WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I












fevereiro 2021
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  

:: 5/fev/2021 . 5:24

Barreiras: Município sedia maior evento de soja do país

*Blog Panorama Geral *Fonte: Prefeitura de Barreiras

Luís Eduardo Magalhães sediou nessa quinta-feira (04), a Abertura Nacional da Colheita da Soja – Safra 2020/2021, promovido pela Aprosoja Brasil e Canal Rural. Com a expectativa de uma safra recorde, ultrapassando os 130 milhões de toneladas, a sede da Fundação Bahia reuniu sojicultores de todos os cantos do país e autoridades do Estado.

O prefeito Júnior Marabá e o vice-prefeito Filipe Fernandes, anfitriões do encontro, comemoraram a escolha do município. “Gostaria de agradecer a Aprosoja por ter escolhido Luís Eduardo Magalhaes para sediar esse evento de abertura da colheita de soja de todo o nosso país. Agradecer em nome do presidente estadual, Alan Juliani”, pontuou Júnior.

“Ficamos muito honrados desse evento ser em Luís Eduardo. Sabemos da grande importância que a soja tem no nosso município”, destacou Filipe.

O diretor de Agricultura, Kenni Henke falou da importância dos temas discutidos. “Destacando a produtividade, almejando novos resultados, buscando novas tecnologias para a soja e toda a agricultura que engloba o nosso Oeste da Bahia”.

Para o presidente da Associação de Irrigantes e Agricultores da Bahia (Aiba), Odacil Ranzi, esse é um momento ímpar. “Nós estamos aqui assistindo algo maravilhoso e só temos que agradecer a Deus por essa oportunidade de mostrar a pujança do nosso município”.

Cenário nacional
“O ano passado nós chegamos a um protagonismo mundial de maior produtor de soja, com 125 milhões de toneladas. Esse ano iremos chegar a 130 milhões de toneladas, talvez mais um pouco, e mais uma vez seremos o maior produtor do planeta. O Brasil é a vitrine mundial da soja”, disse o presidente da Aprosoja Brasil, Bartolomeu Braz.

Na Bahia
Principal produto da pauta de exportação brasileira, na Bahia, a soja já representa 30% das exportações. E os produtores baianos estão otimistas.

“Se o clima colaborar com a gente, nós vamos ter uma safra muito próxima da nossa melhor safra, que foi a de 2018. Vamos colher em torno de 6,7 milhões de toneladas e a expectativa é muito boa”, pontuou Alan Juliani, presidente da Aprosoja Bahia.

Segundo o secretário de Agricultura da Bahia, Lucas Costa, Luís Eduardo é de suma importância para o agronegócio baiano. “Vimos o quando o IDH [Índice de Desenvolvimento Humano] melhorou na medida em que o agronegócio avança, e avança muito forte aqui. É uma pena a Bahia Farm Show ter sido cancelada, mas com total coerência, devido a pandemia. Mas com certeza vamos estar sempre do lado do produtor e do lado da cidade de Luís Eduardo, porque é aqui que o agronegócio acontece”.

Bahia: Laboratório Central detecta seis novas variantes da coronavirus

*Blog Panorama Geral *Fonte: ASCOM/SESAB

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (LACEN/BA), que é a terceira maior unidade de vigilância laboratorial do país e classificado na categoria máxima de qualidade pelo Ministério da Saúde, realizou o sequenciamento de 48 genomas do SARS-CoV-2 (Covid-19), identificando a circulação de seis linhagens diferentes de coronavírus.

Com o investimento superior a R$ 20 milhões nos últimos anos pelo Governo do Estado, a unidade agora se torna referência nacional para fazer o sequenciamento genético de amostras da Bahia e de outros cinco estados (Sergipe, Alagoas, Piauí, Pernambuco e Rio Grande do Norte).

De acordo com o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, “nenhuma delas refere-se aos tipos encontrados em Manaus, África do Sul ou Reino Unido, que são cepas mais contagiosas.

As análises contemplam amostras dos cinco últimos meses e demonstram que a vigilância estadual está ativa, possibilitando avaliar a dispersão do vírus no estado e investigar novas linhagens. Os seis diferentes tipos de coronavírus encontrados são subtipos do SARS-CoV-2 e não detectamos um risco aumentado para estas linhagens”, afirma Vilas-Boas.

A diretora geral do Lacen-BA, Arabela Leal, destaca que as amostras foram baseadas na representatividade de todas as regiões geográficas do estado. “Os 48 genomas sequenciados são provenientes de 25 municípios da Bahia, sendo que todos os pacientes tinham sintomas clínicos característicos, como dificuldade de respirar, cansaço, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou pneumonia, bem como eram casos suspeitos de reinfecção e óbitos”, explica a diretora geral.

O secretário ressalta que novos sequenciamentos genéticos estão em curso. “Amanhã (5) teremos o resultado de 32 novas amostras, sendo 11 de pacientes que estiveram em Manaus”, destaca o titular da pasta da Saúde da Bahia.

Técnica

As amostras são encaminhadas ao departamento de biologia molecular do Lacen-BA, onde todo o processo de sequenciamento genômico dura cerca de uma semana. Antes de passar pelo equipamento Ion GeneStudio S5 Plus, desenvolvido com tecnologia de sequenciamento NGS, de última geração, as amostras passam pelo processo de extração e são novamente testadas pelo método RT-PCR, para identificar se a preservação do vírus é satisfatória.

Uma vez validada a amostra, elas seguem para a máquina de sequenciamento. Nas últimas análises, os genomas sequenciados apresentaram cobertura superior a 95% do genoma total. Por solicitação do Ministério da Saúde, a Bahia realizará 300 sequenciamentos genéticos em quatro meses.

Covid19: Com 85% dos leitos de Uti acupados, Hospital de campanha é reaberto em Salvador

*Blog Blog Panorama Geral / *Bahia Notícias

O governo do estado está se preparando para uma possível reabertura do Hospital de Campanha da Arena Fonte Nova, como resposta ao avanço da segunda onda de contaminação da Covid-19 na Bahia. A possibilidade foi levantada pelo titular da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), Fábio Vilas-Boas, em entrevista ao Bahia Notícias nesta quinta-feira (4).

“Nós temos hoje a possibilidade de reabrir a Fonte Nova, caso venha a ser necessário. Eu já determinei que todas as camas, monitores, respiradores, todo o material móvel que a gente havia retirado de lá e guardado nos almoxarifados, já sejam contabilizados e checados, tudo direitinho, para que, caso a taxa de ocupação comece a subir, nós possamos reativar o hospital de campanha da Fonte Nova”, disse o secretário.

O Hospital de Campanha Arena Fonte Nova foi aberto inicialmente no dia 8 de junho de 2020, em meio à primeira onda de contaminação do novo coronavírus. A unidade de saúde chegou a ter 240 leitos exclusivos para o tratamento de pacientes com Covid-19, sendo 100 de terapia intensiva.

Pouco mais de quatro meses depois, no dia 16 de outubro, com a taxa de ocupação nas UTIs do estado em queda, a Sesab decidiu desativar a estrutura. Na época, a Bahia tinha 48% de seus leitos de terapia intensiva reservados para Covid-19 ocupados, o que dava tranquilidade para que o governo abrisse mão de algumas unidades.

Entretanto, do dia em que o hospital de campanha foi desmontado até esta quinta-feira (4), a taxa de ocupação das UTIs na Bahia subiu de 48% para 74%. O governo baiano então começou a reabrir unidades em todo o estado, para atender à demanda da segunda onda de contaminação. Hoje, a quantidade de leitos é maior do que a existente na primeira fase.

“Se isso ultrapassar 85% no estado todo, a gente vai ter que sentar, conversar e reativar os leitos da Fonte Nova progressivamente. Porque, hoje, a realidade é que já reabrimos todos os leitos que nós havíamos desativado e ampliado mais 79 leitos de UTI no Hospital Espanhol, que não havia na primeira fase”, afirmou Vilas-Boas, estabelecendo uma espécie de “gatilho” para a reabertura do hospital de campanha no estádio.

No boletim epidemiológico desta quinta (4), a Sesab contabilizou mais de 13 mil casos ativos da Covid-19 na Bahia, o maior número desde o dia 22 de agosto de 2020. O avanço da pandemia no estado provocou também um aumento considerável da ocupação das UTIs, de 70% para 74% nas últimas 24 horas.

Bahia: Morador de rua morre carbonizado

*Blog Panorama Geral / *Fonte: G1

Morador de rua morre carbonizado enquanto dormia na Bahia

Um homem morreu carbonizado após ter o corpo incendiado na madrugada desta quarta-feira (03), na Praça Antônio Carlos Magalhães, na cidade de Dias D’Ávila, na região metropolitana de Salvador. De acordo com a Polícia Militar, as informações chegaram por volta das 4h30. Quando os policiais chegaram ao local encontraram o homem morto. Informações preliminares apontam que a vítima era uma pessoa em situação de rua. Ela ainda não foi identificada. O local foi isolado e o Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi acionado para remover o corpo. A Polícia Civil informou que ainda não tem detalhes sobre o caso, que deve ser investigado.

Política: Justiça condena a mãe de Geddel e Lúcio Vieira por corrupção

Blog Panorama Geral/Fonte: Cebolinha

O juiz federal Vallisney de Souza Oliveira condenou Marluce Vieira Lima, mãe do ex-ministro Geddel Vieira Lima e do ex-deputado Lúcio Vieira Lima, a 10 anos de reclusão, inicialmente em regime fechado, pelos delitos de lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Segundo a decisão da Justiça Federal, assinada no último dia 24 de janeiro em Brasília, Marluce praticou oito delitos de lavagem de dinheiro em associação, ocultando R$ 42.643.500,00 e US$ 2.688.000,00 em espécie, e também através de investimentos administrados pela Cosbat Empreendimentos Imobiliários Ltda.

Apesar da obrigatoriedade inicial de cumprimento da pena em regime fechado, o magistrado facultou ao Juízo de Execução Penal o direito de alterar o regime penal de Marluce para domiciliar ou outro mais adequado, devido à sua idade avançada – 70 anos – e seu estado de saúde considerado “precário”.







WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia