WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I








dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: ‘Economia & Negócios’

Governo Federal: Bolsonaro diz que governo não atuará para baixar o preço da carne

*Com informações da Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse neste sábado (30) que não vai interferir no preço da carne bovina — no mercado atacadista teve alta média de 22,9%. Segundo ele, é o mercado quem define o preço do produto. Ele, no entanto, disse acreditar que o preço da carne deve baixar.

“Quero deixar bem claro que esse negócio da carne é a lei da oferta e da procura. Não posso tabelar, inventar. Isso não vai dar certo”, disse o presidente na chegada ao Palácio do Alvorada, após viagem a Resende, no Rio de Janeiro, onde participou da inauguração da 8ª cascata de ultracentrífugas, na Fábrica de Combustível Nuclear (FCN).

“Tivemos uma pequena crise agora [no preço da carne] mas vai melhorar. A carne aqui, internamente, daqui a algum tempo, acho que vai diminuir o preço”, completou. No fechamento de novembro, o aumento nos preços da carne bovina desossada no mercado atacadista foi de 22,9% na média de todos os cortes pesquisados, de acordo com a Scot Consultoria.

Já os preços da carne bovina vendida em supermercados e açougues de São Paulo registraram uma alta de 8%, na média de todos os cortes, segundo a consultoria. No Paraná a alta também foi consistente, 3,5%. Já no Rio de Janeiro e em Minas Gerais as variações foram mais tímidas, de 0,2% e 1%, respectivamente. Nesta quinta (28), durante live que faz por meio do Facebook, o presidente Jair Bolsonaro já havia manisfestado preocupação com o preço da carne.

Segundo ele, o “mundo começou a descobrir nossa produção” e, infelizmente, quando isso acontece, “acaba ocorrendo uma distorção no mercado interno”, mas que deverá ser resolvida em breve.

Economia: Experiências transformadoras na vida rural são apresentadas em feira da Agricultura Familiar

* A Tarde

Experiências que transformam a vida da população rural baiana estão sendo apresentadas na 10ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária, considerada o maior evento da Agricultura Familiar do país. Durante o evento, que acontece até 1º de dezembro, das 10h às 18h, no Parque de Exposições de Salvador, os expositores apresentam seus projetos no Balcão Científico Tecnológico. O evento, promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), acontece dentro da 32ª Feira Internacional da Agropecuária (FENAGRO).

O objetivo da Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária é apresentar ao público equipamentos, experimentos e tecnologias sociais, além de pesquisas, cursos e ações de extensão que contribuem com a produção; o beneficiamento de produtos; a assistência técnica e a extensão rural (ATER); a comercialização dos produtos da Agricultura Familiar e o desenvolvimento rural.

Composto por 13 estandes, o Balcão Científico Tecnológico sedia 76 experiências desenvolvidas por agricultores experimentadores, extensionistas, estudantes, pesquisadores e professores de instituições da Educação Profissional, das Escolas Famílias Agrícolas (EFAs), das universidades públicas e privadas e dos institutos federais.

O coordenador executivo da Cepex, José Augusto Tosato, destaca que a programação tecnocientífica vinculada à Feira da Agricultura Familiar completa os objetivos desse grande evento: “O balcão procura demonstrar o quanto os agricultores experimentadores, pesquisadores, extensionistas e professores estão contribuindo com os resultados da socioeconomia da agricultura familiar, povos e comunidades tradicionais”.

Esta edição da feira, completa Tosato, consolida as parcerias entre SDR/Cepex, Secretaria Estadual da Educação, institutos de ensino e universidades. “Eles precisam estar sempre próximos aos sistemas produtivos sustentáveis e solidários da Agricultura Familiar, combinando a tecnociência formal com os conhecimentos tradicionais e experimentais”.

Entre os expositores estão o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IFBAIANO), Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMPRAPA), Escola Família Agrícola (EFA), Fundação de Apoio à Agricultura Familiar do Semiárido da Bahia (FATRES), Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA), Superintendência de Educação Profissional e Tecnológica (SUPROT) da Secretaria Estadual de Educação (SEC).

Bahia: Mulheres negras do Sudoeste baiano são destaques do empreendedorismo no estado

Luiza Rodrigues – Maquiadora Reprodução: Panorama Geral

Luiza Rodrigues já foi panfletadora, trabalhou em lojas de cosméticos, mas há menos de um ano, resolveu empreender! Tomou coragem e abriu esse estúdio de maquiagem, onde oferece cursos na área e dá um “up” no visual das pessoas. As dificuldades? Ela ainda passa, mas dá a volta por cima em cada uma delas! “Se você acha que ninguém acredita em você, acredite em si mesma”, incentiva a maquiadora.

A esteticista e cosmetóloga Lila Barreto é outro exemplo de mulher negra guerreira, que está vencendo em seu próprio negócio! 24 horas para ela ainda é pouco para organizar seus cursos particulares e de pós graduação, onde é professora; atender as clientes da estética e ainda dá conta dos filhotes.

De acordo com o SEBRAE, a Bahia tem cerca de 800 mil pequenos negócios, sendo que 50% deles são liderados por mulheres. Desses, 479.965 são registrados como Microempreendedores Individuais (MEI), divididos entre 223.460 mulheres e 256.505 homens. O empreendedorismo por necessidade é mais forte entre as mulheres negras (49%) que entre as brancas (35%) e a informalidade também é marcante nesse contingente. No Brasil, a maior participação relativa delas está na Bahia, onde 83% das mulheres donas de negócios são negras.

Seja formal ou na informalidade, como empregador ou trabalhando por conta própria, em casa ou em espaço alugado, as mulheres negras estão cada vez mais atuantes no mercado do empreendedorismo e participando ativamente no orçamento familiar.

A administradora Gleyssi Lacerda destaca a importância da atuação da mulher negra no mercado de trabalho e como isso pesa no orçamento familiar de forma positiva. “A mulher negra está cada vez mais mostrando que conquistou o seu espaço no mercado de trabalho, buscando novos mercados e não se acomodando, correndo atrás de novas fronteiras para serem transpostas”.

*Jornalista Andréa Póvoas (TV Aratu)

*Repórter Daniel Silva (V. Conquista)

*Reprodução: Blog Panorama Geral

Poções: Curso de Monitor Escola é na Capacitação & Cia; Aproveite, matriculas abertas

Fotos: Capacitação & Cia

O curso online de “Monitor escolar” tem a finalidade de explanar aos profissionais e estudantes da área conteúdos que forneçam conhecimento e aprimoramento de suas principais características, tais como: melhorias nas escolas, organização de espaços, planejamento, convivência com os alunos, relações entre os alunos.

Todo o conhecimento adquirido após a aprovação do Aluno neste Curso poderá ser aplicado em diversas áreas profissionais, principalmente nas áreas de Administração, Apoio Escolar, Iniciação Profissional, dentre outros.

Em Poções, o curso está em pleno funcionamento na Escola de Cursos Profissionalizantes “Capacitação & Cia”, localizada na Rua 7 de Setembro ao lado do ponto de transporte alternativos para Iguaí, no centro da cidade.

Contato: 77 9 8851 – 3131 (Zap)

Sorte lançada: Ninguém acerta e Mega-Sena acumula; próximo prêmio vai a R$ 13,5 milhões

As apostas podem ser feitas até as 19h do dia do sorteio, em qualquer lotérica ou pela internet.

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.208 da Mega-Sena, realizado nesse sábado (16) em São Paulo. O próximo concurso deverá pagar R$ 13,5 milhões. As dezenas sorteadas foram 16, 25, 30, 40, 45 e 49.

A quina teve 17 ganhadores e cada um receberá R$ 113.415,57. A quadra teve 1.708 acertadores e pagará o prêmio individual de R$ 1.612,63.

O próximo concurso (2.209) será nesta quarta-feira (20). As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica ou pela internet.

Poções: Prefeitura Municipal sediou na última quinta-feira 31/10 a Oficina Itinerante do MROSC

Secretaria Municipal de Agricultura

A Prefeitura Municipal de Poções sediou na última quinta-feira 31/10 a Oficina Itinerante do MROSC – (Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil)

Na última quinta-feira, 31/10 foi realizado no Parque de Exposições de Poções, a oficina Itinerante do MROSC do Pólo Regional de Poções composto por 05 municípios: Poções, Caetanos, Mirante, Bom Jesus da Serra e Planalto.
O evento foi ministrado por Reginaldo Dias de Miranda, Agente de Desenvolvimento Territorial (ADT) da SEPLAN – BA.

Contou com a presença de Jorge Luis (Vice Prefeito de Poções), Claudio Novais (Secretário de Agricultura de Poções – Cal de Meira), José Barreto Bittencourt (Diretor de Planejamento Territorial – SEPLAN), Antônio Neto (Gerente Territorial da CAR) Geruza (Presidente do CMDS), Valmir Silva (representante do Sindicato Rural de Poções) e demais representantes de associações rurais.

Secretaria Municipal de Agricultura

Momento de reflexão por comunidades territoriais, principalmente as Associações Rurais, que de forma expressiva se fizeram presentes e ativas na discussão e acordo por meio da Lei 13.019/2014.

É uma Iniciativa coletiva do Colegiado Territorial junto ao Governo do Estado pela SEPLAN, em parceria direta com Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), por meio da Pró-reitoria de Extensão – PROEX – (GEAC) e o Núcleo de Extensão em Desenvolvimento Territorial – NEDET.

Oportunidade: Capacitação & Cia abre novas turmas de manicure e cabedeleiro; Confira

Foto divulgação

Foto divulgação

Economia: Anúncio do pacote de medidas de Guedes fica para a semana que vem

Fonte: TV Cultura

O anúncio de um pacote de medidas econômicas pós reforma da Previdência deve ficar para a semana que vem. Entre elas, estão o pacto federativo e a reforma administrativa. Segundo o jornal “O Globo”, o Ministério da Economia deve esperar a volta do presidente Jair Bolsonaro, que está em viagem ao Oriente Médio. Outras medidas para estimular o emprego, coordenadas pela secretaria de Previdência e Trabalho, subordinada a pasta, ainda podem ser apresentadas nesta semana.

Apesar de as propostas estarem praticamente concluídas, o governo também tenta costurar acordo com o Congresso para a forma que as medidas serão apresentadas. A tentativa é tentar blindar os textos para que não haja nenhuma desidratação antes que as propostas comecem a tramitar efetivamente. Nesta semana, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que é difícil a reforma administrativa, que prevê novas regras do funcionalismo público, andar sem que a reforma tributária avance.

A reforma da Previdência teve a votação concluída na quarta-feira passada no Senado Federal e aguarda promulgação do Congresso Federal para entrar em vigor. O impacto das medidas, que inclui a fixação de idade mínima para aposentadoria, deve ser de 800 bilhões de reais nos próximos dez anos. Além da reforma administrativa, também está no radar do governo o pacto federativo, que visa redistribuir recursos da União entre estados e municípios. O projeto prevê que, em dez anos, a cota destinada a governadores e prefeitos seja de 70% — atualmente é de 40%. Além disso, mais de 200 fundos destinados a financiar o desenvolvimento de diversos setores econômicos e regiões do país devem ser extintos.

Tomando como base o tempo que o ministro da Economia, Paulo Guedes, levou para aprovar as novas regras da Previdência (245 dias), os trâmites de tais projetos no Legislativo só seriam concluídos por volta de julho de 2020 — e mesmo assim se fossem entregues à Câmara na próxima semana. Contudo, a partir de maio, as atenções dos deputados e senadores estarão totalmente focadas nas eleições municipais, tornando mais difícil o avanço das demais reformas.

Brasil: Botijão de gás vai custar até R$ 2 mais caro

Foto: Ilustração

Após o anúncio do aumento entre 4,8% e 5,3% anunciado pela Petrobras na segunda-feira para o gás de cozinha nas refinarias, a expectativa é a de que o preço dos botijões de 13 quilos no Grande ABC esteja entre R$ 1,50 a R$ 2 mais caro a partir de hoje. Atualmente, na região, os preços variam entre R$ 59,99 e R$ 79,99, ou seja, em alguns lugares, o gás pode, inclusive, passar de R$ 80.

Os preços dos botijões foram levantados pelo Diário com base nos dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). A média na região é de R$ 60,50, porém, o preço varia de acordo com cada cidade.

Segundo o presidente da Asmirg-BR (Associação Brasileira dos Revendedores de GLP), Alexandre Jose Borjaili, o aumento é extremamente abusivo. “Quanto sobe o valor, as distribuidoras repassam o aumento, o que não acontece quando há redução”, afirmou ele, que fez estimativa dos novos preços. De fato, em agosto houve redução de 8,17% nas refinarias, o que significou menos R$ 2,14 no valor do botijão, só que o consumidor não sentiu impacto no preço final.

Quem te viu quem te ver: ‘Não é do Brasil, não é responsabilidade nossa’, diz Bolsonaro sobre óleo no Nordeste

*IBL

O presidente JairBolsonaro afirmou nesta segunda-feira que a responsabilidade pelas manchas de petróleo encontradas em mais de uma centena de praias no litoral nordestino não é do Brasil . Na saída de uma reunião no Ministério da Defesa sobre o tema, ele disse estar “constatado” que o material não é produzido nem comercializado no país e que pode ter sido algo criminoso, um vazamento acidental ou um navio que naufragou.

Nós estamos investigando, analisando, porque tem um DNA. Por exemplo, não é produzido em nenhum poço brasileiro. E não é comercializado de fora para cá esse tipo de óleo também. Então, [temos] uma certeza: não é do Brasil, não é responsabilidade nossa. A análise continua para saber se a gente consegue detectar de que país é, da onde veio, qual navio petroleiro que derramou esse óleo lá — declarou Bolsonaro. De acordo com o presidente, foram identificados aproximadamente 140 navios que fizeram o trajeto por aquela região. Temos no radar um país que pode ser da origem do petróleo, e continuamos trabalhando da melhor maneira possível para dar uma, não só uma satisfação à sociedade bem como colaborar na questão ambiental — acrescentou.

Questionado sobre a possível origem do óleo, o presidente respondeu que não pode revelar. Antes disso, informou que as manchas começaram a ser analisados há mais de 30 dias, desde o dia 2 de setembro. A ordem de serviço que assinou no sábado, segundo ele, porque a situação persistiu. Na opinião de Bolsonaro, a investigação é “bastante complexa” porque o material migra por correntes marítimas que vêm da África e das Guianas.

Além de Bolsonaro, participaram da reunião os ministros Fernando Azevedo ( Defesa ), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Bento Albuquerque (Minas e Energia), Ernesto Araújo (Relações Exteriores ) e Ricardo Salles ( Meio Ambiente ), este por videoconferência, de Sergipe, além dos comandantes do Exército ,Aeronáutica  e Marinha .

:: LEIA MAIS »











WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia