WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I












janeiro 2021
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: 6/jan/2021 . 21:11

Poções: Após polemica nas redes sociais, centro de covid não será mais no centro da cidade

Reprodução

O dia de quarta-feira 06 de Janeiro começou quente na cidade de Poções. A temperatura subiu literalmente tanto no clima que chegou a 28º g, as redes sociais também amanheceu e perdurou durante todo o dia em clima quente, tudo isso devido o levantamento de um possível Hospital de Campanha e Centro de covid-19, que outrora funcionava dentro do Ginásio de Esporte Municipal Ângelo Magalhães, a margem da BR-116.

De acordo com opiniões expressa nas redes sociais pela sociedade civil, simpatizantes e apoiadores da atual gestão, “trazer a estrutura para o centro é um genocídio anunciado”. Os internautas argumentam que “montar um Hospital de Campanha e um Centro de covid-19 (local que realiza os testes dos infectados) representa um perigo para a população”.  O centro da cidade onde está sendo armado à estrutura fica de fronte com a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Igreja Universal do Reino de Deus, Igreja Evangélica Shekinah, Igreja Ministério Sião, central de Moto taxe, três Supermercados, a fila dos beneficiários do bolsa família, dentre outros movimentos de pessoas e o possível hospital de campanha ficaria bem ao meio.

Após uma avalanche de criticas feita pelos internautas, uma reunião foi realizada na tarde desta quarta na onde ficou decidido que o local funcionará apenas Centro de Referencia pra covid-19, com distribuição de máscaras, álcool gel, e triagem, fazendo valer a verba de mais de três milhões destinada ao combate a pandemia.

A secretaria municipal de saúde ainda não se manifestou sobre o assunto.

Itabuna: Redinhas garantem atendimento humanizado a prematuros em UTI

Blog Panorama Geral / Divulgação Sesab

A instalação de redinhas de flanela nas incubadoras da UTI Neonatal do Hospital Manoel Novaes (HMN), em Itabuna, tem sido fundamental para o desenvolvimento motor e sensorial de prematuros, além de auxiliar na estabilização da respiração, ganho de peso e melhoria no sistema neurológico. Para tanto, os bebês devem passar algumas horas do dia na rede. A diretora técnica do HMN, Fabiane Chávez, explica que a utilização das redes contribui para que os bebês prematuros respondam mais rápido ao tratamento. “Gera a sensação de mais conforto. Muitos se sentem como se estivessem na barriga da mãe. A rede também evita a lesão por pressão. O processo contribui ainda para melhorar o desenvolvimento cerebral”, explica a médica pediatra.

A médica pediatra reforça que as redinhas simulam um ambiente mais próximo do encontrado dentro do útero materno. “Como são estimulados a se movimentarem, os bebês conseguem melhorar, por exemplo, o funcionamento dos pulmões. As redes contribuem para a estabilização da frequência de batimentos cardíacos”. A fisioterapeuta Virgínia Madalena afirma que, como as crianças ficam mais calmas e ao se alimentar mais, acabam ganhando peso mais rápido. “É impressionante como ocorre a evolução já nos primeiros dias em que recorremos ao uso das redinhas. A técnica ajuda acelerar a alta médica das nossas crianças”, conta.

Mas nem todos os bebês prematuros podem fazer uso da redinha de flanela. A fisioterapeuta Mirelle Antunes esclarece que, para ser colocada na rede, a criança precisa respirar sem a ajuda de aparelhos e ter uma estabilidade no quadro respiratório. “É um processo que gera muitos benefícios para os bebês, mas que exige uma mobilização e participação de toda a equipe da nossa UTI. Esse processo de humanização implantado pelo hospital tem gerado excelentes resultados” conclui.







WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia