WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farmacia perfumaria abaete I










outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: 13/out/2020 . 20:01

Iguaí: O candidato a prefeito Dr. Rafael Moura e comitiva esteve visitando a região do Riachão do Cambiriba

Fotos / Juntos Por Uma Iguaí Melhor

No último domingo 11 de outubro, o candidato a prefeito do município de Iguái, Dr. Rafael Moura, acompanhado da candidata a vice, Dra. Arleusa Veiga, juntamente com toda comitiva de campanha, esteve visitando a região do Riacão de Cambiriba, zona rural do município.  Aclamado pelo público presente, onde somou milhares de pessoas, Dr. Rafael e Dra. Arleusa foram recebidos com entusiasmo pela comunidade local, que há anos vem sofrendo com o descaso e abandono.

Na oportunidade, aconteceu um torneio de futebol onde Rafael participou em um dos jogos seguindo as normas da OMS como uso de máscaras e álcool gel. Os candidatos poderão apresentar a população local o plano de gestão caso adentre a prefeitura em 2021.

Veja mais fotos no link a seguir;

https://www.facebook.com/juntosporamoraiguai/media_set?set=a.334213237860479&type=3

Esporte: Prefeitura finaliza reforma da quadra de futsal do bairro Bela Vista em Poções

Fotos Luciano Maximo

A Prefeitura Municipal de Poções, através da Secretaria de Infraestrutura e Coordenação de esportes do município, finalizou a reforma da Quadra de Futsal do bairro Bela Vista. A referida quadra era uma reivindicação antiga dos moradores e desportista da comunidade. O local agora tem nova cobertura, novo piso, semi arquibancada e iluminação, proporcionando assim uma área de esporte e lazer que poderá ser usada por toda comunidade local.

Eleições: Conheça as medidas de segurança contra covid-19 para o dia da votação

*TSE

Por causa da pandemia do novo coronavírus, uma série de protocolos de segurança serão adotados pela Justiça Eleitoral no primeiro e no segundo turno das eleições municipais nos dias 15 e 29 de novembro, respectivamente. Elaborado por uma equipe de especialistas dos hospitais Albert Einstein, Sírio-Libanês e por técnicos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), consultados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o plano de segurança sanitária para as eleições municipais de 2020 é focado em duas frentes: mesários e eleitor. Cartazes ilustrativos com o passo a passo da votação serão fixados nas seções eleitorais.

Eleitores

Horário de votação ampliado: 7h da manhã até as 17h. Até as 10h será preferencial para maiores de 60 anos. Máscaras: uso obrigatório, sem ela o eleitor não poderá votar. Caso seja necessário, o mesário pode pedir que o eleitor se afaste e abaixe a máscara para conferir a foto na identidade. Distanciamento: será exigido mínimo de 1 metro. Comida: não será permitido comer ou beber nada na fila de espera. A medida é para evitar que as pessoas tirem a máscara.

Álcool em gel: será distribuído em todas seções para que os eleitores limpem as mãos antes e depois da votação.

Caneta: o TSE recomenda que os eleitores levem sua própria caneta para assinar presença no caderno de votação.

Mesários receberão máscaras e terão que trocá-las a cada quatro horas, usar álcool e uma proteção facial de acetato (face shield), que terá de ser usada o tempo todo.

Covid-19

Tanto mesários quanto eleitores que estiverem com sintomas da covid-19 no dia do pleito não devem comparecer ao local de votação. Posteriormente, a ausência poderá ser justificada na Justiça Eleitoral.

Polícia: Líder de facção criminosa morre em confronto com a PM em Livramento de Nossa Senhora

97 News

Na última segunda-feira (12), uma guarnição da 46ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) realizava rondas na cidade de Livramento de Nossa Senhora, quando foi informada de que um indivíduo, líder de uma facção criminosa de tráfico de drogas, estava a bordo de um veículo com um carregamento de maconha para ser entregue no Bairro do Tomba. Segundo informou a PM, mais dois jovens, de 20 e 19 anos, estavam no carro junto com o traficante.

O veículo foi localizado pelos policiais na região de um bar, no Bairro do Primeiro Gole. Segundo a PM, ao notar a presença da viatura, o indivíduo empreendeu fuga, desenvolvendo alta velocidade e efetuando disparos de arma de fogo contra a guarnição. Após intensa perseguição, o veículo foi alcançado e dois dos indivíduos se renderam. Já outro traficante invadiu duas casas e subiu no telhado de uma delas, deflagrando tiros de arma de fogo contra a guarnição, que reagiu e acertou o mesmo. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu. O material apreendido e os dois suspeitos, foram encaminhados à Delegacia de Livramento de Nossa Senhora para as devidas providências.

Eleições: TSE quer trocar urna eletrônica por voto no celular

Agência Brasil

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) está estudando a possibilidade de o eleitor brasileiro usar o computador ou o celular para escolher seus candidatos de forma online. São 31 empresas que manifestaram interesse em desenvolver uma tecnologia para tirar a ideia do papel, em edital lançado pelo tribunal em 28 de setembro. As empresas inscritas vão desde startups a gigantes como Amazon e IBM. Um dos objetivos do TSE é demonstrar a novidade já nestas eleições. Para o juiz auxiliar da presidência do TSE e coordenador do projeto Eleições do Futuro, Sandro Vieira, três cidades brasileiras terão votação online, mas com candidatos fictícios, no primeiro turno destas eleições, que deve ocorrer em 15 de novembro. Os colégios eleitorais que vão testar a tecnologia ficam nas cidades de São Paulo, Curitiba (PR) e Valparaíso de Goiás (GO).

“No dia da eleição, três empresas montarão estandes em cada local de votação. O eleitor que quiser participar da simulação receberá as orientações para votar”, explicou o juiz. “O TSE acompanhará os resultados”, completou. Sandro Vieira afirmou que o TSE não impôs limitações: “A empresa pode oferecer uma opção de voto só pelo computador, ou só por tablet, por celular ou isso tudo. Queremos conhecer as opções do mercado”. O tribunal exigiu que as tecnologias apresentadas preencham os requisitos de identificação do eleitor por biometria digital ou facial, sigilo de voto e mecanismos de auditoria. Para o juiz, este é o maior desafio. “Sigilo e auditoria são coisas aparentemente incompatíveis, mas já é possível diante do desenvolvimento tecnológico que temos”, explicou.

Uma das empresas inscritas no projeto do TSE será a responsável pelos testes com votos reais nas eleições do México, marcadas para 2021. Hoje, somente a Estônia oferece votação online segura, desde 2004.

O TSE espera gastar R$ 699 milhões com a compra de novas urnas eletrônicas somente neste ano. A vida útil de cada equipamento é estimada em dez anos. Portanto, são utilizados em até quatro campanhas eleitorais. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) está estudando a possibilidade de o eleitor brasileiro usar o computador ou o celular para escolher seus candidatos de forma online. São 31 empresas que manifestaram interesse em desenvolver uma tecnologia para tirar a ideia do papel, em edital lançado pelo tribunal em 28 de setembro. As empresas inscritas vão desde startups a gigantes como Amazon e IBM. Um dos objetivos do TSE é demonstrar a novidade já nestas eleições. Para o juiz auxiliar da presidência do TSE e coordenador do projeto Eleições do Futuro, Sandro Vieira, três cidades brasileiras terão votação online, mas com candidatos fictícios, no primeiro turno destas eleições, que deve ocorrer em 15 de novembro.Os colégios eleitorais que vão testar a tecnologia ficam nas cidades de São Paulo, Curitiba (PR) e Valparaíso de Goiás (GO).

“No dia da eleição, três empresas montarão estandes em cada local de votação. O eleitor que quiser participar da simulação receberá as orientações para votar”, explicou o juiz. “O TSE acompanhará os resultados”, completou.Sandro Vieira afirmou que o TSE não impôs limitações: “A empresa pode oferecer uma opção de voto só pelo computador, ou só por tablet, por celular ou isso tudo. Queremos conhecer as opções do mercado”. O tribunal exigiu que as tecnologias apresentadas preencham os requisitos de identificação do eleitor por biometria digital ou facial,

sigilo de voto e mecanismos de auditoria.Para o juiz, este é o maior desafio. “Sigilo e auditoria são coisas aparentemente incompatíveis, mas já é possível diante do desenvolvimento tecnológico que temos”, explicou.Uma das empresas inscritas no projeto do TSE será a responsável pelos testes com votos reais nas eleições do México, marcadas para 2021. Hoje, somente a Estônia oferece votação online segura, desde 2004.Urnas eletrônicasO TSE espera gastar R$ 699 milhões com a compra de novas urnas eletrônicas somente neste ano. A vida útil de cada equipamento é estimada em dez anos. Portanto, são utilizados em até quatro campanhas eleitorais.“O voto online seria cômodo neste ano de pandemia”, ponderou o juiz. “Será muito útil ao eleitor que estiver em trânsito. Hoje ele está preso a uma seção eleitoral, mas no futuro poderá votar de qualquer lugar do mundo”, finalizou.

Brasil: Ação da Defensoria quer que BC retire notas de R$ 200 de circulação

As informações são do portal G1

A Defensoria Pública da União (DPU) ingressou com uma Ação Civil Pública na Justiça para que o Banco Central suspenda a confecção das notas de R$ 200. No processo, os defensores alegam “falta de acessibilidade”, já que as cédulas têm a mesmas dimensões da nota de R$ 20. “A inviabilização da identificação da nova cédula pelas pessoas com deficiência visual, por gerar efeitos de exclusão e prejuízo ao exercício dos direitos dessa comunidade, caracteriza discriminação por parte da Administração Pública”, diz trecho do documento.

A ação foi protocolada na última sexta-feira (9) e é assinada em conjunto com a Defensoria Pública do Distrito Federal e com a Organização Nacional de Cegos do Brasil. A medida também prevê multa de R$ 50 mil por dia em caso de descumprimento. No site da estatal, o banco afirma a escolha pelas dimensões iguais das notas de R$ 200 e de R$ 20 foi devido ao “curto espaço de tempo” para colocar a nova nota em circulação. A cédula foi lançada no dia 2 de setembro. O banco informou ainda que, para produzir a nova cédula em formato maior, “com a adequada combinação de elementos de segurança, seria necessária adaptação do parque fabril, o que não era viável no tempo disponível”.

“Como a nova cédula possui um formato já existente, sua adaptação aos caixas eletrônicos e aos demais equipamentos automáticos que aceitam e dispensam cédulas será mais rápida.”

Outras medidas

No documento, a Defensoria Pública também solicita que a Justiça determine o recolhimento das notas de R$ 200 já em circulação, além da condenação do Banco Central que, na impossibilidade de seja proibido de produzir novas cédulas com tamanhos semelhantes ao de qualquer outra nota já em circulação. Em setembro, a Defensoria do DF já havia recomendado as mudanças ao banco e à Casa da Moeda. As orientações, portanto, não foram acatadas.

À época, a Defensoria Pública do Distrito Federal informou que “estudava uma medida judicial cabível para contestar a decisão do Conselho Monetário Nacional”. “Recebemos a resposta do Banco Central, informando que precisavam colocar as cédulas o mais rápido possível no mercado por conta da pandemia. E que haveria a acessibilidade, já que as notas possuem marcações táteis, embora não tenham o tamanho diferenciado.”

Economia: Caixa paga abono salarial para nascidos em outubro

Foto / Reprodução * Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal inicia nesta quarta-feira, 14, o pagamento do abono salarial para os trabalhadores nascidos em outubro que ainda não receberam por meio de crédito em conta. Espécie de 14º salário pago a trabalhadores formais que recebem até dois salários mínimos, o abono salarial varia de R$ 88 a R$ 1.045 conforme o número de meses trabalhados com carteira assinada no ano anterior. Para trabalhadores da iniciativa privada, os valores podem ser sacados com o Cartão do Cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui, além das agências. Segundo a Caixa, mais de 731 mil trabalhadores nascidos em outubro têm direito ao saque do benefício, totalizando R$ 565 milhões em recursos disponibilizados neste lote.

Já para os funcionários públicos ou de empresas estatais, vale o dígito final do número de inscrição do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). A partir de amanhã, o benefício fica disponível para inscritos com final 3. Os trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro recebem o abono salarial do PIS ainda neste ano. Os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2021. Os servidores públicos com o final de inscrição do Pasep entre 0 e 4 também recebem neste ano. Já as inscrições com final entre 5 e 9, em 2021. O fechamento do calendário de pagamento do exercício 2020/2021 será em 30 de junho de 2021.

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial 2020/2021 o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2019, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou eSocial, conforme categoria da empresa. Recebem o benefício na Caixa os trabalhadores vinculados a entidades e empresas privadas. Em todo o calendário 2020/2021, a Caixa deve disponibilizar R$ 15,8 bilhões para 20,5 milhões trabalhadores.

Quem trabalha no setor público tem inscrição no Pasep e recebem o benefício no Banco do Brasil (BB). Nesse caso, o beneficiário pode optar por realizar transferência (TED) para conta de mesma titularidade em outras instituições financeiras nos terminais de autoatendimento do BB ou no portal www.bb.com.br/pasep, ou ainda efetuar o saque nos caixas das agências. Para o exercício atual, o BB identificou abono salarial para 2,7 milhões de trabalhadores vinculados ao Pasep, totalizando R$ 2,57 bilhões. Desse montante, aproximadamente 1,2 milhão são correntistas ou poupadores do BB, e aqueles com final de inscrição de 0 a 4 receberam seus créditos em conta antecipadamente no dia 30 de junho, no total de R$ 580 milhões, segundo a instituição financeira.

Abono salarial anterior

Cerca de 2 milhões de trabalhadores que não sacaram o abono salarial do calendário anterior (2019/2020), finalizado em 29 de maio deste ano, ainda podem retirar os valores. O prazo vai até 30 de junho de 2021. O saque pode se feito nos canais de atendimento com cartão e senha Cidadão, ou nas agências da Caixa.

A consulta do direito ao benefício, bem como do valor disponibilizado, pode ser realizada por meio do aplicativo Caixa Trabalhador, pelo atendimento Caixa ao Cidadão (0800-726-0207) e em página da Caixa.

No caso do Pasep, cerca de 360 mil trabalhadores não sacaram o abono referente ao exercício 2019/2020, pago até 29 de maio deste ano. De acordo com resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), esses recursos ficam disponíveis para saque por cinco anos, contados do encerramento do exercício. Os abonos não sacados são disponibilizados automaticamente para o próximo exercício, sem necessidade de solicitação do trabalhador.

Mundo: Países recorrem a exame mais rápido para conter nova onda de covid-19

A tarde

Países que estão com dificuldade para conter a segunda onda de covid-19 estão apelando para exames mais rápidos e baratos, mas menos precisos, para evitar os atrasos e a escassez que vêm prejudicando os esforços para diagnosticar e rastrear rapidamente os infectados.

A Alemanha, onde as infecções aumentaram 4.122 nesta terça-feira, 13, e chegaram a 329.453, garantiu 9 milhões dos chamados exames de antígeno, que dão resultados em questão de minutos e custam cerca de US$ 5,90 cada, por mês – o que, em tese, cobriria mais de 10% de sua população.

Os Estados Unidos e o Canadá também estão comprando milhões de exames, assim como a Itália, cuja licitação recente para 5 milhões de exames atraiu ofertas de 35 empresas.

O Instituto Robert Koch (RKI) alemão agora recomenda exames de antígeno para complementar os exames existentes de PCR, que se tornaram o padrão para detectar infecções ativas, mas que também se tornaram escassos porque a pandemia sobrecarregou os laboratórios e reduziu a capacidade produtiva dos fabricantes.

Os exames de PCR detectam material genético no vírus, enquanto os de antígeno detectam proteínas na superfície do vírus, mas os dois são concebidos para captar infecções ativas. Outro tipo de exame, este para anticorpos que o corpo produz em reação a uma infecção, pode ajudar a determinar se alguém já teve covid-19.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia