WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I










junho 2020
D S T Q Q S S
« maio    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: ‘Destaque1’

Fogo no Parquinho: Filho de Bolsonaro é considerado “o rei das fake news” em todo território nacional

Foto / Reprodução

A demissão do diretor da Polícia Federal, Maurício Valeixo, foi impulsionada por uma investigação do órgão sobre suposta rede de fake news disparadas contra o Supremo Tibunal Federal por um dos filhos do presidente, o vereador Carlos. Segundo o colunista Vicente Nunces, do jornal Correio Braziliense, o Gabinete do Ódio da PF recebeu a informação e policiais responsáveis pela investigação garantem que Carlos seria o autor dos ataques, contra o STF e contra o Congresso Nacional. A mesma equipe irá investigar os autores dos protestos pró-ditadura que aconteceram em diversas cidades do país no último domingo (19) e contou com a participação do presidente Jair Bolsonaro.

Queda no governo Bolsonaro: Ministro Sergio Moro pede demissão e sai aplaudido por colegas do planalto

The Intercept Brasil

Estrela do ministério, convidado durante a campanha eleitoral quando ainda era juiz, anunciou há pouco sua saída numa entrevista coletiva no Ministério da Justiça. Sua cara era de total abatimento. Moro foi decisivo para a eleição de Jair Bolsonaro: vale lembrar que ele levantou o sigilo da delação podre de Antonio Palocci – levantamento que nem mesmo Deltan Dallagnol conseguiu defender. O ex-juiz sai do governo muito menor do que entrou. Deu a Bolsonaro parcela considerável da sua credibilidade junto à opinião pública, transferiu seu cacife político ao presidente. Em troca, recebeu seguidas humilhações de Bolsonaro e de seu entorno. Tiraram dele o Coaf, vetaram nomeações, interferiram na PF. Durante a coletiva de hoje, Moro disse que teve apoio de Bolsonaro em alguns projetos, “mas em outros não”.
O estopim da queda foi a troca do diretor-geral da Polícia Federal. Ainda Moro, na coletiva: “o problema não é o nome, mas por que trocar?”. Moro não disse, mas o motivo é claro: proteger a família Bolsonaro dos casos de corrupção nos quais estão envolvidos. Sobre esse ponto, Moro elogiou o PT por ter mantido a autonomia da PF durante seus governos.  Moro poderá sempre se dizer surpreendido pelo comportamento do agora ex-chefe. O que não muda é que jamais poderia ter sido ministro. Se tivesse qualquer apreço pela justiça e pela democracia não deveria ter aceitado o cargo, dado o histórico da família Bolsonaro, seu apreço por torturadores e desprezo pelas instituições democráticas.
Além disso, em qualquer país sério, o juiz que tirou da corrida presidencial outro candidato com chances de ser eleito não assumiria um cargo no governo do candidato vencedor. Seria um escândalo, como foi. Mas a sede de poder de Moro ficou escancarada, como demonstramos inúmeras vezes nos arquivos secretos da Lava Jato. Chego então à Vaza Jato. Depois das revelações que fizemos, Sergio Moro não deveria ter permanecido no Ministério. As improbidades cometidas quando ocupava a 13ª Vara Federal de Curitiba são gravíssimas, interferiram na condução dos rumos da República e colocam em xeque todo o desenrolar da operação Lava Jato. Afinal, como aceitar que um juiz que evita investigar políticos para não “melindrar alguém cujo o apoio é importante” ocupe a pasta da Justiça? É isso o que chamam de bandido de estimação?
O ciclo de Sergio Moro no Ministério se encerrou hoje. A vergonha da sua participação no governo Bolsonaro, no entanto, é eterna. E para que não esqueçamos também de que ele sempre teve apreço pelo autoritarismo e pelo desrespeito às instituições, vale a pena ver de novo os melhores momentos do ex-juiz na Vaza Jato:
  1. O agora ex-ministro trabalhou em parceria com a força-tarefa de Curitiba sugerindo troca de fases da operação, interferindo nas investigações e dando pistas sobre elas. “Não é muito tempo sem operação?”, ele questionou a Dallagnol em certa ocasião.
  2. “Moro viola sempre o sistema acusatório e é tolerado por seus resultados”. Eu também acho, mas quem disse isso foi a procuradora Monique Cheker em uma conversa onde vários membros da força-tarefa reclamavam das violações do ex-juiz e de sua possível ida para o governo Bolsonaro (sempre bom lembrar que Monique é Monique).
  3. Acostumado a interferir nos rumos da política brasileira, Sergio Moro também sugeriu que os procuradores vazassem trechos de delação para interferir na política da Venezuela. “Talvez seja o caso de tornar pública a delação da Odebrecht sobre propinas na Venezuela”, sugeriu a Dallagnol numa clara demonstração de desrespeito a qualquer princípio democrático e diplomático.
  4. Dallagnol já sabia que Moro estava se metendo numa enrascada ao aceitar o convite de Bolsonaro. Ninguém em sã consciência comprou a ideia de que Bolsonaro é um militante anticorrupção, né? “Seja como for, presidente não vai afastar o filho. E se isso tudo acontecer antes de aparecer vaga no supremo?”, profetizou Deltan.
  5. Acostumado desde os tempos de Curitiba a interferir na PF, Moro certamente não gostou de ver Bolsonaro passando por cima da sua autoridade. O ex-juiz gosta do poder, e durante sua carreira na magistratura não só direcionou ações do MPF como também fazia dobradinha com a PF.
É impossível saber o que a saída do ex-juiz significa para os rumos de um governo que vem desmoronando em praça pública. É certo que se não estivéssemos em meio a uma pandemia, Bolsonaro estaria hoje muito vulnerável a um processo de impeachment. O presidente se protege com o vírus. Chega a ser poético.  Moro está fora, mas não se iludam: a campanha presidencial de 2022 começou, e Moro e Bolsonaro, bem, são uma coisa só. O ex-ministro continua sendo o político mais popular do Brasil, apesar de sair do ministério pela porta dos fundos – ele disse, na coletiva, que soube da exoneração de Valeixo pelo Diário Oficial, e que não assinou o documento, apesar de sua assinatura constar no pé de página. Se Moro diminuiu a ponto de ser chutado por Bolsonaro, certamente foi também pela força do jornalismo independente, que não se deixa seduzir por super-heróis e que não se comporta como porta-voz de autoridade.

Bahia: Poções e mais 40 municípios está na lista de calamidade pública aprovada pelos deputados baianos

* Fonte / G1

Foram aprovados em sessão virtual realizada pelos deputados baianos, nesta quinta-feira (23), decretos de calamidade pública para mais 41 novos municípios da Bahia, em razão da pandemia do coronavírus. No total, 374 dos 417 municípios baianos já vivem sob os efeitos dos decretos de calamidade.

Segundo a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o estado de calamidade pública vai valer, a partir desta quinta-feira, nas cidade de Abaré, Adustina, Amargosa, América Dourada, Aramari, Glória, Ibiassucê, Jaborandi, Mairi, Mortugaba, Ourolândia, Paratinga, Pindaí, Rafael Jambeiro, Santa Luz, Santo Antônio de Jesus, Sítio do Mato, Várzea da Roça, Xique-Xique, Aporá, Ichu, Urandi, Itapebi, Barreiras, Cícero Dantas, Cristópolis, Encruzilhada, Esplanada, Heliópolis, Ibicuí, Ibirapitanga, Irajuba, Jeremoabo, Macajuba, Antônio Gonçalves, Eunápolis, Iraquara, Lajedinho, Muquém do São Francisco, Poções e Taperoá.

Poções: Reunião define novas estratégias de atendimento à população durante a pandemia do coronavírus

Foto: Secretaria de Assistência Social

Na manhã desta última quarta-feira (22) a secretária de assistência social, Laís Mascarenhas, reuniu com  alguns profissionais da referida secretaria para discutir as novas medidas do nosso setor, no enfrentamento ao coronavírus em Poções. Nos últimos dias, foram realizadas várias ações como: Distribuição de 700 cestas básicas em um único mês às famílias em vulnerabilidade social, número que é 60% maior que o normal; disponibilizamos o plantão social para esta população em vulnerabilidade social, através de um número de telefone para solicitar o auxílio; Foi criado um Albergue Social para acolher andarilhos e possíveis moradores de rua; e, através da APIMP, está sendo confeccionando milhares de máscaras para atender os profissionais de saúde e distribuir à população local.

Após a nova reunião, foi adotada novas medidas que vão beneficiar ainda mais a população. Como por exemplo,  disponibilizar cerca de 10 servidores da assistência que irão orientar e oferecer informações sobre os benefícios às pessoas nas filas dos bancos e lotéricas para evitar aglomerações, além de máscaras e álcool em gel para todos. Outra ação importante, é a implantação do Disk informações sobre o Auxílio Emergencial do Governo Federal. Por meio de contato telefônico e Whatsapp (77 9 9985 – 0039) onde esclarece as dúvidas da população sobre esse benefício.

 

Brasil: Senado aprova ampliação de auxílio de R$ 600 para outras categorias; veja novos beneficiados

Foto: Reprodução

O Senado aprovou nesta quarta-feira (22), por unanimidade, ampliar as categorias de trabalhadores que podem receber o auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal. O auxílio foi criado como medida contra a crise causada pela pandemia de coronavírus. Os senadores também aprovaram ampliar o limite de renda para ter direito ao BPC (Benefício de Prestação Continuada), numa derrota para o governo federal.
As mudanças ainda não estão valendo. Para passarem a valer, o projeto de lei precisa agora ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em até 15 dias. Ele pode sancioná-lo ou vetá-lo na íntegra, ou fazer vetos parciais. Assim como mães chefes de família podem receber R$ 1.200, o projeto aprovado prevê que o mesmo valor seja pago a pais solteiros que sejam o único responsável do lar, bem como a mães adolescentes (menores de 18 anos).
Segundo o texto, as novas categorias que terão direito ao auxílio emergencial de R$ 600 são:
  • trabalhadores do transporte de passageiros regular
  • taxistas, mototaxistas, motoristas de aplicativo, motoristas de transporte escolar
  • microempresários de vans e ônibus escolares
  • caminhoneiros
  • entregadores de aplicativo
  • professores contratados que estejam sem receber salário
  • profissionais das artes e da cultura, como artistas, autores, intérpretes, técnicos de espetáculos
  • profissionais do esporte, como atletas, paratletas, técnicos, preparadores físicos, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, árbitros e auxiliares de arbitragem, de qualquer modalidade
  • cuidadores, babás e diaristas
  • cabeleireiros, barbeiros, esteticistas, depiladores, maquiadores e outros profissionais da beleza reconhecidos por lei
  • empreendedores individuais de beleza, cosméticos, terapias complementares e arte-educação
  • empreendedores independentes das vendas diretas
  • agentes e guias de turismo.
  • artesãos e expositores em feira de artesanato
  • ambulantes de alimentos, feirantes, camelôs, baianas de acarajé, garçons, marisqueiros, catadores de caranguejos, barraqueiros de praia
  • catadores de materiais recicláveis
  • vendedores de marketing multinível e porta a porta
  • arrendatários, extrativistas, silvicultores, seringueiros, mineiros e garimpeiros
  • beneficiários dos programas de crédito fundiário e assentados da reforma agrária agricultores familiares e técnicos agrícolas
  • quilombolas e demais povos e comunidades tradicionais
  • pescadores profissionais artesanais quando não receberem o seguro-defeso
  • cooperados ou associados de cooperativa ou associação
  • ministros de confissão religiosa e profissionais assemelhados
  • sócios de pessoas jurídicas inativas, sem ter que apresentar a Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais

Poções: Prefeitura baixa novo decreto estabelecendo uso obrigatório de máscaras e comercio aberto parcialmente

Foto: Reprodução

Mesmo sem casos confirmados do novo coronavírus, o prefeito de Leandro Mascarenhas, baixou novo decreto que mantém o comércio funcionando parcialmente das 8 às 14 horas. Ainda de acordo com o decreto, fica proibido abertura de bares, restaurantes, pizzarias, lanchonetes, ambulantes e derivados, dentre outros conforme decreto no link a baixo.  O novo decreto entrou em vigor nesta quinta-feira (23), a nova medida será válida até o dia 30 de abril.

Os estabelecimentos que continuarão abertos por fornecerem produtos e serviços básicos serão necessários limitar um número máximo de clientes. Além disso, os funcionários destes comércios terão que usar máscaras, luvas e orientarão os compradores para manterem distância mínima 1,5 m. Ainda de acordo o decreto, todos os clientes terão que está fazendo uso de máscaras para adentrar ao estabelecimento.   A feira livre municipal, além de limitar a vendedores e produtos da região, terá funcionamento das 5h até as 13h.

O decreto ainda torna obrigatório o uso de máscaras por toda população ao sair nas ruas por alguma necessidade.

Decreto Aqui

 

Mirante: Munícipe morre em São Paulo com suspeita de COIVID19

Penachinho News

Entre as 141 novas mortes por coronavírus confirmadas nos municípios paulistas nas últimas 24 horas, uma delas foi a do jovem mirantense Bruno Costa.

Depois de 15 dias internado na UTI de um Hospital do Estado de São Paulo, Bruno de 26 anos, não resistiu e veio a óbito na manhã desta quarta-feira 22 de Abril. Não há informações se ele possuía alguma comorbidade.

Nas redes sociais, a morte de Bruno teve ampla repercussão. O jovem era sobrinho do Cantor Neguinho Batista, muito querido na região.

Nesse momento de dor, a equipe do Panorama geral, presta suas condolências e deseja ao cantor Neguinho Batista e toda sua família e amigos que encontrem o conforto necessário para superar essa perda.

Poções: Mais dois pacientes atestam negativo para corona vírus; Confira gráfico de projeção

Reportagem / Panorama Geral

De acordo com boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde na noite desta última terça-feira, 14 de Abril, 02 exames atestaram negativo para a infecção do COVID19 (corona vírus) desde o início da pandemia (no mês de fevereiro) todos os pacientes atestaram negativo para a doença, número de casos confirmados te o momento está zerado no município.

Para o secretário de saúde, Jorge Luís, o vírus tem sido contido devido às ações de contenção aplicada no município, a exemplo das barreiras sanitárias, uso de mascaras, abertura alternada do comercio, higienização de lugares onde aglomera pessoas, controle da feira livre, dentre outras ações que fazem parte do plano de contingência.

Reportagem / Panorama geral

Segundo relatório técnico emitido pela Secretaria de saúde, através do setor de Vigilância Epidemiológica do município, o coordenador Wesley Freitas, apresentou um gráfico de projeção apontando o início da curva do COVID19 em Poções. De acordo com o gráfico, a curva acontece no mês de Abril e poderá prolongar até Julho, devido ao clima frio que sobre vem na região.

Ainda de acordo com o gráfico, podemos entender o perigo de não manter o distanciamento social, onde a curva, representada pela linha preta sobrepõe à linha verde (capacidade de atendimento do SUS). No gráfico, podemos ver também o resultado do distanciamento social só dos idosos (linha vermelha), mesmo assim ainda sobrepõe a capacidade de atendimento do SUS. Já mantendo o distanciamento total como é recomendado pela Organização Mundial de Saúde, Ministério da Saúde e Secretaria Municipal, os possíveis infectados poderão ser totalmente cobertos pelo atendimento do sistema de saúde (representado pela linha marrom) que fica a baixa da linha verde.

  Todas essas informações foram apresentadas no boletim diário via life no Facebook na página oficial do secretário de saúde.

Covid19: Sobe para 13 o numero de casos suspeitos de corona vírus em Poções

DECOM

Nesta última segunda-feira (13), a Secretaria Municipal de Saúde de Poções informa que temos notificados 13 casos com suspeita de Covid-19. 04 casos suspeitos já foram descartados laboratorialmente e 02 aguardam resultados das amostras que estão em análise. 420 pessoas vindas de áreas de risco estão sendo monitoradas. É importante destacar que para coleta de amostras de pacientes com suspeitas de Covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde tem seguido os critérios de coleta de amostras para exame laboratorial definidos pela Secretaria de Saúde do Estado, de acordo com a Nota Técnica COE nº 08 do dia 21 de março. A Secretaria de Saúde de Poções reforça a importância de que, neste momento, a população siga as orientações de distanciamento físico, mantendo os cuidados de higiene e evitando aglomerações.

Poções: Prefeito Léo baixa novo decreto; comércio segue funcionando, porém com restrições

Foto: Van Nascimento

A Prefeitura de Poções decidiu manter o comércio aberto com um novo decreto válido até quarta-feira (22). A administração avaliou que o funcionamento pode acontecer desde que os estabelecimentos cumpram as medidas de prevenção. Os estabelecimentos poderão funcionar das 07h às 13h, com exceção para os de serviços relevantes à população.

Nos dias 19, 20 e 21 terão as atividades suspensas: I – hipermercados, supermercados, mercados, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas e centros de abastecimento de alimentos; II – lojas de venda de alimentação e medicação para animais; III – oficinas mecânicas; IV – clínicas de estética e salões de beleza; V – bancos, correspondentes bancários, lotéricas e cooperativas de crédito. No novo decreto, a feira livre volta a acontecer sem a permissão da presença de feirantes de outros municípios. Em Poções, segundo a Secretaria de Saúde, ainda não foi confirmado nenhum caso de Covid-19, tendo sido notificados 13 suspeitos e 02 aguardando resultados para diagnóstico.

Fique por dentro de todos os detalhes clicando aqui.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia