Foto: Reprodução

O ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), garantiu que vai rejeitar o pedido de Lula para ser candidato ao Palácio do Planalto, caso seja convidado pelo ex-presidente.

“Pela primeira vez na vida terei que dizer não a ele. Infelizmente”, assegurou.

Wagner embarca, amanhã (18), para o Recife, onde vai participar de uma reunião com governadores do PT. O encontro,  será para comunicar que ele não será candidato a presidente nem a vice.

O ex-governador ressaltou, ainda, que defende que o PT faça uma aliança com o ex-ministro Ciro Gomes (PDT). Caso o partido insista em lançar um postulante ao Palácio do Planalto, Wagner defende que o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, seja o candidato.