*Informações / Giro Itagibá

Um missionário peruano, de 31 anos, da Igreja Adventista do Sétimo Dia, foi flagrado abusando sexualmente de uma criança de quatro anos dentro de uma das unidades da igreja, em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Não se sabe a data exata em que o caso ocorreu, mas as informações foram divulgadas nesta terça-feira (11). Segundo a Polícia Civil do local, a mãe da criança foi à igreja com a filha e, enquanto participava de uma reunião, a vítima foi à Sala Primária, onde costuma ter aulas infantis, para pegar um brinquedo.

O missionário, que é abrigado pela unidade, estava na sala e começou a abusar da menina. Ao notar a ausência da filha, a mãe foi até o recinto em que a filha estava e, ao entrar no local, notou que o missionário “guardou algo dentro das calças”. Longe do suspeito, a menina confirmou o abuso após a mulher fazer perguntas sobre o acontecimento. Lideranças da igreja foram acionadas e, ao ser questionado, o peruano confessou o crime.

Policiais foram ao local e o prenderam em flagrante por estupro de vulnerável e está detido na Delegacia Seccional de Itanhaém. A criança foi encaminhada para exame de corpo de delito e a Embaixada Peruana no Brasil foi comunicada do ocorrido.