WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I










agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: ‘Destaque2’

Covid-19: Ministério da Saúde tem 9,8 milhões de testes parados por falta de insumos

*Correio

Secretário executivo do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, Mauro Junqueira reforça que os testes ficaram estocados no País pela falta de todo o equipamento para a análise. “Não tinha o material de extração. Chegou incompleto. Foi feito um acordo e (a compra) está sendo centralizada. (A situação) já melhorou muito nas últimas semanas”, disse

Quase seis meses após decretar o estado emergência pela covid-19 no País, o Ministério da Saúde ainda guarda em seus estoques 9,85 milhões de testes, segundo documentos internos da pasta aos quais o Estadão teve acesso. O número é quase o dobro dos cerca de 5 milhões de unidades entregues até agora pelo governo federal aos Estados e municípios. O exame encalhado é do tipo PT-PCR, considerado “padrão-ouro” para diagnóstico da doença.

O principal motivo para os testes ficarem parados nas prateleiras do ministério é a falta de insumos usados em laboratório para processar amostras de pacientes. Isso porque, segundo informam secretários de saúde, não adianta só enviar o exame, também é preciso distribuir reagentes específicos. O governo federal comprou os lotes de exames sem ter a garantia de que disporia de todos esses insumos, indispensáveis para usar os testes. Estes produtos não são entregues “com regularidade” pela pasta, afirma o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Questionado, o Ministério da Saúde disse que enfrentou dificuldades para encontrar todos os insumos no mercado internacional, mas que está estabilizando a distribuição conforme recebe importações de fornecedores. A pasta não explicou se recebeu algum alerta dos técnicos, durante o planejamento, sobre o risco de os testes ficarem parados pela falta de insumos. Também não informou quantos reagentes utilizados na etapa de extração das amostras foram entregues.

Política: Bolsonaro inaugura sistema de abastecimento de água em município baiano

 

 

Jornal A Tarde

O município baiano de Campo Alegre de Lourdes, no norte do estado, será o destino da primeira viagem presidencial de Jair Bolsonaro após o anúncio de que está curado da Covid-19.

No último sábado, 25, o presidente informou que um novo exame para detectar o coronavírus deu negativo. Bolsonaro participará, na quinta-feira, 30, da inauguração de um sistema de abastecimento de água na cidade baiana.

A viagem a Campo Alegre de Lourdes estava prevista inicialmente para o começo do mês, mas foi adiada depois que o presidente anunciou a contaminação, no dia 7 de julho, pelo coronavírus.

Brasil: Primeira-dama Michelle Bolsonaro testa positivo para Covid-19

*Metrópole

Logo após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmar ter contraído a doença, a primeira-dama testou para coronavírus e o resultado deu negativo. Na época, ela comemorou que as filhas também não tinham contraído contraíram a Covid-19, mais agora foi ao contrario.

Primeira-dama Michelle Bolsonaro testou positivo para o novo coronavírus. A informação foi confirmada pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República nesta quinta-feira (30/7). O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), marido de Michelle, teve a doença e está recuperado desde o último sábado ((25/7). Todos os familiares do presidente que moram com ele no Palácio da Alvorada haviam testado negativo para a Covid-19 após o presidente anunciar, no dia 7 de julho, que havia contraído o vírus. A  filha caçula, Laura, e pela enteada, Letícia, realizaram o exame e aguarda resposta.

Conquista: Servidores da Atenção Básica à Saúde fazem protesto após serem excluídos do adicional de insalubridade

*Por Caique santos

Servidores municipais da Atenção Básica à Saúde (SUS) fizeram uma manifestação na porta da Prefeitura de Vitória da Conquista na manhã desta segunda-feira (27).

O protesto pedia o adicional de insalubridade que foi concedido pelo prefeito Herzem Gusmão apenas aos servidores do SAMU 192 e do Centro de Atenção à Covid-19, preterindo o restante dos servidores da saúde. No dia 21 passado, o prefeito assinou o decreto 20.400 (LEIA ABAIXO), dando o adicional de insalubridade apenas aos servidores estão na linha de frente do combate à pandemia, mas não contemplou a Atenção Básica.

“A porta de entrada do SUS merece tanto reconhecimento quanto o SAMU 192 e o Centro de Covid, que recebem merecidamente os 40% de insalubridade. Todos os pacientes encaminhados pra lá são referenciados pelas nossas unidades de saúde. Eu como técnica de enfermagem e vacinadora estou diariamente fazendo o meu papel e peço ao município que possa fazer o papel dele também”, disse uma servidora, que chegou a chorar. No dia 25 de abril, a Câmara de Vereadores aprovou um requerimento que solicitava o adicional a todos os servidores da saúde, mas foi ignorado por Herzem. Atualmente 332 servidores da saúde estão com a covid-19.

Até o momento o prefeito não se pronunciou sobre o assunto.

Bandeira Nova: Aos 104 anos moradora de Poções vence o coronavírus

Fonte: Blog do Jefersom / Adaptação: Panorama Geral

Com 104 anos, Dona Bertulina tem história para contar. Uma das moradoras de mais idade do município de Poções, ela, que reside na comunidade de Bandeira Nova, venceu a Covid-19.

A boa notícia tem ganhado grande repercussão nas redes sociais. “A receita da boa imunidade foi ter vivido na roça a vida inteira, ter se alimentado bem e o amor da família”, expressou a centenária em sua plena lucidez em conversa com o Blog do Jeferson Almeida.

O diagnóstico, acompanhamento, tratamento e alta médica ocorreram na Unidade de Saúde da Família de Bandeira Nova, coordenada pela enfermeira Aline Gonçalves, e tendo como médico responsável pela Unidade de Saúde.

A comunidade, família e equipe de saúde comemoram o que pode ser considerado um milagre na medicina e parabeniza a centenária pela sua força e saúde.

Poções: Prefeitura Municipal informa aos proprietários rurais que o Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR)

DECOM-PMP

A Prefeitura Municipal de Poções, através da Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Agrário, informa aos proprietários rurais que o Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR), do exercício de 2020, inicia a partir do dia 17 de agosto.

Para agilidade no atendimento do contribuinte, o mesmo deve levar a declaração do ano anterior e apresentar para o agente da sala. Para mais esclarecimentos, o contribuinte deve procurar Sala da Cidadania, que fica localizada no prédio da Secretaria de Agricultura, situada a Praça da Bandeira, nº 290 (ao lado da prefeitura). Lembrando que devido à pandemia de coronavírus, o atendimento ao público é das 8h às 12h.

É importante destacar que o CCIR não será enviado pelos Correios para o endereço de correspondência do titular; O CCIR do exercício 2020 substitui o do exercício 2019; O CCIR só é válido com a quitação da Taxa de Serviços Cadastrais, através da Guia de Recolhimento da União – GRU; O CCIR do exercício 2020 contém valores de débitos da Taxa de Serviços Cadastrais referentes a exercícios anteriores, caso existam; O vencimento da Taxa de Serviços Cadastrais, referente ao exercício 2020, será 30 (trinta) dias após a data de lançamento, ficando os débitos não pagos sujeitos à cobrança de multa e juros de mora, em consonância com a Lei nº 8.022/1990.

Capacitação: Equipe do Hospital Regional Costa do Cacau passa por treinamento de transporte intra-hospitalar de pacientes

HCC

Com o objetivo de ofertar maior segurança e conforto no transporte intra-hospitalar dos pacientes, profissionais do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, treinaram, na última quinta-feira (16), as equipes de maqueiros e agentes de portaria da unidade.

A capacitação de rotina ocorreu como forma de reciclagem e inserção de novas rotinas mediante a pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2). Durante a atividade houve uma ampla discussão sobre rotinas e procedimentos adotados e implantados juntamente com os núcleos de educação permanente e da qualidade, gerência de enfermagem e coordenação dos setores de portaria e maqueiros.

Na ocasião, o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) orientou sobre: o uso correto dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), transporte de pacientes no ambiente interno do hospital, controle de entrada e saída unidade, entre outras abordagens e esclarecimento de dúvidas.

Para o encarregado administrativo Ruan Lima, responsável pelos setores de portaria, maqueiros e recepção, o treinamento é de grande importância para o bom andamento da unidade. “Quando se tem fluxo implantado e treinado com frequência, a efetividade das ações são visíveis e atenderão o nosso principal cliente que é o paciente satisfeito e bem cuidado”, disse.

 Ascom HCC

Bahia: Estado recebe 415 ventiladores pulmonares para uso de combate ao covid19

Foto / Reprodução

O Brasil conta agora com o reforço de 7.994 ventiladores pulmonares entregues pelo Governo do Federal, por meio do Ministério da Saúde, para auxílio no atendimento aos pacientes com Covid-19. Os equipamentos foram entregues em todos os estados e no Distrito Federal. A compra e distribuição dos ventiladores pulmonares é parte do apoio estratégico do Governo do Brasil no atendimento aos estados.

Os ventiladores pulmonares foram distribuídos da seguinte forma: Acre (150), Alagoas (185), Amapá (125), Amazonas (222), Bahia (415), Ceará (268), Distrito Federal (250), Espírito Santo (155), Goiás (413), Maranhão (241), Mato Grosso (216), Mato Grosso do Sul (155), Minas Gerais (551), Pará (409), Paraíba (285), Paraná (534), Pernambuco (195), Piauí (105), Rio de Janeiro (950), Rio Grande do Norte (274), Rio Grande do Sul (400), Rondônia (216), Roraima (160), Santa Catarina (98), São Paulo (787), Sergipe (120) e Tocantins (115).

A distribuição dos ventiladores pulmonares para os municípios e unidades de saúde é de responsabilidade de cada estado, conforme planejamento local. A pasta auxiliou ainda a assistência hospitalar militar, entregando 70 equipamentos ao Ministério da Defesa para o reforço das unidades de saúde das Forças Armadas. “O trabalho continua focado em preservar e salvar vidas, e é nesse sentido que está todo o esforço. Estamos fazendo o possível para atender as necessidades dos estados e municípios”, disse o secretário-executivo, Elcio Franco.

As entregas levam em conta a capacidade instalada da rede de assistência em saúde pública, principalmente nos locais onde a transmissão está se dando em maior velocidade. A aquisição destes equipamentos é de responsabilidade dos estados e municípios. Mas, diante do cenário de emergência em saúde pública por conta da pandemia do coronavírus, o Ministério da Saúde utilizou o seu poder de compra em apoio irrestrito aos gestores locais do SUS.

O Ministério da Saúde assinou, até o momento, cinco contratos com empresas brasileiras para a produção de 16.252 ventiladores pulmonares, sendo: 6.500 com a Magnamed, no valor de R$ 322,5 milhões; 4.300 com a Intermed, no valor de R$ 258 milhões; 3.300 com a KTK, no valor de R$ 78 milhões; 1.202 com a empresa Leistung, no valor de R$ 72 milhões; e 950 com a WEG, no valor de R$ 57 milhões. O esforço brasileiro na aquisição destes itens envolve mais de 15 instituições entre fabricantes processadores, instituições financeiras e empresas de alta tecnologia, entre outras. A distribuição dos equipamentos tem ocorrido conforme a capacidade de produção da indústria nacional, que depende de algumas peças que são importadas.

Ventiladores pulmonares entregues em estados e municípios até 16/07/2020

:: LEIA MAIS »

Brasil: Saúde repassa R$ 2,4 milhões para formação profissional em saúde da família

Ministério da Saúde

Equipes de saúde de todo o país que estiverem integradas a programas de formação profissional da Atenção Primária receberão o incentivo financeiro de R$ 2,4 milhões em custeio adicional do Ministério da Saúde. Serão transferidos aos municípios valores que chegam até R$ 15 mil mensais por equipe que atuar em postos de saúde de todo o país e possuir em sua composição um ou mais profissionais como médicos, dentistas ou enfermeiros vinculados a programas de residência em Medicina de Família e Comunidade, Atenção Primária à Saúde ou em Saúde da Família. Ao todo, 51 municípios de 14 estados serão contemplados com os recursos adicionais.

A medida visa fortalecer a oferta de serviços e a qualificação da assistência à população na Atenção Primária e com a iniciativa serão beneficiadas 469 equipes de Saúde da Família e 60 equipes de Saúde Bucal. Dentre essas equipes, estão vinculados 477 residentes de medicina, 154 de enfermagem e 67 de odontologia. A medida integra o Programa Previne Brasil e corresponde ao incentivo para ações estratégicas. A formação especializada de profissionais de nível superior permite que os municípios qualifiquem a assistência no âmbito da Atenção Primária e aumentem sua capacidade de captação e fixação de profissionais, uma vez que grande parte deles segue atuando nos municípios após a sua formação.

Há no país 193 programas de residência médica em Medicina da Família e Comunidade e 197 programas de residência em área profissional de saúde (dentistas e enfermeiros), distribuídos em 156 cidades de 25 estados, incluindo o DF. A maior parte das bolsas destes programas de residência médica (5.366) e multiprofissional (6.078) é custeada pelo Ministério da Saúde. O que muda é que, além do custeio das bolsas pagas diretamente aos profissionais de saúde, o Ministério da Saúde também incentivará os municípios com equipes integradas a programas de residência médica ou multiprofissional na Atenção Primária.

A residência é uma modalidade de pós-graduação para profissionais da área da saúde com nível superior, com duração de dois anos. Durante este período, o residente médico, enfermeiro ou dentista realiza atendimento aos usuários , sob supervisão de especialistas. O objetivo do Ministério da Saúde com os novos recursos é, justamente, incentivar a especialização de mais profissionais para atuação na Atenção Primária.

Poções: Secretaria de Saúde realiza reunião com proprietários de academias

DECOM-PMP

Na segunda-feira, a Secretária de Saúde, Lorena Santos, recebeu representantes de academias para discutir os serviços da categoria durante a pandemia.

No encontro, ficou decidido que os proprietários das academias apresente uma proposta que deverá seguir rigorosamente os protocolos estabelecidos pela OMS (Organização Mundial de Saúde), Ministério da Saúde e Prefeitura Municipal de Poções.

A proposta será apresentada ao Comitê de Crise COVID-19 em breve, para posteriormente ser tomada uma decisão.

DECOM-PMP

 



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia