WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I










novembro 2020
D S T Q Q S S
« out    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

:: 9/nov/2020 . 21:42

Publicidade: Instituto Capacitação & Cia trás para Poções cursos de PANETONE e ADESIVOS ARTESANAIS PARA UNHAS

Reprodução

No curso de panetones artesanais você irá aprender uma receita profissional de panetone  como rechear os panetones e decorações diferenciadas para encantar os seus clientes. Além de tudo isso você receberá um aprendizado incrível, bem como elaboração de embalagens maravilhosas e ensinarei uma receita de panetone salgado que faz o maior sucesso. Irá aprender também sobre rendimento, validade e congelamento. Tudo para você alcançar o sucesso com panetones.

Reprodução

Já pensou desenhar adesivos que todo mundo gostaria de ter e fazer sucesso entre as manicures? Neste curso irá aprender como desenhar os adesivos que mais fazem sucesso na Internet, os prediletos de todas as manicures e assim conseguir garantir o seu sucesso nas vendas dos seus produtos. Para além dos adesivos artesanais com flores e borboletas mais comuns, também aprenderá a inovar! Isso mesmo, nenhum negócio de sucesso sobrevive sem inovação! Neste curso também aprenderá a juntar pedrarias em seus adesivos.

Tudo isso em um só luga! no Instituto Capacitação & Cia.

Caetanos: Candidato a prefeito estava recebendo auxílio emergencial; Diz lista da TCU

Foto / Reprodução

Por meio de despacho assinado na última sexta-feira, 06 de novembro, o ministro Bruno Dantas tornou pública lista produzida pelo TCU que contém os candidatos que declararam patrimônio igual ou superior a R$ 300mil e que receberam alguma parcela do auxílio emergencial até julho de 2020. É possível verificar também casos em que o patrimônio declarado do candidato supera 1 milhão de reais. Tais casos demonstram potenciais integrantes do rol de inclusões indevidas do benefício, uma vez que os indícios apontam renda incompatível com as regras do programa. Essa lista foi divulgada mediante parcial supressão dos CPFs dos candidatos.

Uma notícia caiu como uma bomba no cenário político do município de Caetanos, no Sudoeste Baiano. O fato foi a lista divulgada pelo TCU ( Tribunal de Contas da União). Onde aparece o nome do atual candidato no município de Caetanos como um dos beneficiados pelo programa do governo federal, em meio a pandemia da COVID-19, auxílio emergencial. A notícia abalou os moradores do município que tanto tentou e não foram contemplados.

CARLOS ALBERTO ALVES, ou Roberto da Padaria, como assim é conhecido, é candidato a prefeito do município nas eleições municipais 2020 pelo PROGRESSISTA (11), confira no link a baixo.

https://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2020/2030402020/34029/50001170863

Na lista mostra o nome do atual candidato Roberto da Padaria

Segue a baixo link da lista onde está registrado o nome do candidato a prefeito Roberto da Padaria. Até o momento o atual candidato não se manifestou sobre o fato.

Lista de candidatos com patrimônio superior a R$ 300 mil que receberam o auxílio emergencial da Covid-19

 

Esporte: Atletas de Poções participaram do Campeonato Baiano de Jiu Jitsu em Feira de Santana

Fotos / Reprodução

Os atletas Jeferson Félix Benedictis e Lázaro Rocha Mascarenhas participaram neste último final de semana, na cidade de Feira de Santana, nordeste baiano.

Representando o município de Poções, ambos subiram ao pódio ocupando o primeiro lugar na sua categoria de peso e conquistaram o terceiro lugar no absoluto no peso livre.

Esses  atletas vem se destacando e sendo referência no cenário nacional do esporte na modalidade. Os atletas tiveram apoio da prefeitura municipal, câmara de vereadores e comerciante local.

Centro sul Baiano: Vinho baiano produzido na Chapada Diamantina ganha prêmio nacional

A tarde

A vinícola baiana Vaz, localizada em Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina, ganhou a 9ª edição da Grande Prova Vinhos do Brasil (GPVB) e a 4ª edição da Grande Prova Sucos de Uva do Brasil. Na categoria de vinhos, o premiado foi o Tinto Malbec, nos rótulos de espumantes os premiados foram o Brut Branco Charmat e o Brut Rosé Charmat, ambos de 2019. A localização estratégica da região, que facilita a distribuição dos produtos; o clima; a qualidade da água; e o potencial frutífero são fatores responsáveis pela qualidade dos produtos do segmento de bebidas na Bahia, de acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE).

O proprietário da vinícola, Jairo Pinto Vaz, explicou que os primeiros vinhos foram elaborados em 2018, em uma produção de, aproximadamente, 1,2 mil garrafas de Malbec, Syrah, Sauvignon Blanc e Viognier. Na safra 2019, foram produzidos os espumantes Brut, elaborados pelo método Charmat (Pinot Noir e Chardonnay), Brut Rosé (Malbec, Sauvignon Blanc e Viognier), Moscatel (Muscat Petit Grain) e também os vinhos tintos Malbec e Syrah, em um total de cerca de 10 mil garrafas. “A nossa pequena vinícola é muita nova, os vinhedos têm apenas 4quatro anos e estamos ainda engatinhando no complexo mundo dos vinhos. A premiação do Vinho Tinto Malbec e do Espumante Brut Branco na Grande Prova de Vinhos Brasileiros 2020, classificados com 88 pontos com a medalha Good Wine, traz o incentivo e o reconhecimento de um persistente trabalho, feito com muito carinho, realizando o sonho de se produzir vinhos e espumantes de qualidade na Chapada Diamantina e colocando, definitivamente, esta região como um novo polo vitivinícola brasileiro”, comemorou Vaz.

O setor baiano de Bebidas possui 23 empresas implantadas incentivadas pelo Governo do Estado, que geram 8,8 mil empregos e já investiram mais de R$ 4 bilhões no Estado, segundo a SDE. Além de abrigar grandes cervejarias e fábricas de bebidas não alcoólicas, a Bahia produz uvas viníferas de alta qualidade no meio do semiárido. Devido a pandemia do Coronavírus, o evento de celebração da conquista só será frealizado em abril de 2021, no Rio de Janeiro e em São Paulo, onde a GPVB levará os vinhos premiados e a vinícola ao encontro do trade e público consumidor, em um evento, com feira de vinhos, chamado “Vinhos do Brasil 2021”.

Bahia: Operação da PF em Simões Filho combate fraudes ao auxílio emergencial

O correio

A Polícia Federal deflagrou uma operação para desarticular grupos que fraudaram o auxílio emergencial, nesta segunda-feira (9). Estão sendo cumpridos 10 mandados de busca e quatro de prisão na Bahia, São Paulo e Tocantins. Cerca de 60 policiais participam da ação. Na Bahia, a PF cumpre quatro mandados de prisão temporária e sete mandados de busca expedidos pela 17ª Vara Criminal da Justiça Federal, todos no município de Simões Filho, na região metropolitana. Também foi autorizada  a quebra do sigilo bancário das contas dos investigados, o bloqueio dos valores depositados, e o sequestro de veículos usados pelos integrantes da organização criminosa.

A Operação Primeira Parcela é resultado da Estratégia Integrada contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE), da qual participam a Polícia Federal, o Ministério Público Federal (MPF) o Ministério da Cidadania (MCid), a CAIXA, a Receita Federal (RF), a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU). Para combater as fraudes, a PF implantou uma unidade especializada para receber  os dados das Instituições integrantes da Estratégia Integrada para identificar  a atuação de grupos criminosos e as fraudes entre os aproximados 60 milhões de pedidos deferidos de pagamento do Auxílio Emergencial.

Segundo informações da PF, foram usados indevidamente os dados das vítimas para realizar o cadastro para recebimento do Auxílio Emergencial e, em seguida, transferir os valores para suas próprias contas, através de boletos bancários. Em apenas uma semana, a quadrilha cadastrou pelo menos 59 contas de forma fraudulenta, resultando num desvio de cerca de R$ 33 mil. A expectativa é de que a fraude seja muito maior, visto que foi analisado apenas um curto período e também a partir da contestação das vítimas junto à Caixa. Os autores das fraudes responderão pelos crimes de furto qualificado mediante fraude (art. 155, § 4º, II, Código Penal), lavagem de dinheiro (art. 1º, Lei 9.613/1998) e organização criminosa (art. 2º, Lei 12.850/2013), cujas penas, somadas, podem alcançar até 26 anos de reclusão.

A Polícia Federal alerta que todos os pagamentos indevidamente realizados são objeto de análise e que aqueles que requereram ou receberam as parcelas não preenchendo os requisitos do art. 2º da Lei nº 13.982/2020 realizem a devolução dos valores, sob pena de estarem passíveis de ter sua ação objeto de investigação criminal em ações que continuarão a ser desencadeadas.  O nome da Operação é uma alusão ao pagamento das parcelas do Auxílio Emergencial, sendo que se trata da primeira ação ostensiva conjunta da EIAFAE em mais de um estado.

 



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia