Foto: Enviada a nossa redação

Uma senhora que não permitiu seu nome ser revelado, sofreu um ataque de escorpião na manha desta ultima terça-feira, 05 de novembro, no bairro Santa Rita. A mesma relatou que estava limpando o quintal quando recebeu a ferroada em seu dedo polegar. Após identificar o animal peçonhento, a vitima foi encaminhado para o Pronto Socorro do Hospital São Lucas, onde passou pelos procedimentos de combate ao veneno do animal.

De acordo dados, o Brasil teve 99 mortes e mais de 90 mil acidentes com escorpiões em 2018 a 2019, segundo o Ministério da Saúde. O crescimento do número de acidentes envolvendo escorpiões no país colocou o Ministério da Saúde e o Instituto Butantan em alerta. Os órgãos estão desenvolvendo um projeto conjuntamente para instruir a população a como lidar com o problema.

O número de acidentes diminuiu em relação a 2017, quando houve registro de 124 mil casos, mas o de mortes subiu de 90 para 99. Em 2018, os escorpiões foram os animais peçonhentos que mais mataram, ultrapassando serpentes (74), aranhas (24), lagartos (7) e abelhas (47). Já em 2017, as serpentes provocaram mais óbitos – 101 contra 74. As altas temperaturas e o verão, são ambientes propicio para proliferação desses animais.

*Re O crescimento do número de acidentes envolvendo escorpiões no país colocou o Ministério da Saúde e o Instituto Butantan em alerta. Os órgãos estão desenvolvendo um projeto conjuntamente para instruir a população a como lidar com o problema.

O número de acidentes diminuiu em relação à 2017, quando houve registro de 124 mil casos, mas o de mortes subiu, de 90 para 99. Em 2018, os escorpiões foram os animais peçonhentos que mais mataram, ultrapassando serpentes (74), aranhas (24), lagartos (7) e abelhas (47). Já em 2017, as serpentes provocaram mais óbitos – 101 contra 74.

Repórter Van Nascimento