WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I












fevereiro 2021
D S T Q Q S S
« jan    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  

:: ‘Municípios’

Vacina contra covid-19: Mulher, negra e enfermeira será a primeira pessoa vacinada em SP

Blog Panorama Geral / Agência 10

De acordo com informações da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, a primeira pessoa a ser imunizada com a Coronavac, vacina desenvolvida pela chinesa Sinovac em parceria, no Brasil, com o Instituto Butantan já foi escolhida. Trata-se de uma mulher, negra e enfermeira. O seu nome: Monica Calazans.

A profissional de 54 anos trabalha na UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, e está há dez meses trabalhando na linha de frente do combate ao coronavírus. A instituição é referência no tratamento de doenças infecciosas. Além disso, ela pertence ao grupo de risco, por ser obesa, hipertensa e diabética.

Segundo Mônica Bergano, Monica Calazans manteve cuidados minuciosos durante a pandemia. Até então, ela não foi contaminada pelo vírus, e também ajudou a preservar dois familiares do risco.

Caculé: Presidente da Câmara é transferido para UTI por causa da Covid-19

Blog Panorama Geral / Fonte: Achei Notícias

O presidente da Câmara Municipal de Caculé, Jeovane Costa (PSB), que testou positivo para a Covid-19, com pequena dificuldade respiratória e com saturação baixa, foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Clínicas de Conquista (HCC), na noite da última quinta-feira (14). A saúde do vereador é estável.

Atualmente, Caculé tem 86 casos ativos e 29 pessoas estão aguardando resultados da coleta.

Bahia: Governador Rui Costa ingressa no STF para compra de vacina com certificação internacional

Blog Panorama Geral / Fonte: A tarde

O governo da Bahia requereu ao Supremo Tribunal Federal (STF), na noite de sábado, 16, uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) para que seja permitido à Bahia e aos demais Estados a possibilidade de importar e distribuir vacinas contra Covid sem registro na Anvisa, desde que registradas perante uma Agência Reguladora Regional de Referência, bem como de iniciar a vacinação em seu território, independentemente do início da vacinação nacional.

A Procuradoria Geral do Estado da Bahia (PGE) alegou haver inconstitucionalidade parcial do art. 16 da Medida Provisória nº 1.026/2021, postulando que seja atribuído, de acordo com a Constituição, um caráter puramente exemplificativo ao rol das agências sanitárias ali citadas para admitir a importação e distribuição de vacina que ainda não tenha sido registrada na Anvisa e se houver registro por agência regional de referência certificada pela Organização Panamericana de Saúde (OPAS). Solicitou, ainda, medida cautelar até a decisão final da ADIN.

Com isso, caso alguma vacina contra Covid-19 tenha sido registrada por agência sanitária certificada pela OPAS, como a vacina Sputnik V, utilizada na Rússia e Argentina, torna-se dispensável o registro da Anvisa, que deverá autorizar a importação e distribuição. Assim, a desarticulação das ações no âmbito federal não pode impedir que os Estados adotem os meios possíveis para proteger a saúde dos seus cidadãos mediante o fornecimento de vacinas cuja eficácia e segurança estejam adequadamente caracterizadas, conforme critérios científicos e técnicos.

A Bahia já tem um contrato de prioridade para recebimento de até 50 milhões de doses da vacina Sputnik V, que recentemente apresentou  índice de eficácia superior a 90% segundo os testes realizados.

COVID-19: Técnicos da Anvisa recomendam aprovar uso emergencial de duas vacinas

Blog Panorama Geral / Fonte: Correio

A gerência técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou que a diretoria da agência aprove o uso emergencial da vacina contra covid-19 Coronavac, do Instituto Butatan, e do imunizante da Astrazeneca/Oxford. Na recomendação, foi avaliado que diante do cenário de pandemia, com aumento de casos e ausência de alternativas terapêutias, o uso deve ser iniciado, condicionado ao monitoramento das incertezas e reavaliação periódica. Para o aval ser confirmado, ainda falta a votação dos diretores do órgão federal.

Uma reunião da agência acontece neste domingo, devendo se estender até às 15h. Ao final, cinco diretores vão votar se são favoráveis ou não à liberação. A opção com maioria simples vence. A palavra da autoridade regulatória é o último passo para disponibilizar à população as vacinas que estão no país. A reunião começou às 10h10 e deve durar até por volta das 15h. A diretoria colegiada da agência é formada por cinco membros, sendo um deles o presidente do órgão, o médico e contra-almirante Antonio Barra Torres. A decisão ocorre por maioria simples de votos.

O aval da Anvisa abrirá uma corrida entre o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria, pela “primeira foto” da vacinação contra a covid-19 no Brasil. O Ministério da Saúde planeja começar a campanha nacional na quarta-feira, 20, às 10h. Como revelou o Estadão, o Palácio do Planalto pode receber uma cerimônia, na terça-feira, 19, para marcar o começo da campanha. Não está descartado aplicar a primeira dose durante este evento, mas a pressão pela crise em Manaus (AM) pode levar o governo a desistir da cerimônia em Brasília.

O governo paulista apontava 25 de janeiro como data para o começo de sua campanha, mas Doria já afirma que poderá vacinar imediatamente após a decisão da Anvisa. O governador fará um pronunciamento à imprensa, do Hospital das Clínicas da USP, após a reunião da Anvisa. Ainda é incerto, porém, como será o começo da vacinação no país. Os planos do governo Bolsonaro de receber 2 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca no domingo, 17, foram adiados pelo governo da Índia. O presidente Bolsonaro disse na sexta-feira, 15, que a entrega deve levar mais dois ou três dias, mas o governo não confirma nem sequer em que data o voo que em direção à Índia deixará o Brasil para receber esta vacina.

Após a negativa da Índia, o ministério pediu para o Butantã entregar imediatamente todas as 6 milhões de doses da Coronavac que estão prontas para uso. O governo de São Paulo respondeu que enviará esta carga, mas pede para que as doses que serão aplicadas na população paulista sigam no Estado. O impasse pode parar na Justiça, reconhecem autoridades dos dois lados da disputa.

Nova Canaã: Primeira Dama do município morre vítima de complicações causada pela covid-19

Blog Panorama Geral

Faleceu neste sábado 16 de janeiro, a primeira dama do município de Nova Canaã, cerca de 46 Km da cidade de Poções.  Drª. Maria José da Silva Fraga, de idade não revelada, vítima de complicações causada pela covid-19.

Maria José, era médica ginecologista, com clinica em Nova Canaã e na cidade de Poções. Recentemente, seu esposo foi reeleito prefeito do município, Dr. Marival Fraga, que também é médico,  testou positivo para a doença, chegou a ficar internado, mais se recuperou.

Com a morte de Maria José, contabiliza três mortes pelo covid-19 de pessoas da atual administração, as outras duas vítimas foram; Adriano (secretario de administração) e a ex vereadora Patrícia (Tesoureira).

A equipe do Blog Panorama Geral expressa o mais profundo pesar aos familiares e amigos enlutados.

Oportunidade: Instituto capacitação e Cia trás para Poções curso de depilação; Vagas limitadas!

*Blog Panorama Geral

Há tempos, pessoas em diversas sociedades procuram eliminar o excesso de pelos e lanugens, para fins estéticos (…) e para higiene pessoal. A história nos revela que em 1500 a.C. os homens já removiam os pelos com um depilador feito de sangue de diversos animais, gordura de hipopótamo, carcaça de tartaruga e trissulfeto de antimônio.

Os romanos também se referem a composições depiladoras, algumas das quais continham soda cáustica como destacado ingrediente. Cleópatra tirava seus tão indesejáveis pelos com faixas de tecidos finos banhados em cera quente. Embora os depilatórios químicos sejam considerados uma invenção contemporânea, o processo para remoção dos pelos através de decomposição química surgiu na Antiguidade.

Na realidade, durante séculos, seu desenvolvimento ficou adormecido e diversas outras alternativas foram introduzidas. Existem vários tipos de depilação e o Instituto Capacitação e Cia, localizado na Rua 7 de setembro, centro de Poções, tras mais essa novidade para enriquecer seu curriculum.

Corre lá, vagas limitadas!

Planalto: Acidente grave deixa um morto na BR-116 próximo ao Posto Degradê

Blog Panorama Geral ? Fonte: Ricardo Nolasco

Na tarde desta quinta-feira 14 de janeiro, um gravíssimos acidente de trânsito foi registrado em um trecho bastante sinuoso da BR-116, próximo ao posto Degradê, no município de Planalto, no Sudoeste Baiano. Segundo informações levantadas pela nossa reportagem, o acidente envolveu uma caminhonete modelo Hilux e uma moto.

De acordo com as primeiras informações, o rapaz da moto morreu na hora. A identidade não foi divulgada.
O resgate da Via Bahia e Polícia Rodoviária Federal (PRF) estão no local.

Urgente: Ônibus da Brasileiro tomba na BR-101, uma pessoa morreu

*Blog Panorama Geral *Fonte: Rodrigo Nolasco

Um grave acidente foi registrado nesta quinta-feira (14) envolvendo um ônibus da empresa Brasileiro, que opera em Vitória da Conquista, além de um carro de passeio.
O fato aconteceu na BR-101, no Extremo Sul do Estado, próximo a Eunápolis.

O motorista do carro de passeio morreu. Os passageiros e motorista do ônibus não sofreram nada grave. A pista estava molhada no momento do acidente.

Bahia: Rui diz que pretende começar vacinação em até 10 dias após liberação da Anvisa

Blog Panorama Geral / Fonte: VLN

O governador Rui Costa afirmou na manhã desta segunda-feira (13), que o estado da Bahia consegue iniciar a vacinação em no máximo 10 dias após a liberação do imunizante, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O Governo do Estado da Bahia tem conversas adiantadas para adquirir a Sputnik V, que está sendo produzida na Rússia.

O mandatário ainda criticou o Governo Federal e a Anvisa, por conta da demora de liberar o uso emergencial da vacina no Brasil. Rui chegou a falar em acionar o Supremo Tribunal Federal (STF), para conseguir o uso do imunizante. “Temos garantido a compra antecipada das vacinas. Nós já exercemos esse direito e eles têm condições de entregar rapidamente a vacina na Bahia. Uma quantidade que não é expressiva do ponto de vista da população em geral, mas é necessária por conta do público alvo, especialmente para vacinar nossos profissionais da saúde e segurança. Teríamos condições de começar a vacinação em no máximo 10 dias, mas para efetivar a compra necessito da autorização da Anvisa”, afirmou.

“Terei uma reunião ainda hoje com o Procurador Geral do Estado, onde irei pedir a ele para entrar em contato com o procurador da república, ou até mesmo entrar com uma ação no STF, para solicitar a autorização judicial para a compra e aplicação da vacina”, completou o governador. Rui Costa ainda voltou a falar da demora de liberação do uso da vacina e chegou a falar, que o Brasil não pode ser o último país a começar a imunizar sua população.

“Não é possível, não é tolerável e nem mesmo aceitavel esse prolongamento artificial que o Governo Federal e a Anvisa estão fazendo para iniciar a vacinação no Brasil, Não podemos ser o último país do mundo a começar a vacinar, as pessoas estão morrendo. O Governo Federal precisa ter o minímo de sensibiidade com a vida humana”, finalizou Rui.

Sanado: Reunião da Anvisa para definir autorização emergencial das vacinas do Butantan e da Fiocruz está prevista para domingo

Blog Panorama Geral / Fonte: G1

A Anvisa informou nesta terça-feira (12) que está prevista para o próximo domingo (17) a reunião de sua Diretoria Colegiada que decidirá sobre pedidos de autorização para uso emergencial, temporário e experimental das vacinas do Instituto Butantan e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) contra a Covid-19. A data é o penúltimo dia do prazo estabelecido pela própria agência como meta para análise dos pedidos. “Faz-se necessária a entrega, em tempo hábil para análise, dos documentos faltantes e complementares”, disse a agência, em comunicado.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) entregou na sexta-feira (8) seu pedido de uso emergencial da vacina desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford (veja mais no vídeo acima). O pedido vale para 2 milhões de doses, que devem ser importadas do laboratório Serum, sediado na Índia. Segundo a Anvisa, o prazo para a análise do pedido de uso emergencial é de dez dias. Já a avaliação do pedido de registro definitivo, que não foi feito, pode ocorrer em até 60 dias. Também nesta sexta, a Anvisa já havia recebido o pedido de uso emergencial da CoronaVac, vacina contra a Covid-19 produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

O pedido vale para 6 milhões de doses que o Butantan recebeu prontas, vindas da China. O prazo para análise é o mesmo: dez dias.

Em meados de dezembro, a Diretoria Colegiada da agência aprovou as regras para a autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimental, de vacinas contra a doença causada pelo coronavírus.

Os principais pontos referentes ao uso emergencial das vacinas são seguintes:

  • cada pedido deve ser feito pela empresa desenvolvedora e será analisado de forma independente;
  • a decisão será tomada pela Diretoria Colegiada da Anvisa;
  • serão considerados estudos não clínicos e clínicos (em humanos);
  • os itens avaliados são qualidade, boas práticas de fabricação, estratégias de monitoramento e controle, e resultados provisórios de ensaios clínicos;
  • a empresa interessada deverá comprovar que a fabricação e a estabilidade do produto garantem a qualidade da vacina;
  • o estudo clínico na fase 3 (última etapa de testes) deve estar em andamento e conduzido também no Brasil;
  • a vacina com uso emergencial liberado não pode ser comercializada – ela só pode ser distribuída no sistema público de saúde;
  • e a liberação de uso emergencial pode ser revogada pela Anvisa a qualquer momento.

A concessão estabelecida pela Anvisa segue o modelo de autorizações emergenciais adotadas em outros países, como Reino Unido, Estados Unidos e Canadá, e vale apenas para o período de pandemia e até o imunizante receber o registro definitivo.







WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia