WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I










junho 2020
D S T Q Q S S
« maio    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: ‘Destaque3’

Covid-19: Vacina brasileira inicia fase de testes em camundongos

G1

O estudo de pesquisadores do Brasil para a criação de uma vacina contra o novo coronavírus entrou em uma nova fase pré-clínica. Diferente da empregada em outros países, a imunização será testada em camundongos. Após esta nova fase, a vacina poderá começar a ser testada em voluntários humanos. É aí que se identifica qual é a concentração capaz de introduzir uma resposta rápida e duradoura do sistema imunológico da solução em animais.

As partículas usadas na vacina são induzidas a carregar fragmentos do Sars-Cov-2 e, assim, gerar uma resposta segura do corpo humano. O modelo escolhido no Brasil é diferente de outros internacionais que usam as vacinas baseadas fundamentalmente em mRNAm (RNA mensageiro). O modelo estrangeiro, no entanto, deve demorar mais tempo e leva em conta diversos fatores que fazem com que muitas vezes a vacina obtida não seja eficaz.

 projeto brasileiro é liderado por cientistas da Faculdade de Medicina da USP e pelo Laboratório de Imunologia do Instituto do Coração (Incor). A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) é responsável por financiar a pesquisa. “Já conseguimos desenvolver três formulações de vacinas que estão sendo testadas em animais. Em paralelo, estamos formulando diversas outras para identificar a melhor candidata”, disse Gustavo Cabral, pesquisador responsável pelo projeto à agência Fapesp.

Urgente: Poçoense morre vítima de COVID19 em São Paulo

Foto: Arquivo Familiar

Na manhã desta sexta-feira, dia 05 de Junho, o município de Poções foi surpreendida com a notícia de um óbito causado pelo COVID19 (novo corona vírus), se trata de uma poçoense que morava na cidade de Francisco Morato, estado de São Paulo.

De acordo com informações obtidas pelo Blog Panorama Geral junto aos familiares, a paciente Luciene de Sousa, 40 anos, apresentou sintomas de síndrome gripal aproximadamente nos meados do mês de maio,  logo após evoluiu levando a paciente para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) onde permaneceu internada por doze (12) dias, vindo a óbito na tarde desta ultima quinta-feira, dia 04 de Junho.

Ainda de acordo com informações de familiares, logo no inicio da síndrome gripal, Luciene realizou exame laboratorial onde constou a presença do vírus COVID19. O corpo de Luciene não pode ser transferido para o município de Poções, seguindo assim as orientações do Ministério da Saúde. Luciene foi sepultada na manhã desta sexta-feira na cidade onde a mesma residia.

Neste momento de dor, queremos expressar nossos mais sinceros sentimentos de pesar aos familiares e amigos enlutados.

COVID19: Poções entra na lista de municípios com transporte intermunicipal suspenso

* Sertão Hoje / Foto: Portal Poções

Bonito, Formosa do Rio Preto, Guaratinga, Ibicuí, Ibipitanga, Jussara, Pé de Serra, Poções e Presidente Tancredo Neves terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de sábado (06). Ficam proibidas nesses municípios a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. Confira abaixo, no ‘leia mais’, a lista completa.

A medida de suspensão de transporte, que foi prorrogada até o dia 21 de junho, tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na Bahia. A decisão foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (5). O decreto ainda autoriza a retomada do transporte em Apuarema, Caém, Capela do Alto Alegre, Itororó e Laje, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.
:: LEIA MAIS »

Mundo: “A China será primeira a ter a vacina” diz pesquisadores

* Agência de pesquisa

Florian Krammer recorda que antes da pandemia do coronavírus chegar, ele enfrentava um inimigo muito mais perigoso e complicado. Trata-se de um vírus capaz de infectar um terço da população mundial e que a cada ano muda tanto a sua composição que é preciso fazer uma vacina nova. Mesmo com essa imunização, o agente patogênico mata 650.000 pessoas por ano. É a gripe em suas duas variantes: a sazonal e a pandêmica.

Mesmo com um vírus como este, o financiamento é limitado, em parte porque os humanos têm a memória fraca e reagimos apenas a estímulos urgentes, opina Krammer, virologista da Escola de Medicina do Hospital Monte Sinai, em Nova York. A última pandemia de gripe H1N1 surgiu em 2009 e acabou sendo muito menos patogênica do que se esperava. Assim como Krammer (Áustria, 1982), boa parte dos jovens cientistas que investigaram aquele vírus não tinha nem nascido quando aconteceu a pandemia anterior, em 1968. E só houve duas outras grandes pandemias de gripe no século XX: a de 1957, que matou um milhão de pessoas, e a de 1918, que aniquilou 50 milhões.

Há meses o laboratório de Krammer se centra em estudar o novo coronavírus SARS-CoV-2. Sua equipe fez vários estudos que esclareceram as dúvidas sobre a existência da imunidade em indivíduos que se curam da doença. Uma de suas contribuições mais recentes e importantes, publicada na Cell com a equipe do Shane Crotty, especialista em vacinas do Instituto de Imunologia, da Califórnia, analisa detalhadamente a resposta imunológica de 20 pessoas que superaram a infecção. O resumo de Krammer é claro: “Não parece que haja nada de defeituoso em nossa resposta imunológica ao vírus; há muitas razões para ser otimista”.

Na sexta-feira, a equipe do Instituto de Biotecnologia de Pequim e a empresa Cansino Biologics, na China, anunciaram também os resultados da fase 1 da primeira vacina desenvolvida nesse país. Neste caso, divulgados em um artigo publicado na revista The Lancet, com todos os dados disponíveis para análise pela comunidade científica. Depois de 28 dias de testes com 108 voluntários saudáveis, os resultados parecem promissores. Além de ficar demonstrada sua segurança, os cientistas observaram que a vacina gerou anticorpos e linfócitos T nos voluntários.

Bahia: O drama de Uruçuca, cidade onde mais se morre de covid-19

* O Correio

Uruçuca é um município de apenas 20,5 mil habitantes, no Sul do estado, no coração da região cacaueira, entre Ilhéus e Itacaré. Nesta pequena cidade vem sendo escrita a história mais triste da covid-19 na Bahia. São 83 casos confirmados e 9 mortes, o que leva a uma assustadora taxa de letalidade de 10,8%, ou mortalidade de 43,9 a cada 100 mil habitantes. Para se ter ideia, a média do país é de 6,6% de letalidade e mortalidade de 9,5 por 100 mil habitantes. Na Bahia, os mesmos índices são de 3,5% e 2,5, respectivamente. Uruçuca é uma união de tudo o que pode prejudicar o combate à doença. Pessoas que escondem sintomas, desrespeito ao distanciamento social, ausência de uma estrutura básica de atendimento e dificuldades na transferência de pacientes para hospitais.

A cidade dispõe apenas de um pronto-socorro municipal, o Promater, para atender a população. Não há leitos hospitalares, muito menos de UTI. Qualquer caso de média complexidade precisa ser encaminhado para Ilhéus, a 36 km. Os problemas na transferência de pacientes, a chamada regulação no jargão da saúde, estão diretamente ligados a três das nove mortes. São pessoas que morreram no pronto-socorro de Uruçuca, aguardando por um leito. O Ministério Público está acompanhando os casos.

Essa dependência não só de Ilhéus, mas também de Itabuna, que fica a 40 km, não ajuda. As metrópoles regionais são dois dos maiores focos da covid-19, segunda e terceira cidades com mais casos na Bahia. Foi assim que surgiram os primeiros casos em Uruçuca. O mesmo pronto-socorro é a maternidade da cidade e tornou-se um foco de contaminação do coronavírus em Uruçuca. Por ser o único no município, as pessoas com sintomas de covid-19 eram atendidas lado a lado de pessoas que apresentavam qualquer outro problema de saúde, o que levou a contaminação em massa.

Educação: Senado aprova adiamento do Enem 2020; matéria vai à Câmara

Waldemir Barreto/Agência Senado

A suspensão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em razão do estado de calamidade pública, provocado pela pandemia do coronavírus, foi aprovada nesta terça-feira (19) no Plenário virtual do Senado, por 75 votos a 1. A matéria segue agora para análise da Câmara dos Deputados.

A proposta (PL 1.277/2020) da senadora Daniella Ribeiro (PP-PB) prevê que, em casos de reconhecimento de estado de calamidade pelo Congresso Nacional ou de comprometimento do regular funcionamento das instituições de ensino do país, seja prorrogada automaticamente a aplicação das provas, exames e demais atividades de seleção para acesso ao ensino superior.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, marcou a aplicação do exame impresso para os dias 1º e 8 de novembro, e a versão digital para 22 e 29 de novembro. As inscrições estão abertas até o próximo dia 22. Já há quatro milhões de inscritos, de acordo com o Inep, e estão esgotadas as vagas para a prova digital.

:: LEIA MAIS »

Jequié: Subcomandante da CIPE-CENTRAL morre por complicações do Covid-19

*Jequié Urgente

Morreu na madrugada dessa quarta-feira (20), o Capitão PM Marcelo de Souza Moura – Subcomandante da CIPE Central. De acordo com informações de amigos e pessoas próximas, ele havia sido diagnosticado com a covid-19 e estava internado numa unidade hospitalar há mais de 10 dias.

O major Fábio Rodrigo – Comandante da CIPE CENTRAL, por meio de nota, definiu assim o Capitão Moura: ” Homem íntegro, amigo, pai de um garoto, esposo de uma honrada policial militar e um filho formidável! Profissional dedicado ao extremo a causa e a missão Policial Militar, condição essa que o rendeu o título de oficial padrão da CIPE Central no ano de 2019. Meu irmão, camarada e Subcomandante, que o Sr dos Exércitos o acolha em suas fileiras, reforçando sua mensagem de justiça e honestidade, pilares de sua trajetória profissional. Lutou bravamente o bom combate”.

Brasília: Bolsonaro demite Regina Duarte da Secretaria de Cultura

Foto: Isac Nobrega/PR

Após dias de “fritura”, o presidente Jair Bolsonaro demitiu a atriz Regina Duarte do cargo de secretária de Cultura. Segundo postagem nas redes sociais, ela vai assumir o comando da Cinemateca Brasileira, que fica em São Paulo.

“Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias”, postou Bolsonaro.
Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias

Poções: Imprensa poçõense desmente FAKE NEWS postado em rede social

Poste fake

Após averiguar junto a secretaria de saúde, através do setor de Vigilância Epidemiológica do município, sobre uma suposta denúncia sobre caso de corona vírus em Poções, a reportagem do Blog Panorama Geral, vem a público esclarecer que não a caso de COVID19 (novo corona vírus) registrado como positivo no município, assim como foi divulgado em rede social na manhã deste domingo (17).

A vítima do sexo masculina que veio de Vitória da Conquista dentro de uma Ambulância, juntamente com uma puerpéra, se trata de um Sr que foi vítima de arma branca e não de COVID19 como foi postado por criadores de FAKE News. Ressaltamos que; A publicação de notícia inverídica (fake news) no intuito de ofender a honra de alguém poderá caracterizar um dos tipos crimes enquadrado nos arts. 138, 139 e 140, cumulados com a majorante do art. 141, III, do Código Pena Brasileiro.

Publicado por Van Nascimento em Domingo, 17 de maio de 2020

Saúde: Bahia tem 8.443 casos confirmados de Covid-19, 295 óbitos e 2.199 pacientes recuperados

Informações: SESAB

A Bahia registra 8.443 casos confirmados de Covid-19. Considerando o número de 2.199 pacientes recuperados e 295 óbitos, 5.949 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 205 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (62,96%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes são Uruçuca (3.070,33), Itabuna (2.973,41), Ipiaú (2.790,31), Ilhéus (2.316,31) e Salvador (1.851,10). Na Bahia, 1.073 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.​
O boletim epidemiológico registra 23.511 casos descartados e 55.541 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam as notificações oficiais compiladas nos três sistemas oficiais do Ministério da Saúde (e-SUS VE, GAL e SIVEPGRIPE). Ressaltamos que os dados refletem casos confirmados laboratorialmente, bem como diagnósticos positivos por critério clínicos, testes rápidos e testes realizados em unidades privadas.​



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia