WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I






novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: ‘Educação’

Poções: Prefeito Léo se reúne com reitor do IFBA – Instituto Federal da Bahia

Foto: Reprodução do Facebook

O prefeito do município de Poções esteve na tarde desta quarta-feira, 06 de novembro, em uma reunião no Instituto Federal da Bahia – IFBA. Com objetivo de transformar o município de Poções num pólo de educação profissional e tecnológica e de ensino superior para o Sudoeste Baiano.

Em seu perfil no Facebook, o prefeito Léo escreveu: “Garanto a todos que eu e os nossos deputados estamos doando o melhor para o município. Os sonhos vão tornar-se realidade e a bandeira do desenvolvimento da educação tremulará na Terra do Divino. Avança Poções!”, concluiu ele.

Na oportunidade, o Pró-Reitor Roger Santana destacou a preocupação em ofertar ensino de qualidade a todos os baianos, com destaque para a microrregião de Poções, que possui cerca de 200 mil habitantes.

Durante a reunião o prefeito Léo esteve acompanhado de um vereador da base do governo e do secretário de finanças

Educação: Aulão reúne 4 mil estudantes em revisão para Enem

Fonte: O Correio / Reprodução: Panorama Geral

Um aulão de revisão reuniu cerca de 4 mil estudantes na noite desta terça-feira (29) em Salvador.  A quinta edição da Mega Revisão Enem foi realizada na FTC Paralela, cinco dias antes da aplicação das primeiras provas que acontecem neste domingo (2).

Reunidos no Espaço Moriah Hall, no estacionamento da faculdade, os estudantes  receberam dicas de todas as principais disciplinas cobradas no exame: História, Geografia, Filosofia, Sociologia, Química, Biologia, Física, Matemática, Língua Portuguesa e Redação. “Na Mega Revisão Enem FTC, há um projeto pedagógico por trás das aulas e os nossos professores são os melhores e mais bem-conceituados da Bahia e de Pernambuco”, ressalta o mestre em educação, professor Ricardo Carvalho, coordenador pedagógico da Mega Revisão Enem FTC.

O professor falou, ainda, sobre a importância de revisar os conteúdos quando a prova está chegando. “A reciclagem do conteúdo é fundamental, refrescar na memória conceitos que foram vistos ao longo do ano. É no momento da revisão que o professor foca nos pontos mais importante e o aluno pode resgatar o que não ficou tão claro ao longo do ano”. Em  aulas de revisão com tantas matérias, os alunos precisam estar atentos para poder aproveitar o máximo. “Esse é um momento para trabalhar com o que você tem, o aluno acumulou uma determinada quantidade de conteúdos e essas revisões funcionam como um alerta. Os professores, vão dizer que foco você deve ter. É legal usar essas revisões como seu apontamento final”, completou Ricardo

Um dos mais de 4 mil estudantes presentes no evento, Gabriel Almeida, 18 anos, que quer tentar uma vaga no curso de medicina saiu satisfeito. “Foi muito bom. Deu para relembrar várias coisas. Sai de lá com a auto confiança lá em cima”, declarou. A Mega Revisão Enem FTC acontece, também, nesta quarta (30), na cidade de Feira de Santana. O evento já aconteceu nas cidades de Itabuna, Jequié, Vitória da Conquista e Petrolina e tem o objetivo de  proporcionar gratuitamente aos estudantes a oportunidade de tirar suas dúvidas com professores que têm grande experiência na preparação para provas dos principais vestibulares do país.

Penachinho: Colégio Municipal Sebastião Rodrigues passará por grande reforma

Foto: Panorama Geral

O Colégio Municipal Sebastião Rodrigues, localizado no Povoado do Penachinho município de Boa Nova, passará por uma grande reforma, disse o prefeito Adonias Rocha a nossa reportagem.

A reportagem do Panorama Geral, esteve acompanhado a visita do prefeito de Boa Nova, Adonias Rocha, do vereador Paulo Botelho e o líder comunitário Hélio de Beda, na tarde da última sexta-feira, 11 de Outubro, onde o prefeito pessoalmente fez um levantamento na infraestrutura do Colégio para  autorizar a licitação para realização de uma mega reforma na Escola durante o período de férias, fim desde ano letivo.

Na oportunidade, ele ainda falou sobre a construção do Polo Educacional com 6 salas para melhor atender a comunidade local.

*Repórter Van Nascimento

Poções: Na Secretaria de Educação, Prefeitura Municipal lançou o Programa Busca Ativa Escolar

DECOM/PMP Reprodução: Panorama Geral (Repórter Van Nascimento)

A Prefeitura Municipal de Poções, por meio da Secretaria de Educação, em parceria com as secretarias de Saúde e Assistência Social, promoveu nesta quarta-feira (09/10) o lançamento do Programa Busca Ativa Escolar: Fora da Escola Não Pode!

Esta plataforma foi criada pelo Fundo das Nações Unidas (UNICEF) em parceira com a União Nacional dos Dirigentes Municipais (UNDIME) e o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (CONGEMAS), que visam combater a exclusão escolar. No município de Poções, a adesão foi realizada pelo prefeito Leandro Mascarenhas, no dia 15 de maio do corrente ano.

Este primeiro encontro contou com a presença do secretário de educação, o Sr. Yuri Meira; de representantes da Secretaria de Saúde: Dra Naiara Sarno e Marivalda Alves; da representante da Ação Social: Alessandra de Araújo; de representantes do Conselho Tutelar: João Cláudio Macêdo e Antonio Marcos da Silva; de Agentes Comunitários de Saúde (ACS), diretores das unidades de ensino, coordenadores técnicos da Secretaria de Educação e do presidente do Conselho Municipal de Educação, o professor Célio Silva Meira, além de demais convidados.

O momento serviu para, dentro de uma proposta Intersetorial, através da realização de políticas coordenadas e por meio do Programa Busca Ativa, identificar, conhecer, solucionar e acompanhar todo o processo de matrícula, (ré)matrícula e permanência dessa criança na escola. O “Fora da Escola Não Pode!” será mais uma ação de sucesso comandada pela pasta da Educação Municipal.

Poções: Escola Municipal Alexandre Porfiro realiza 2ª Edição da feira de Ciências

Fotos: Van Nascimento

Pais, alunos e professores da Escola Municipal Alexandre Porfiro, localizada na Praça da Bandeira, centro de Poções, participaram da 2ª Edição da Feira de Ciências nesta última terça-feira, dia 08 de outubro. O evento teve como temática “Os Elementos Naturais e Químicos no Cotidiano dos Alunos” do Ensino Fundamental.

O objetivo da atividade foi de despertar nos alunos o interesse pelo conhecimento das atividades científicas e desenvolver o aprendizado do pensamento lógico e o senso experimental dos alunos, fazendo com que eles possam trabalhar a criatividade e a capacidade inventiva e investigadora,  quem sabe no futuro próximo executando projetos científicos, auxiliando, assim, na construção do conhecimento.

“Essa feira tem também objetivo de informar, sensibilizar e fomentar a discussão sobre a importância da água, saúde, ambiente e cidadania para que eles possam viver com uma boa qualidade e também de forma sustentável”, disse uma das organizadora a reportagem do Blog Panorama Geral.

Segundo um dos  alunos do 7º ano, Isaac Ribeiro, a participação nos projetos realizados pela escola torna-se uma experiência para o futuro e incentiva a continuidade do aprendizado. “Aprendemos coisas importante e podemos mostrar o trabalho que fizemos em sala de aula com a ajuda dos professores. Com certeza o que aprendemos vamos utilizar futuramente”, disse ele.

Confira as fotos clicando nos links a baixo.

:: LEIA MAIS »

Mais Obras: Prefeitura Municipal de Poções reforma mais uma escola

DECOM/PMP

A Prefeitura Municipal de Poções, através da Secretaria de Educação, segue garantindo educação da melhor qualidade, oferecendo mais conforto aos alunos da rede municipal de ensino com a reforma de prédios escolares.

Desta vez, a série de melhoria estrutural foi realizada na Escola Municipal Otávio José Curvelo, no Centro.

Lembrando que, recentemente, a prefeitura reformou as escolas Arnulfo Ramos Silva e Deusdnea Macedo, na sede do município, bem como as escolas das regiões do Jabute e Olho D’Água, no meio rural.

Brasil: Ministério da Educação estuda punir aluno que tirar nota baixa no Enade

*Estadão

O Ministério da Educação quer criar mecanismos para que seja possível punir o aluno que tem um desempenho muito abaixo da média no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). A proposta foi apresentada nesta sexta-feira (4) pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub. “O aluno faz a prova como se não houvesse amanhã”, disse, ao comentar os resultados do Enade para os cursos de bacharelado das áreas de Ciências Sociais, Ciências Humanas e para os tecnólogos de Gestão e Negócios, Produção Cultural e Design.

Ele atribuiu parte do baixo desempenho à falta de incentivo para a realização das provas. A participação no exame é obrigatória, sob pena de atraso na colação de grau. O desempenho, contudo, não traz vantagens ou desvantagens para o estudante. Diante desse cenário, avalia, parte dos alunos acaba entregando a prova em branco. Ele destacou resultados abaixo do porcentual de acerto com respostas aleatórias. “Eu gostaria que essa pessoa não pudesse se formar”, disse.

A ideia é também criar mecanismos positivos, e esse seria o primeiro passo da estratégia. O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Alexandre Lopes, afirmou que a ideia é incluir, no próximo edital, uma regra que permita a divulgação da faixa de nota do estudante que participou do exame. Isso seria feito, por exemplo, para aqueles que tivessem um nível de acerto entre 60% e 80% e na outra linha, para aqueles que tivessem um acerto acima de 80%. Tal mecanismo, na avaliação de Weintraub, poderia ser usado como incentivo, sobretudo no momento em que o estudante for procurar uma colocação no mercado de trabalho.

“Nada será feito a fórceps”, disse o ministro. A ideia é que mudanças nas regras de avaliação sejam discutidas com especialistas. Parte delas, de acordo com Lopes, poderá ter aplicação imediata. Outra necessitará de portaria ou de mudança na lei. Lopes afirmou que a ideia é apresentar até o fim do ano um conjunto de sugestões. Especialistas e representantes do setor do ensino superior, no entanto, lembraram que o Enade foi criado para avaliar a qualidade dos cursos e não o conhecimento dos alunos. “Há alguns anos questionamos se o formato e conteúdos cobrados são os mais adequados”, disse Maria Helena Guimarães, do Conselho Nacional de Educação (CNE) e ex-secretária executiva do Ministério da Educação.

 

Poções: Assistência Social promoveu mais um encontro do Mulheres em Ação

DECOM/PMP

Na tarde do último dia 26 de setembro, a Secretaria Municipal de Assistência Social de Poções realizou mais um encontro do projeto Mulheres em Ação.

Desta vez, o bairro que recebeu o projeto de políticas públicas voltado para o público feminino foi o bairro Bela Vista.

E mais uma vez a Secretaria disponibilizou o balcão de sugestões no evento para que as mulheres participantes pudessem indicar cursos a serem ofertados no referido bairro.

“É gratificante ver que o nosso projeto Mulheres em Ação vem ganhando força e crescendo a cada encontro realizado. Vamos juntas na luta pelo empoderamento feminino”, comentou a primeira-dama e secretária de assistência social, Laís Mascarenhas.

Brasil: Nova Lei torna usuários de bicicleta mais confortável; Confira

Foto: Ilustração

20 mil mortos. Esse é o saldo negativo direto, em vidas humanas, da falta de segurança para os usuários de bicicletas no Brasil em quase 15 anos.

No rol de fatores que podem explicar tamanha fragilidade estão, evidentemente, as falhas nas políticas públicas voltadas ao desenvolvimento e sustentação do transporte cicloviário no Brasil durante mais de uma década. Entre as falhas, é possível mencionar tanto os erros de planejamento e a má execução quanto a própria ausência dessas políticas — ou até a falta de um padrão mínimo para elas nas várias regiões do Brasil.

Conforme o Ministério da Saúde, 1.306 ciclistas morreram vítimas de acidentes no Brasil só em 2017. E o quadro não tem se alterado significativamente desde 2004, quando o hoje extinto Ministério das Cidades lançou o programa Bicicleta Brasil, reeditado em bases ampliadas na forma de uma lei aprovada em 2018 pelo Congresso e sancionada logo depois pelo presidente da República.

Dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) mostram que, há 15 anos, o total de ciclistas mortos havia sido de 1.389. No intervalo até 2017, último dado disponível, sofreu algumas variações para baixo e para cima, chegando a 1.668 em 2006, mas situando-se na média anual de 1,4 mil.

“Há uma incompatibilidade de discursos de mobilidade entre o rodoviarismo e o cicloativismo. Esta disputa de discursos fica evidenciada no governo federal, com avanços para visão cicloativista a partir de 2004, com o Programa Bicicleta Brasil, e retrocessos a partir de ano de 2009 com fortalecimento da visão rodoviarista e estímulo econômico e fiscal para compra de automóveis pelo governo federal, com destaque para a diminuição do imposto sobre produtos industrializados (IPI)”, diz o estudo Cidades Cicláveis, publicado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

De acordo com o texto, circulam pelo país cerca de 50 milhões de bicicletas contra 41 milhões de carros. Mesmo diante dessa diferença expressiva, não há boa cobertura de ciclovias ou ciclofaixas nas cidades brasileiras. Obrigados a pedalar junto aos automóveis, sem medidas de segurança, os ciclistas estão submetidos ao perigo de trafegar em vias nas quais se pratica, legal ou ilegalmente, a alta velocidade, e ao desrespeito latente, e muitas vezes explícito, dos condutores de carros, motos, caminhões e ônibus.

 

:: LEIA MAIS »

Educação: Após voltar do exterior, estudantes Poçõenses participará Workshop nesta terça (01)

Fonte: NTE 20 Vitória da Conquista

A Secretaria da Educação do Estado promove, na próxima terça-feira (1/10), o Workshop “Práticas para Compartilhar: Meninas na Ciência, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), às 8h. A atividade, que marca o mês do professor, contará com a participação das estudantes Brizza Mota e Bruna Palmeira, ambas de 18 anos, que concluíram o Ensino Médio, no Colégio Estadual Eurides Santana  no município de Poções, e participando, na última semana (de 22 a 28) da Esi Mundi 2019, feira de Ciências de prestígio internacional, realizada em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

As estudantes apresentaram em Abu Dabi, o projeto “As Nascentes do Rio das Mulheres – Cuidar para não morrer”. O projeto foi desenvolvido na unidade escolar no âmbito do Ciência na Escola, que é promovido pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), para fomentar o fazer ciência em sala de aula, e já foi premiado em várias feiras científicas pelo Brasil.

Saiba mais: http://nte20.educacao.ba.gov.br/?p=6028







WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia