Tonhe Gordo e comitiva visita região do Mulungu, zona rural do município

Fotos / Reprodução

O candidato a prefeito do município de Poções nas eleições 2020 pelo PTB, Leandro Araújo Mascarenhas [Léo de Tonhe Gordo], que concorre à reeleição, juntamente com o candidato a vice, Geninho, o ex prefeito Luciano Mascarenhas, dentre outras lideranças política e comitiva de campanha, estiveram visitando a região do Mulungu I, zona rural do município.

O encontro aconteceu na tarde deste último sábado, dia 17 de outubro no campo de Valtim, onde centenas de pessoas compareceram para receber o candidato a prefeito, Léo de Tonhe Gordo. Na oportunidade, o candidato pode ouvir atentamente as demandas apresentada pelos lideres da comunidade onde foi firmado um compromisso e melhorias para região.

Em sua fala o candidato Léo disse “Precisamos dar continuidade a tudo quanto vem sendo feito em nosso município, que entrou na linha do progresso e desenvolvimento”, concluiu ele.

*Panorama Geral

Política: STF nega semiaberto a Geddel no caso do bunker de 51 milhões

Recôncavo

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou ao ex-ministro e ex-deputado federal Geddel Vieira Lima (MDB) progressão que lhe permitiria passar ao regime semiaberto no caso do bunker de R$ 51 milhões.  Em julgamento virtual, a segunda turma da Corte se manifestou pela não progressão da detenção do ex-ministro, com exceção do ministro Ricardo Lewandowski, que se declarou favorável à concessão do relaxamento.

Para haver a progressão, de acordo com entendimento da maioria, Gederal deveria pagar multa fixada na condenação, que ultrapassa o montante de R$ 1,6 milhão, o que não ocorreu.

“(O STF) assentou a constitucionalidade da exigência do recolhimento do valor correspondente à sanção pecuniária imposta na sentença condenatória como requisito que se soma aos demais previstos no art. 112 da Lei de Execução Penal, sem os quais não se defere a progressão de regime prisional”, registrou Fachin. “No caso, regularmente intimado, o ora agravante (Geddel) permaneceu inerte, não providenciando o recolhimento da quantia atualizada, tampouco apresentou justificativas acerca de eventual impossibilidade de fazê-lo, o que impõe o indeferimento da pretensão”, completou o relator.

Geddel foi preso preventivamente em julho de 2017, após a Polícia Federal apreender aproximadamente R$ 51 milhões em malas de dinheiro em um apartamento em Salvador. Denunciado em dezembro de 2017, ele foi condenado em outubro do ano passado a 14 anos e 10 meses de reclusão por organização criminosa e lavagem de dinheiro. Em julho, ele foi liberado pelo então presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, para cumprir pena domiciliar em razão da pandemia de covid-19.

Eleições 2020: Cloves Andrade visita as feiras-livres de Planalto e Lucaia

Plantão Planalto

No sábado dia (17), o candidato a Prefeito pelo PT, Cloves Andrade, ao lado da sua família, amigos e companheiros políticos estiveram fazendo visitas na Feira-Livre de Planalto. No domingo (18), foi a vez do distrito de Lucaia, que fica cerca de 16 km da Sede de Planalto.

Durante o percurso pela feira de Planalto, o candidato a prefeito ouviu e se comprometeu a cuidar do município, da mata à caatinga. Em Lucaia, a recepção não foi diferente, ao chegar na residência do vereador Hernildo Bandeira, onde era o ponto de concentração, os eleitores e apoiadores que estavam aguardando a chegada do candidato Cloves Andrade, gritaram e cantaram músicas do partido.

“Foi surpreende a forma que fomos recebidos pelo povo, tanto em Planalto como em Lucaia, ouvimos as demandas e necessidades da população planaltense que vêm sofrendo ao longo dos 04 anos. Tanto eu, como nossa vice Wanessa Rocha e nossos candidatos a vereadores estamos empenhados à atender as necessidades do povo e reconstruirmos nossa Planalto”. Disse Cloves Andrade ao Blog Plantão Planalto.

A Polícia Militar, GCM e Vigilância Sanitária estiveram presentes durante a caminhada, fazendo a segurança.

Confira mais fotos clicando aqui.

*Panorama Geral

 

Política Regional: Após aglomerações, Juiz eleitoral proíbe eventos políticos nos municípios de Ibicuí, Iguaí e Nova Canaã

Fonte: Ipolítica

A justiça eleitoral da 146ª zona, em Iguai, através do juiz Wagner Ribeiro Rodrigues decidiu, nesta sexta-feira (16), a pedido do Ministério Público Eleitoral suspender os eventos políticas nas cidades de Iguai, Ibicui e Nova Canaã através do processo n.º 0600398-97.2020.6.05.0146

Na decisão, o juiz citou a Nota Técnica da Sesab alertando para o aumento de casos de Covid na Bahia e a resolução n.º 30 do TRE-BA.

Estão proibidos caminhadas, passeatas, carreatas e comícios que descumprirem “normas sanitárias previstas no Parecer Técnico da Sesab, além de determinar que a polícia militar apreenda os paredões que participarem destes eventos.

Se alguma das coligações descumprirem a determinação da justiça, estarão sujeitas a muitas de 50 mil reais por evento, além de poderem responder por crime de desobediência.

Política: Irmão de candidato a prefeito é preso em flagrante com muito dinheiro e santinhos

Reprodução

A Justiça acatou parecer do Ministério Público eleitoral, emitido pelo promotor de Justiça Thiago Cerqueira, e proibiu Gilberto dos Santos Rocha Filho, irmão de candidato a prefeito em Mutuípe, de participar de atos de propaganda eleitoral em bares, festas e comitês de campanha, além de se ausentar do município sem autorização do juízo eleitoral. A decisão foi proferida sexta-feira, 16, pelo juiz Fabiano Soares que, seguindo entendimento do MP, homologou o auto de prisão em flagrante delito contra Gilberto Filho. Segundo a decisão e o parecer, Gilberto dos Santos foi flagrado no último dia 9 com R$ 50 mil em dinheiro trocado com notas de R$ 50, guardado em um saco preto, dentro de um veículo que ele conduzia na BR-101, no município de Laje. Com o montante, havia material publicitário de dois candidatos a prefeito.

O promotor de Justiça Thiago Cerqueira e o juiz entenderam que ele foi flagrado cometendo crime antecedente de lavagem de dinheiro com fins eleitorais. “O valor apreendido é mais de 46 vezes superior ao permitido para doações em espécie (R$ 1.064), o que revela a sua origem ilícita. Ademais, o flagranteado foi apreendido com valores que aparentavam ter sido recentemente sacados, com material publicitário de dois candidatos, apresentava-se nervoso, sem querer declinar a origem do numerário, além de ter tentado fugir ao visualizar a polícia na estrada”, afirmou o promotor no parecer.

Na decisão, o juiz pontuou que a prisão preventiva pode ser decretada, caso Gilberto Filho descumpra as medidas cautelares. Ele se encontra em liberdade, depois de pagar fiança estabelecida pela polícia.

Fake News na Política: Morte de ativista vira motivo de politicagem no município de Boa Nova

ilustração

Relembre o caso ; “Edvan José Ribeiro foi morto a tiros enquanto encerrava mais um dia de trabalho voluntário na construção de uma casa de idosos, na tarde dessa terça-feira, 19 de novembro 1019, na região do Campo da Volta, zona rural da cidade de Mirante-BA.  A principal linha de investigação da Delegacia de Homicídios é execução. Os criminosos fugiram de moto sem levar nada da vítima” diz o trecho noticiado na imprensa baiana.

http://www.williandavi.com.br/v1/2019/11/19/violencia-homem-e-morto-enquanto-trabalhava-em-obra-na-regiao-do-penachinho/

Quase um ano depois, o acontecimento fatal vem a tona. Na época, a Polícia Civil do município de Boa Nova, no Sudoeste baiano, abriu  investigação  que segue em andamento com o compromisso de encontrar os homicidas. Após nossa reportagem ter lindo em um perfil de Facebook e alguns grupos de Whatsapp, o post onde mostravam supostos culpados pelo acontecido “encontrou os culpados”, dizia a escrita.

Seguindo o caminho legal do jornalismo serio e coerente, começamos a fazer uma analise da postagem com o seguinte questionamento; Se os suspeitos são as pessoas que saíram no post, porque a polícia não os deteve? Com este questionamento chegamos à seguinte conclusão, tudo não passa de uma politicagem baixa, vadia, sem escrúpulos  contra famílias de pessoas do bem.

post falso divulgado na internet

Fazemos um jornalismo limpo e  com profissionalismo. Baseado nesta seriedade, é que combatemos mais  essa FAKE NEWS, amparado pela Lei 2.630/2020, que busca combater a disseminação de informações falsas na internet, as chamadas fakes news, foi aprovado pelo Senado dia 30 de Junho do corrente ano (2020), sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro.  No  Art. 287-A –  da Constituição Brasileira diz; “Divulgar notícia que sabe ser falsa e que possa distorcer, alterar ou corromper a verdade sobre informações relacionadas à saúde, à segurança pública, à economia nacional, ao processo eleitoral ou que afetem interesse público relevante. Considera crime com; Pena – detenção, de seis meses (06) há dois anos (02), e multa, se o fato não constitui crime mais grave”.

Identificamos que o post citado a cima,  tudo não passou de uma manobra política por simpatizantes dos grupos ligados a oposição, que em sua postagem não teve respeito em acusar por meio de perfil falso na internet, pais de famílias que mantém o tradicionalismo da boa índole na localidade onde residem, mantendo um histórico de credibilidade e respeito ao próximo. Lamentamos esse tipo de politicagem baixa, suja, nefasta, praticados por políticos do submundo das idéias que são capazes de provocar todo tipo de atrocidades para subir ao poder.

Na oportunidade, queremos expressar nossos sentimentos a família de Edvan Ribeiro (Im memória), grande homem, que deixou um legado para sua geração. Lamentamos que familiares estejam vivendo esse momento de dor, em ver o ente tão querido tendo seu nome exposto em redes sociais, por políticos desprovidos de compaixão e sentimento humanitário, nem respeito à memória tão aplausível que Edvan deixou, o de ajudar ao próximo.

O caso segue em investigação, inclusive anexado a postagem do fake news. Imagem foram preservadas por não termos autorização dos familiares, trechos foram preservados por está com investigação em rumo. Ressaltamos que o ato criminoso de criar FAKE NEWS tato os criadores e compartilhadores e até mesmo quem curte, podem ser enquadrados criminalmente pela justiça.

*Por Noerivan Nascimento ( Jornalista em formação)

Eleições: Sesab envia nota técnica ao TRE e pede proibição de comícios e passeatas na Bahia

Reprodução

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), através do Centro de Operações de Emergência em Saúde da Bahia (Coes), enviou nota técnica ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) onde pediu pela proibição da realização de comícios, passeatas, caminhadas e acompanhamento a pé durante carreatas em todo o estado da Bahia.

“O objetivo é evitar o crescimento acelerado de casos e redobrar atenção em diversas localidades, a exemplo das regiões Sudoeste, Sul, Norte e Nordeste que tem permanecido com um platô elevado de infectados e taxas de ocupação de leitos em percentuais de atenção”, explicou o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Villas Boas.

Na nota técnica, a recomendação pela proibição de Comícios e passeatas justifica que “tais eventos promovem grandes aglomerações de pessoas, colocando seus participantes em risco de infecção pela Covid-19″. A decisão por acatar a recomendação transita na esfera municipal, devendo ser acatada pelo Juiz Eleitoral de cada município.

A Nota Técnica 81 está disponível no site e detalha as recomendações, sempre ratificando o uso de máscara, higienização frequente das mãos e manutenção do distanciamento social.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia